27 de novembro de 2020

Perdedora Marisa Lobo adula Olavo de Carvalho enquanto Silas Malafaia denuncia o extremismo do astrólogo

 

Perdedora Marisa Lobo adula Olavo de Carvalho enquanto Silas Malafaia denuncia o extremismo do astrólogo

Julio Severo

Não sei por que alguém se daria ao trabalho de ensinar boas maneiras ao astrólogo Olavo de Carvalho, que é famoso por sua incorrrígivel boca suja. Mesmo assim, Marisa Lobo, a psicóloga famosa por incitar politicamente o ativismo gay, tentou fazer isso. Em tuíte de 25 de novembro de 2020, Marisa disse:

“Caro @opropriolavo ,qdo não concordar com alguma ação do @jairbolsonaro é seu,nosso, dever e direito alertar. Mas saiba que críticas ditas de forma agressiva,só destroem,não constrói nada.Por outro lado, uma crítica construtiva, respeitosa ajuda e muito.Sejamos civilizados.”

Marisa Lobo e Joice Hasselmann


Milagre dos milagres, ele não a xingou, e quando ele não faz isso é porque a intenção dele é trazer para sua órbita os evangélicos que habitualmente ele chama de “evanjegue” — um mistura de evangélico e jegue.



A resposta de Marisa foi a um tuíte mau-humorado de Carvalho, onde ele disse:

“Bolsonaro: Se você não é capaz nem de defender a liberdade dos seus mais fiéis amigos, renuncie a vá para casa antes de perder o prestígio que em outras épocas soube merecer.”



O que Carvalho, por conta própria, rotula como os “mais fiéis amigos” de Bolsonaro são, na melhor das hipóteses, fascistas.

Vamos citar alguns desses “fiéis amigos.”

Sara Winter tornou-se conhecida internacionalmente depois que LifeSiteNews, o mais importante site pró-vida católico internacional, publicou uma reportagem em 2015 sobre ela, apresentando sua suposta conversão ao Catolicismo. A reportagem disse:

Sara Fernanda Giromini se tornou conhecida no Brasil e no mundo sob o pseudônimo “Sara Winter” em 2012, quando se tornou membro fundadora da Femen Brasil, e liderou um trio de moças em vários protestos topless que atraíram muita atenção da mídia. No entanto, apenas três anos depois, a jovem ativista fez uma reviravolta e declarou guerra ao feminismo e ao aborto, e está se desculpando com os cristãos por seu comportamento ofensivo.

Ela continua usando seu apelido, Sara Winter, que é a forma portuguesa de “Sarah Winter,” uma apoiadora nazista britânica e membro da União Britânica de Fascistas.

Num vídeo de 27 de maio de 2020, Sara disse que desejaria “trocar soco” com um ministro do Supremo Tribunal e afirmou que esse ministro “nunca mais vai ter paz na vida.” Ela disse:

Você me aguarde, senhor Alexandre de Moraes. Nunca mais vai ter paz na sua vida. A gente vai infernizar sua vida, vamos descobrir os lugares que o senhor frequenta, a gente vai descobrir quem são as empregadas domésticas que trabalham para o senhor… A gente vai descobrir tudo da sua vida até o senhor pedir para sair. Hoje o senhor tomou a pior decisão da sua vida.

Sara Winter é lider do grupo autointitulado “300 do Brasil,” que acampou em frente ao STF. O grupo, cujos membros vestem roupas camufladas parecidas com as roupas do Exército e portam armas, já foi chamado de “milícia armada” pelo Ministério Público do Distitro Federal e Territórios. Faz lembrar um grupo paramilitar.

Sara Winter


Em entrevista ao serviço noticioso em português da BBC de Londres, Sara disse que a presença de armas em seu acampamento é “para a proteção dos próprios membros.” A BBC disse:

Sara Winter gosta de publicar fotos segurando armas e diz nas redes sociais que “atira muito bem.”

Ela dá várias versões para os “300 do Brasil.” Ela diz que foi ideia de Olavo de Carvalho, que é o guro dela. Ela também diz, talvez para agradar a grupos diferentes, que o nome foi escolhido baseado nos “300 de Gideão,” do Antigo Testamento da Bíblia. Ela também diz que foi baseado nos “300 de Esparta.”

Sara também dá outras explicações para uma tatuagem em seu ombro de uma cruz de ferro, símbolo germânico que se tornou popular durante o regime nazista e era a principal condecoração nazista de guerra. Sara diz que a tatuagem era uma homenagem aos “cavaleiros templários da idade média,” mas a pesquisadora alemã Carina Book confirmou que é a cruz de ferro.

Sobre o acampamento dos “300 do Brasil” em frente do STF, ela disse: “Quem me pediu pra fazer tudo isso foi o professor Olavo.”

Não é de estranhar então que em 28 de maio de 2020, Olavo pediu a pena de morte para o ministro que pediu a ação da Polícia Federal contra Sara e outros. Mas se ele defende a pena de morte para o ministro que busca tirar o direito de expressão de Sara, então por que ele é o maior negador da Inquisição no Brasil? A Inquisição tirava de suas vítimas não somente seu direito de expressão, mas também suas propriedades e vidas.

Em algumas ocasiões Sara Winter declarou que recebeu treinamento na Ucrânia e que ela quer “ucranizar” o Brasil, uma postura difícil para os conservadores entenderem, pois a revolução ucraniana foi em grande parte financiada por George Soros, o governo de Obama e os neocons.

Nos treinamentos promovidos por Sara para seus “300 do Brasil,” são proibidos fotos e vídeos e exige-se roupa adequada para um treinamento físico de combate.

Sara Winter com sua máscara de caveira, de acordo com o site jornalístico A Publica


Numa foto dos “300 do Brasil,” Sara Winter aparece com outros militantes, usando uma máscara de caveira. A máscara é muito popular na Europa e nos Estados Unidos entre neonazistas. “A máscara de caveira virou uma estética universal fascista,” escreve o jornalista Jake Hanrahan no Twitter.

Grupo neonazista Atomwaffen Division e suas máscaras de caveira


No filme “A Vida de Sara,” um documentário biográfico produzido pela plataforma Lumine, apelidada de “Netflix conservadora,” Sara Winter diz que a FEMEN mandou dinheiro para que ela fosse treinada na Ucrânia e levasse esse treinamento ao Brasil.

O filme foi produzido por Matheus Bazzo, que também produziu o documentário sobre Olavo de Carvalho, “O Jardim das Aflições.”

No filme, Sara conta que que já se prostituiu e ela aparece atirando e manipulando armas de fogo.

Tal quadro parece problemático para a imagem dos cristãos conservadores que lutam contra a agenda de aborto e homossexualidade.

Entre os apoiadores dos “300 do Brasil” estão o jornalista do Terça Livre Allan dos Santos e o psiquiatra Ítalo Marsilli, que declarou em um de seus vídeos que mulheres não deveriam votar pois são fáceis de seduzir. Ele disse:

“Na democracia grega, a única do mundo que funcionou, não estava previsto o voto feminino. Quando o voto passa ser pleno, ou seja, mulheres e todo mundo pode votar, a gente vê que tem uma crise na regência do Estado. É muito fácil você convencer mulher de votar, é só você seduzi-la.”

Santos e Marsilli são adeptos também de Olavo de Carvalho. Santos foi um palestrante de destaque na CPAC Brasil em 2019, um evento que foi realizado com impostos e usado para glorificar Olavo.

Quanto a Bernardo Kuster, que junto com Sara e Santos foi também alvo da batida da Polícia Federal, ele abandonou a Igreja Evangélica para seguir o catolicismo sincrético de Carvalho. Hoje Kuster promove a ideia de que a Inquisição foi um tribunal de misericórdia — uma postura fortemente contestada pelo governo de Israel e pelos judeus. Aliás, em 2013, em visita ao Vaticano, Netanyahu deu ao Papa Francisco um exemplar de um volumoso livro contra a Inquisição escrito por seu pai.

Na próxima visita de Netanyahu ao Brasil, ele deveria dar um exemplar desse livro a cada membro do governo Bolsonaro. Alguns deles, que seguem Carvalho, acreditam que a Inquisição foi mentira, embora ela tenha também torturado e matado judeus no Brasil.

O que impede Olavo e seus adeptos, que fazem revisionismo descarado da Inquisição, de um dia também fazerem revisionismo do Holocausto? Afinal, as principais vítimas de ambos eram justamente os judeus.

É impossível entender esse quadro caótico sem compreender que Olavo de Carvalho, que tem um histórico ocultista, é membro da Escola Tradicionalista. Recentemente, o escritor judeu americano Benjamin R. Teitelbaum lançou o livro “War for Eternity” (Guerra pela Eternidade), publicado por HarperCollins, a maior editora dos EUA. O livro faz um mapa da Escola Tradicionalista e seus principais representantes em vários países. O representante para o Brasil é Olavo. Teitelbaum apresenta a Escola Tradicionista como uma seita ocultista.

Por sua própria natureza, o ocultismo traz caos.

O fato é que Marisa Lobo se meteu numa confusão grande demais para sua cabeça minúscula porque ela precisa mudar de órbita rapidamente. Ela já concorreu a vários cargos políticos — e perdeu todos. Sua última derrota foi para a prefeitura de Curitiba em 2020. Mas quem sabe agora, com Carvalho tão pertinho de Bolsonaro, essa mulher, que é tão rejeitada pelo eleitorado, não possa subir pelas portas dos fundos através de uma boquinha no governo Bolsonaro com a ajudinha de Carvalho?

Marisa Lobo é uma grande oportunista. Quando Carvalho passou anos xingando os evangélicos e exaltando a Inquisição, ela manteve sua boca fechadinha. A Inquisição é equivalente ao Holocausto, com a diferença de que enquanto a Inquisição toturava e a matava judeus e evangélicos, o Holocausto torturava e matava judeus.

Mas o que isso importa para Marisa oportunista?

Só sei de uma coisa. Quando Carvalho ameaçou derrubar Bolsonaro, o Pr. Silas Malafaia disse com todas as letras que Carvalho é um astrólogo covarde e falido. Nessa época, Marisa oportunista ficou de boca caladinha.

Depois que Carvalho disse que “tudo o que acontece de mau no Brasil vem das igrejas evangélicas,” Malafaia o chamou de “Astrólogo idiota.” De novo, Marisa oportunista ficou quietinha. A oportunista não tomou nenhuma defesa de Malafaia

Mas agora, com todas derrotas eleitorais, inclusive para a prefeitura de Curitiba, Marisa parece estar disposta a vender ou até mesmo dar de graça sua alma ao diabo. E isso não é figura de linguagem. Em 2017, em entrevista à BBC de Londres, “Olavo de Carvalho elogiou o petista Eduardo Suplicy e disse que trabalharia até com Satanás pelo Brasil.”

Nessa entrevista iluminadora, ele deixou claro que ele está mais que disposto a uma parceria com Satanás. É impossível duvidar dessa parceria, pois Carvalho tem um histórico de décadas de envolvimento com o ocultismo e satanismo.

Só há um problema: Satanás nunca faz bem para ninguém, nem para pessoas nem para nações.

Se Carvalho quer trabalhar com Satanás, o problema (e azar) é dele. Se Marisa Lobo (lobo politicamente voraz camuflado de ovelha) quer uma aproximação com o amigo de Satanás, o problema (e azar) é dela. E não é a primeira vez que Marisa trabalha com Satanás. Ambicionando cargos políticos, Marisa se envolveu com o movimento do Rev. Moon, o famoso falso messias. De nada adiantou. Ela perdeu todas as eleições.

Mas que ela não venha reclamar se depois Malafaia também chamá-la de covarde, falida e idiota. Falida ela é comprovamente pelas muitas eleições que ela perdeu. Falidíssima.

Agora, vamos a alguns pontos importantes. Não tendo condição nenhuma de se eleger para nenhum cargo político com a ajuda de eleitores que evidentemente não gostam dela, Marisa fez o papel feio de atacar a ministra Damares Alves por políticas homossexualistas que têm total apoio do Presidente Jair Bolsonaro. Isto é, em vez de criticar simultaneamente Damares e Bolsonaro, a oportunista e covarde atacou somente Damares.

Ela atacou Damares e adulou Bolsonaro — num oportunismo nojento e asqueroso —, pois já que os eleitores não gostam dela, ela só tem uma chance de ganhar um cargo governamental: a boquinha política de Carvalho ou Bolsonaro.

Contudo, antes desse episódio, escrevi um artigo alertando que a postura dela de rotular o profeta Elias como digno de ser paciente de hospital psiquiátrico foi um disparate cósmico, digno de uma mente que não estuda a Bìblia há muito anos, se que é que Marisa já estudou a Bíblia.

Pior: Contrariando a Bíblia Marisa transformou Elias num homem que vivia em constante estado de depressão e suicídio. Se há uma pessoa em necessidade de internamento psiquiátrico não é Elias. É a própria Marisa, que ficou tão furiosa com meu artigo corrigindo sua pésssima teologia que apenas criticou seu uso extremista da psicologia ela me chamou de “blogueiro terrorista.” Tal comportamento extremista dela se encaixa em fascismo. Ela, pois, que não venha reclamar se a chamarem de fascista. Ela própria deu toda munição para isso.

Se informalmente trabalhando com Satanás para “ajudar” o Brasil, Olavo de Carvalho já está fazendo um estrago satânico imenso no Brasil, o que dirá se ambos receberem a ajuda de uma psicóloga que, perdendo todas as eleições, busca, mediante adulação, uma boquinha digna de lobo travestido de ovelha?

Só um falso evangélico transformaria o profeta Elias num doente psiquiátrico e transformaria Olavo de Carvalho num homem de mente não satânica e não demoníaca. Só uma psicóloga espiritual e mentalmente doente faria isso.

O que vemos então é uma Marisa Lobo vestida de ovelha que deturpa a Bíblia, transformando Elias num homem depressivo e suicida, e transformando Olavo de Carvalho num homem menos satanista e ocultista do que ele sempre foi. Vergonha das vergonhas: Atacar Elias e defender o astrólogo Olavo. E depois Marisa acha que quem merece camisa-de-força é Elias?

Para um governo legitimamente cristão, Marisa vai ser o fracasso político e teológico que ela sempre foi. Mas para um futuro governo do Anticristo, sua ultiliade será imensa, pois muito mais que uma inocente ovelha perdedora, ela é uma lobo predador.

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada:

Marisa Lobo sugere que profeta Elias precisava de internamento em hospital psiquiátrico e acusa críticos cristãos de sua psicologia de “terroristas”

O que está por trás da campanha de Marisa Lobo contra a ministra Damares Alves?

Depressão, suicídio e o profeta Elias

Sociedade e igrejas se prostrando diante dos psicólogos

Marisa Lobo, Embaixadora da Paz de Quem?

Elias: provisão estranha numa missão profética na esfera política

A volta do profeta Elias: o que a unção de Elias representa para as famílias e para o mundo político nestes últimos dias

Depois de chamar governo Bolsonaro de “merd*,” Olavo de Carvalho diz que pode derrubá-lo

Silas Malafaia chama Olavo de Carvalho de covarde e astrólogo falido depois que Olavo ameaçou derrubar governo Bolsonaro

Olavo de Carvalho diz, incluindo outras instituições, que “tudo o que acontece de mau no Brasil vem das Igrejas Evangélicas,” que ele igualou ao Partido Comunista

“Astrólogo idiota”: Resposta do televangelista Silas Malafaia a Olavo de Carvalho, que disse que “tudo o que acontece de mau no Brasil vem das igrejas evangélicas”

Olavo de Carvalho elogia Suplicy e diz que trabalharia até com Satanás pelo Brasil

5 comentários :

Paulo Ricardo Martins Camargos disse...

Ao contrário da crença e do imaginário popular, na Idade Média (Era Medieval) a educação era compulsória e obrigatória, as crianças eram propriedade do Estado e caso os pais não matriculassem os seus filhos nas escolas estatais, que eram propriedade do Estado e da Igreja Católica, os pais perdiam a guarda dos seus filhos, o que acontece até hoje nos países socialistas e comunistas e até mesmo aqui em Banânia (ou Brasil para os estatistas)

Julio Severo disse...

Antes de Lutero as escolas da Idade não eram para povo. Era exclusivemente para] a elite catóica. O oovo comum não tinha nenhuma acessoa esssa a educação que era ministrta em latm. Só com Martinho Lutero a ducação para todos, em alemão, foi disposibilizada. Em alemão para pobres.
Antess e Lutero, a educação era para a todos e em alemães.Aem Lutero, a eduação era aos filhos da elite e só era em latim. Lutero mudou tudo. Sem Luter crou esclas públicas em alemão.
a

Paulo Ricardo disse...

Mas como a educação era compulsória e obrigatória na Idade Média (Era Medieval), a educação e o ensino na Idade Média eram de péssima qualidade, pois havia muito mais doutrinação político-ideológico-partidária do que educação de verdade e quem tinha uma opinião divergente da Igreja Católica era silenciado e calado através da destruição de reputações, como ocorre até hoje no Brasil

Pedro Henrique disse...

Haja paciência pra ler seus constantes ataques ao Olavo. Seja homem e cristão de verdade e vá até a casa dele pra uma conversa de adultos. Resolvam isso! O sr ganhou muito prestígio, ajuda e audiência porque o próprio Olavo divulgava muito o teu trabalho. Eu sou um dos que acompanharam aquele tempo. Então coloque a não na tua consciência Julio e seja no mínimo grato.

Julio Severo disse...


Ô Pedro olavista extremista, você está invertendo a realidade e ainda por cima mentindo! Não existe um único ataque meu contra Olavo. Veja que vários escritores americanos denuncianaram o ocultismo de Carvalho. O que ele fez em resposta? Ameaçou processar os escritores americanos? NÃO!!!! Mas ele já produziu vários vídeos pedindo para a Polícia Federal ir atrás de mim só porque denunciei as mesmas coisas que os escritores americanos fizeram. Estou no meu direto legal nacional internacional de denunciar o que precisa ser denunciado, e faço isso sem xingar ninguém.

Já que você é do tipo que gosta de se meter em questões alheias, me diga em que o Olavo me ajudou? Por iniciatva dele, Olavo me convidou para trabalhar no site dele. Como tenho família e vários filhos, achei que ele teria consideração de pelo menos me pagar um módico salário. Afinal, o Mídia Sem Máscara recebia patrocínio de grande empresas. Até hoje, ninguém sabe para onde foi todo esse dinheiro. SUMIU. Trabalhei no Mídia Sem Máscara, o site do Olavo, como o primeiro colunista evangélico, para atrair evangélicos. Trabalhei durante mais de 10 anos sem receber um único centavo de salário, enquanto o Mídia Sem Máscara recebia patrocínio de grandes empresas. Em vez do astrólogo pegar uma parte desse grande patrocínio e pagar um salário para os colunistas necessitados, ele ficava com tudo para si. Ele tinha condições de abrir o próprio bolso para ajudar quem muito fez por ele. Mas ele não fez isso. Ele esmolou por mim diante do público uma ou duas vezes para se pintar de generoso. Parece muito com Cuba enviando médicos cubanos ao Brasil. Cuba ficou com a fama de ajudadora compassiva, como se fosse generosidade comunista ao Brasil. Mas a verdade é que Cuba recebeu BILHÕES do programa Mais Médicos. Olavo tb ficou com fama de generoso ao apelar uma ou duas vezes de esmolas por mim ENQUANTO EU TRABALHEI DE GRAÇA PARA ELE DURANTE MAIS DE 10 ANOS. Uma ou duas vezes de esmola jamais compensam mais de uma década de trabalho. A obrigação moral e trabalhista dele era pagar um salário para mim, em vez de abusar de meus anos de trabalho e abusar do bolso dos outros para fazer propaganda de generoso e compassividade quando ele tinha e tem uma enorme dívida trabalhista comigo.

Olavo brigou com muita gente. Ele brigou com o principais colunistas do Mídia Sem Máscara, inclusive o Dr. Heitor DePaola e Graça Salgueiro. Leia este atigo: Instituto Inter-Americano foi fechado por causa de Julio Severo, acusa Olavo de Carvalho, que pediu que seus adeptos escrevam contra Severo https://bit.ly/2VuaZFt

Portanto, é extremamente imoral e crimininoso pintar Olavo, que me explorou financeiramente como vítima, e tentar me pintar como opressor, quando não ganhei um único centavo de salário. Sua atitude é legalmente criminosa a calunidora.

REGISTRE ISTO: Na primeira oportunidade vou acionar meu advogados no Brasil para processarem você. Você está incorrendo em crime de calúnia e difamação.