8 de março de 2021

ONU preparando lista negra de grupos e indivíduos que se opõem ao ativismo LGBT

 

ONU preparando lista negra de grupos e indivíduos que se opõem ao ativismo LGBT

Julio Severo

“Políticos, líderes religiosos e organizações de todo o mundo que defendem a vida e a família provavelmente serão colocados em uma lista negra pela Secretaria da Organização das Nações Unidas para os Direitos Humanos. A nova medida drástica pode ser usada para impor sanções às pessoas que defendem valores pró-família e expô-las a ataques terroristas,” de acordo com o C-Fam no seu relatório “UN Human Rights Office Prepares Global ‘LGBT Hate Groups’ Blacklist” sobre a Secretaria de Direitos da ONU coletando os nomes de quem se opõe à agenda LGBT de qualquer maneira.



“Quem são os principais atores que argumentam que os defensores dos direitos humanos dos indivíduos LGBT estão promovendo uma chamada ‘ideologia de gênero’?” disse em janeiro de 2021 um relatório da Secretaria de Direitos da ONU para grupos LGBT.

A Secretaria de Direitos da ONU solicitou exemplos de “expressões públicas ou declarações de líderes políticos e/ou religiosos” que se opõem aos “direitos LGBT.”

“Quais são seus principais argumentos?” A secretaria de direitos da ONU pediu aos grupos LGBT. “Eles têm sido eficazes em regredir os direitos humanos dos indivíduos LGBT? Suas estratégias direta ou indiretamente estão também impactando os direitos humanos de mulheres e meninas?”

Embora o C-FAM seja um grupo católico conservador, o esforço da ONU para colocar os conservadores em lista negra não foi condenado pelo Vaticano. Aliás, em 2020, a ONU elogiou o papa por apoiar uniões do mesmo sexo. O secretário-geral da ONU deu as boas-vindas aos comentários de Francisco de que os homossexuais “têm o direito a uma família” em mudança que enfureceu os católicos conservadores.

Por sua vez, o secretário-geral da ONU é Antonio Guterres, que se considera católico. Ele foi, de 1999 a 2005, o presidente da Internacional Socialista. Ele também foi secretário-geral do Partido Socialista de Portugal, de 1992 a 2002.

Então, com a ONU chefiada por um católico socialista e o Vaticano chefiado por um católico socialista, o que os conservadores podem esperar?

Para piorar, os EUA estão sob o governo de Joe Biden, um católico socialista empenhado em impor a agenda LGBT em todo o mundo.

No passado, a perseguição contra os cristãos por causa da homossexualidade vinha de socialistas, mas essa perseguição era local, não global. No entanto, com os socialistas possuindo poder global, a perseguição será global.

Grupos cristãos serão colocados em lista negra.

Cristão individuais serão colocados em lista negra.

A consequência dessa lista negra é que esses grupos e indivíduos cristãos serão impedidos de transações de negócios e serão boicotados de vários outros negócios.

Cristãos individuais serão negados serviços essenciais, inclusive contas bancárias e transações.

Como sei disso?

Eu não tenho minha própria conta PayPal para receber ofertas, porque depois de uma campanha homossexual internacional, o PayPal fechou minha conta no final de 2011. Esse caso virou manchete nos EUA através do WND. Em 2017, uma entidade judaica dos Estados Unidos disponibilizou a conta PayPal deles para me ajudar, mas essa conta fechou em 2019 depois que grupos homossexualistas processaram a entidade.

Nos últimos anos, o Facebook tem me imposto vários bloqueios de 30 dias por eu expressar minha opinião sobre o pecado homossexual e a violência islâmica. O Facebook chegou a remover um versículo da Bíblia que postei no meu perfil. De novo, o WND repercutiu esse caso em manchete nacional nos EUA. A tradução completa da reportagem do WND está aqui.

Como o Facebook concluiu que todos os seus bloqueios de 30 dias e censura contra mim foram insuficientes, logo antes da eleição presidencial americana o Facebook tomou a decisão radical de banir permanentemente minha conta de Facebook.

Potencialmente, grupos e indivíduos colocados em lista negra da ONU serão negados vistos para os Estados Unidos e outras nações.

Então, enquanto os homossexualistas recebem vistos especiais para entrar nos EUA, os cristãos que se opõem à sua imoralidade serão impedidos.

O verdadeiro perigo é contra os cristãos que têm um histórico de oposição cristã à agenda gay. Eu posso incluir minha própria experiência. Durante décadas, tenho um histórico de lutar contra essa agenda. Minha luta inclui milhares de artigos em inglês, português, alemão, espanhol, russo, polonês, etc.

O primeiro livro evangélico em português contra a agenda gay foi escrito por mim e publicado pela Editora Betânia em 1998.

A maior revista gay dos EUA e do mundo, The Advocate, me reconhece publicamente como um inimigo da agenda gay.

Muitos dos meus amigos também serão colocados nessa lista negra da ONU.

A ordem global agora é adorar a homossexualidade e aqueles que se recusam serão jogados para a arena dos leões.

Muitos grupos estão ajudando a criar esse clima de perseguição. Católicos socialistas no Vaticano, na ONU e no governo dos EUA são os principais atores. O Papa Francisco comparou políticos conservadores opostos ao homossexualismo com Hitler.

A CPAC, que se rotula como a maior conferência conservadora dos Estados Unidos, não condena a homossexualidade. Pelo contrário, a CPAC baniu cristãos conservadores que se opõem à agenda gay. A CPAC chegou ao ponto de abraçar homossexualistas “conservadores.”

Então, se até mesmo a “conservadora” CPAC coloca em lista negra cristãos conservadores que se opõem ao pecado homossexual, quem pode culpar a ONU, o Papa Francisco e o católico Biden por fazerem isso também?

Versão em inglês deste artigo: United Nations Preparing Blacklist of Groups and Individuals who Oppose LGBT Activism

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada:

Nigéria e outras nações africanas preocupadas com a ameaça do imperialismo LGBT de Joe Biden

Papa compara políticos opostos a gays e judeus a Hitler

ONU elogia o Papa por apoiar uniões do mesmo sexo: secretário-geral da ONU dá as boas-vindas aos comentários de Francisco de que os homossexuais “têm o direito a uma família” em mudança que enfureceu os católicos conservadores

Max Lucado e pastor presbiteriano do Brasil pedem desculpas por suas posturas contra o pecado LGBT

Ed Shaw, Coalizão pelo Evangelho (Gospel Coalition) e sentimentos homossexuais: o que eles dizem e o que Jesus disse

Eugene Peterson, criador da Bíblia “A Mensagem,” diz que a homossexualidade não é errada — e então volta atrás

Ex-pastor e escritor calvinista Joshua Harris participa de parada gay depois de pedir perdão a ativistas LGBT

CPAC não é Igreja e Igreja não é CPAC

Ganhando or Perdendo? A Guerra, ou ex-Guerra, contra a Homossexualidade Predatória e Seu “Casamento” Profano

O aparelhamento direitista da homossexualidade, um desafio para os cristãos

Steve Bannon e suas opiniões sobre homossexualismo

Olavo de Carvalho foi influencido por um ex-presidiário homossexual com AIDS

Como os líderes evangélicos podem criticar o ativismo homossexual no governo Trump se eles estão envolvidos em escândalos sexuais?

Benjamin Netanyahu, judeus direitistas e a agenda gay em Israel

Maior revista gay dos EUA furiosa com protesto evangélico contra iniciativa do governo dos EUA de descriminalizar a homossexualidade em todo o mundo

Defesa da pedofilia derruba proeminente gay “conservador”

Maior conferência conservadora dos EUA bane organização cristã pró-família e aprova grupo homossexualista

Como os líderes evangélicos podem criticar o ativismo homossexual no governo Trump se eles estão envolvidos em escândalos sexuais?

Benjamin Netanyahu, judeus direitistas e a agenda gay em Israel

Maior revista gay dos EUA furiosa com protesto evangélico contra iniciativa do governo dos EUA de descriminalizar a homossexualidade em todo o mundo

Defesa da pedofilia derruba proeminente gay “conservador”

Maior conferência conservadora dos EUA bane organização cristã pró-família e aprova grupo homossexualista

Com financiamento de impostos, CPAC Brasil, o maior evento “conservador” do Brasil, critica… socialistas financiados por impostos

3 comentários :

Anônimo disse...

Isso me lembrou a Marca da Besta, pois aquele que nao tiver a marca, nao podera nem comprar nem vender (Ap 13:16). Claro que a marca da besta nao surgiu ainda, mas tudo caminha para isso. Ao mesmo tempo que os liberaloides falam que vivemos em uma era de "liberdade economica" nunca foi tao facil controlar a economia para prejudicar individuos q nao seguem certas agendas.

Thel disse...

Todo aquele que vota em inimigos de Deus tem parte nas suas más obras!
O povo americano achou pouco em aprovar o "casamento" homossexual e o aborto e agora colocou Satanás (Biden) como chefe da nação. O que dizer? Que Deus livre seus servos naquela nação e que os culpados por Satanás estar definitivamente no poder paguem por seus pecados.

Estamos em contagem regressiva, esta é a geração do arrebatamento da igreja!

ELISEU disse...

Respondendo ao anônimo e ao Thel,

Amados irmãos,

O apóstolo Paulo disse que todos aqueles que quiserem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos (2 Timóteo 3:12). Nas épocas da Inquisição e do Império Romano, ser cristão era assinar a própria sentença de morte. Milhões de cristãos foram perseguidos, presos, e queimados vivos nas fogueiras, atirados às feras na arena do Coliseu, decapitados, e mortos de muitas outras formas.

Muita gente talvez ainda não esteja percebendo, mas estamos, a cada dia que passa, voltando novamente a esses mesmos tempos. Se, mesmo com a lei ainda permitindo (por enquanto) a nossa liberdade de expressão, já estamos sendo perseguidos, agora imaginem quando nos tirarem esse direito!

Tem gente que não quer admitir nem aceitar isso, mas, infelizmente, já é uma realidade bem evidente diante dos nossos olhos. Para que maior prova disso do que a perseguição aos cristãos que se recusam a obedecer ao "politicamente correto" da esquerda e dos homossexuais? Isso sem contar as perseguições e mortes dos cristãos em países islâmicos (e em outros onde a Bíblia é proibida)!

A cada dia que passa, a volta de Jesus está mais próxima. O cerco está se fechando, e, inevitavelmente, vai chegar o dia em que muitos que se dizem cristãos serão postos à prova para saber quem é cristão de verdade (e não só de boca)! Quem estará pronto neste mesmo dia? O próprio Jesus pergunta isso:

"Quando, porém, vier o Filho do homem, por acaso achará fé na Terra?" (Lucas 18:8)

Quantos estarão firmes com Jesus até à morte (ou até a volta Dele)? Quem terá coragem de dar a própria vida pela verdade da Palavra de Deus?

Deixo esta pergunta no ar para alguém responder na primeira oportunidade!