16 de março de 2021

Nickelodeon mentiu para as crianças ao apresentar Kamala Harris como “campeã das crianças” quando ela é uma ativista de aborto radical

 

Nickelodeon mentiu para as crianças ao apresentar Kamala Harris como “campeã das crianças” quando ela é uma ativista de aborto radical

Julio Severo

Apresentar uma ativista radical de aborto para as crianças como uma “campeã das crianças” é pior do que mentira e desinformação. É colocar os melhores interesses das crianças abaixo dos interesses de uma indústria multi-bilionária que vem lucrando de matar crianças em gestação às centenas de milhares por ano nos EUA.



Nickelodeon, uma rede americana de televisão e cabo que transmite programas infantis, fez exatamente isso.

Em sua condecoração “Escolha das Crianças” de 13 de março de 2021, Nickelodeon elogiou a vice-presidente pró-aborto Kamala Harris, declarando que ela passou “uma vida inteira como campeã das crianças e questões familiares.”

A atriz Jennifer Garner, que fez o elogio, deu a Kamala o prêmio de Mudança de Geração para “as crianças de hoje,” elogiando-a por “sempre se preocupar com os menos favorecidos.”

O que as crianças não sabem, e Nickelodeon não revelou, é que ela é radicalmente pró-aborto. De acordo com a Alexa MoutEvelis escrevendo para Newsbusters:

Kamala tem um longo histórico de defesa do aborto, em detrimento das crianças e famílias. Quando ela era secretária de Justiça da Califórnia, ela processou o Centro de Progresso Médico por suas filmagens secretas das clínicas de aborto da Federação de Planejamento Familiar admitindo a venda de partes de bebês, até mesmo invadindo a casa do presidente do CPM David Daleiden. No Senado, ela votou a favor do infanticídio legalizado. Como a revista Time observou: “Durante as primárias presidenciais, a Senadora Kamala Harris propôs uma lei, modelada de acordo com a Lei de Direitos de Votação, que protegeria o direito ao aborto em todo o país.” Quando Kamala foi escolhida para a vaga de vice-presidente de Biden em agosto passado, ativistas pró-vida os declararam a “chapa presidencial mais pró-aborto da história americana.”

Então, como Kamala pode ser elogiada por Nickelodeon como “campeã de crianças” quando seus interesses reais são a indústria de aborto destruindo sistematicamente crianças?

Como ela pode ter passado “uma vida inteira como campeã de crianças e questões familiares” quando seu ativismo é radicalmente contra crianças e famílias?

O dever dos indivíduos e organizações que têm uma vida real como campeões de crianças e questões familiares é processar Nickelodeon por mentir para as crianças. Nickelodeon também mentiu quando disse que Kamala estava “sempre preocupada com os menos favorecidos.”

Há milhares e milhares de “menos favorecidos” sendo diariamente massacrados em clínicas de aborto — a mesma indústria sangrenta defendida por Kamala.

Apresentar uma ativista radical de aborto como “campeã de crianças” é tão “honesto” quanto apresentar Hitler como campeão dos judeus ou terroristas islâmicos como campeões da paz.

Kamala protege os interesses da indústria que destroi os reais menos favorecidos. E quando Nickelodeon mente para as crianças para esconder a Kamala que apoia a morte de crianças através do aborto, também está protegendo os interesses assassinos da indústria de aborto.

Nickelodeon mostrou que mentiras, desinformação e aborto estão acima dos interesses das crianças.

Pais preocupados com seus filhos precisam adotar medidas para protegê-los das mentiras da mídia. Ao apresentar Kamala Harris como “campeã de crianças,” Nickelodeon tornou-se um forte candidato para o prêmio “Campeão de Desinformação.”

Os pais não deveriam financiar esse canal e sua desinformação.

As crianças precisam entender que um campeão de crianças sempre luta pelos menos favorecidos — crianças em gestação — ameaçados pela indústria de aborto.

Com informações da LifeNews.

Versão em inglês deste artigo: Nickelodeon Lied to Children by Introducing Kamala Harris as “Champion of Kids” When She is a Radical Abortion Activist

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada:                                       

Quem vai culpar a América de genocídio?

Quem se importa com a vida dos bebês?

Disney confirma seu primeiro personagem principal bissexual em desenho animado que usa demônios para ensinar meninas a serem bruxas e agora… lésbicas também

Tom e Jerry, o filme que ensina crianças a não rejeitarem a doutrinação LGBT

Nickelodeon apresentou Bob Esponja em sua celebração de junho como mês gay

4 comentários :

Cicero disse...

Pra onde estamos caminhando. Aborto e ideologia de gênero serão impostos à força!
https://www.estudosnacionais.com/31155/brasil-pode-nao-entrar-na-ocde-mas-implementar-agenda-2030-para-agradar-globalistas/

Julio Severo disse...


Cícero, o site que você mencionou, Estudos Nacionais, é de Cristian DeRosa, um católico olavista que defende apaixonadadmente a Inquisição. Na minha opinião, é uma contradição fazer oposição ao aborto e defender a Inquisição, pois em ambos os casos há a destruição de multidões de vidas inocentes. Convido você e outros leitores a ler meu artigo que trata exatamente do aborto e da Inquisição. É só clicar no link abaixo:

Aborto, Inquisição e revisionismo na Enciclopédia Britânica

Flávio disse...

Revisionismo dominou os debates na internet. Principalmente do holocausto e do comunismo

Alexandre disse...

Mas uma verdade bíblica se confirmando, acabaram de transformar satanás em anjo de luz.