27 de janeiro de 2021

Reeleição de Trump: As profecias evangélicas falharam

 

Reeleição de Trump: As profecias evangélicas falharam

Julio Severo

Campanhas políticas podem levar as pessoas, até mesmo os cristãos, a um nível de paixão e ativismo paralelo apenas ao evangelismo, que deve ser apaixonado por causa de sua importante missão de levar as pessoas a Jesus e à Sua salvação.



Os cristãos podem ser carregados por tais campanhas da esquerda ou da direita.

Embora seja um horror um cristão abraçar qualquer tipo de socialismo, foi horrível ver profetas em 2020 profetizando algo que Deus nunca disse a eles e nunca os enviou para contar. Eles foram carregados por delírios políticos e, previsivelmente, suas profecias nunca se cumpriram.

Carregados por uma ilusão política de rebanho, os principais profetas disseram que Donald Trump seria reeleito. Não há problema para Deus cumprir o que Ele promete.

O problema é: embora em Sua misericórdia Deus tenha permitido que Trump tivesse um primeiro mandato, em Sua soberania Ele não permitiu que ele tivesse um segundo mandato. E as razões não são obscuras.

Trump e seu governo estavam defendendo a mesma agenda homossexual que sempre foi condenada por líderes evangélicos quando era promovida por governos esquerdistas, inclusive Barrack Hussein Obama.

No entanto, esses líderes permaneceram em silêncio sobre as posturas pró-sodomia de Trump. Eles tiveram voz para profetizar o que Deus não disse (a reeleição de Trump) e não tiveram voz para dizer o que Deus disse:

“Não te deitarás com um homem como se deita com uma mulher. Isso é abominável!” (Levítico 18:22 King James Atualizada)

Eles deveriam expressar sua postura cristã de que o governo Trump estava promovendo e excusando uma abominação em todo o mundo. Mas eles permaneceram em silêncio sobre o que a Palavra de Deus diz e abriram a boca para dizer que Deus havia dado a Trump uma reeleição vitoriosa.

Deus permaneceu, como sempre, fiel à Sua Palavra, não às palavras “proféticas” dos profetas carregados por apaixonadas campanhas políticas.

Agora, muitos desses profetas estão apresentando suas desculpas públicas por suas profecias fracassadas, deixando muitos cristãos confusos sobre os profetas e suas profecias.

Talvez a lição mais importante a ser aprendida com essa falha “profética” seja que, independentemente de quem esteja na Casa Branca, os líderes cristãos têm a responsabilidade bíblica de falar ao presidente o que Deus diz em Sua Palavra. Todos eles deveriam dizer claramente a Trump que ele estava promovendo uma abominação.

Seu silêncio sobre a Palavra de Deus e boca aberta para expressar suas apaixonadas profecias políticas contaminaram seus ministérios e mostraram que Deus não está sujeito aos caprichos de Seus profetas carregados por paixões políticas.

Essa não é a primeira vez que os profetas são enganados pelo engano de seus corações. A Palavra de Deus diz:

“Então o Senhor me disse: ‘É mentira o que os profetas estão profetizando em meu nome. Eu não os enviei nem lhes dei ordem nenhuma, nem falei com eles. Eles estão profetizando para vocês falsas visões, adivinhações inúteis e ilusões de suas próprias mentes.’” (Jeremias 14:14 NVI)

“Filho do homem, profetize contra os profetas de Israel que estão profetizando agora. Diga àqueles que estão profetizando pela sua própria imaginação: ‘Ouçam a palavra do Senhor!” (Ezequiel 13:2 Nova Versão Internacional)

“Até quando os profetas continuarão a profetizar mentiras e as ilusões de suas próprias mentes?” (Jeremias 23:26 King James Atualizada)

Eles profetizaram visões mentirosas, adivinhação inútil e o engano de seus próprios corações — porque suas mentes estavam muito mais ocupadas com um candidato político do que com Deus, que governa o destino do mundo.

Eles se comportaram em desespero político pensando que Deus tinha a obrigação de ter o mesmo desespero político. Para eles, Deus tinha a obrigação de intervir para impedir Joe Biden, o Partido Democrata e seu socialismo asqueroso.

No entanto, Deus não tem a obrigação de tolerar um candidato “conservador” pró-sodomia para derrotar um candidato socialista pró-sodomia. Pura ilusão!

E Ele não gosta quando o ministério profético é manipulado por políticos.

Deus sempre cumpre o que Ele promete. Ele destruiu Sodoma por causa da sodomia (homossexualidade). Mas Ele não tem nenhuma obrigação de cumprir os caprichos políticos de Seus profetas, especialmente quando eles se recusam a condenar a abominação apoiada pelo candidato político que eles escolheram.

Deus pode dar a Trump uma segunda chance? Sim, mas em primeiro lugar os líderes cristãos devem fechar a boca sobre suas profecias com visões mentirosas, adivinhação inútil e o engano de seus próprios corações e abrir a boca para falar o que Deus diz em Sua Palavra.

Trump e os Estados Unidos precisam ouvir em alto e bom som: a homossexualidade é uma abominação aos olhos de Deus. Eles precisam ouvir e se arrepender.

Versão em inglês deste artigo: Trump’s Reelection: Evangelical Prophecies Failed

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada:

O aparelhamento direitista da homossexualidade, um desafio para os cristãos

Steve Bannon e suas opiniões sobre homossexualismo

Como os líderes evangélicos podem criticar o ativismo homossexual no governo Trump se eles estão envolvidos em escândalos sexuais?

Maior revista gay dos EUA furiosa com protesto evangélico contra iniciativa do governo dos EUA de descriminalizar a homossexualidade em todo o mundo

Defesa da pedofilia derruba proeminente gay “conservador”

Maior conferência conservadora dos EUA bane organização cristã pró-família e aprova grupo homossexualista

Apoiadores de Trump não sabem que ele está apoiando a agenda gay

Trump é o “presidente mais pró-homossexualismo da história americana,” de acordo com republicano Richard Grenell

Trump é o presidente republicano mais pró-sodomia da história dos Estados Unidos

Os profetas e os políticos adúlteros

Embaixada dos EUA em Moscou celebrou despeitosamente o mês do “orgulho” LGBT na Rússia

Embaixada dos EUA no Brasil celebrou Dia do “Orgulho” LGBTI

Casa Branca de Trump está aberta para ouvir algumas partes da Bíblia, mas nenhuma condenação bíblica do sexo de homens com homens

Trump louvou “casamento” gay na véspera de visita à Índia

Tony Perkins, do Conselho de Pesquisa da Família, e ativismo cristão emasculado

Governo Trump usa linguagem esquerdista para repreender a Zâmbia por suas leis contra a homossexualidade

Governo Trump impondo a agenda LGBT no país da Geórgia, mas o povo resiste

Engrandecendo a sodomia de novo: Trump se torna o primeiro presidente do Partido Republicano a celebrar o Mês do Orgulho LGBT ao lançar campanha para legalizar a homossexualidade em todo o mundo

Quem está incomodado que pedi mais energia conservadora do Conselho de Pesquisa da Família contra a agenda gay? O Observatório da Direita, da organização esquerdista People for the American Way!

Conselho de Pesquisa da Família: Servindo ao conservadorismo ou servindo ao Partido Republicano?

Trump apoia o “casamento gay” enquanto seus apoiadores cristãos conservadores permanecem em silêncio

Governo Trump busca legalização da homossexualidade em todo o mundo enquanto crianças e outras vítimas da homossexualidade são esquecidas

Pelo segundo ano, Departamento de Estado de Trump reconhece junho como Mês do Orgulho LGBTI

O que os EUA ganharão engrandecendo a sodomia?

EUA, União Europeia, Brasil, Argentina, Chile e Israel pressionam Romênia a adotar o ativismo homossexual

Trump faz discurso pró-vida histórico, mas comete a gafe de congratular republicanos homossexuais

Departamento de Estado de Trump reconhece junho de 2017 como Mês do Orgulho LGBTI

Ivanka Trump posta mensagem de apoio ao Mês do Orgulho LGBTQ nos EUA

Embaixadas americanas sob Trump avançam a agenda LGBT

Trump continua o imperialismo homossexual de Obama e frustra conservadores cristãos

Trump e Obama: O que mudou entre eles sobre homossexualidade e Arábia Saudita?

Governo Trump mostra resposta progressista à agenda gay

O esquerdista, o direitista e o bolo

Trump e profecias, e um novo modelo de líder nacional e mundial

Carta Aberta ao Presidente Donald Trump

4 comentários :

Cicero disse...

A maior desculpa desses pseudo-profetas será q Deus é soberano e mudou os planos!🤣
Não é só a defesa da sodomia: Trump tem outros males como: cassinos q viciam e destroem lares, deve pra receita, é viciado em prostitutas e atrizes porno!🤦

Anônimo disse...

Erraram feio por apostarem no que parecia certeiro. E agora? Terao que ser homens pra se desculparem

Alexandre disse...

Julga-se a profecia mas não o profeta, o que dizer então do falso profeta?

Gra Vianna disse...

https://www.youtube.com/watch?v=2fL3g9BAbTI