7 de agosto de 2020

“Vou tentar ser um bom menino”: presidente da Universidade da Liberdade, Jerry Falwell Jr., pede desculpas por postar uma foto no Instagram mostrando-o em calças com o zíper aberto e o braço em volta de uma mulher


“Vou tentar ser um bom menino”: presidente da Universidade da Liberdade, Jerry Falwell Jr., pede desculpas por postar uma foto no Instagram mostrando-o em calças com o zíper aberto e o braço em volta de uma mulher

Frances Mulraney para o Dailymail.com
Comentário de Julio Severo: A reportagem a seguir, do jornal secular DailyMail, mostra a incoerência de Jerry Falwell Jr., filho do famoso pastor batista Jerry Falwell. O filho de Falwell é evangélico conservador e o presidente da maior univesidade evangélica conservadora dos EUA, a Liberty University, que exige que os alunos se vistam de forma decente. Mas o presidente não conseguiu seguir essa regra, e seu caso virou escândalo internacional. Publico esta reportagem para mostrar que os líderes evangélicos precisam praticar o que pregam a fim de não passarem vergonha nacional e internacional. Eis a reportagem:
Jerry Falwell
O presidente da Universidade da Liberdade (Liberty University) e proeminente apoiador de Trump, Jerry Falwell Jr., se desculpou na quarta-feira por postar uma foto online que o mostrava com as calças com zíper aberto e o braço em volta de uma mulher.
A foto, postada e deletada do Instagram na terça-feira, gerou polêmica por causa do rígido código de conduta para estudantes da Liberty University, que exige que eles se vistam com “decência” “modéstia.”
Falwell tentou explicar o post em uma entrevista rara ao programa Morninline no WLNI 1059, em Lynchburg, Virgínia, na manhã de quarta-feira, alegando que a mulher era assistente de sua esposa e que ele “tentará ser um bom menino daqui para frente.”
“Você sabe que estava esquisito, porque ela estava grávida, ela não conseguia levantar as calças e eu estava tentando curtir — meu, eu estava com uma calça jeans que eu não usava há muito tempo, então também não consegui fechar o meu zíper,” disse o influente líder evangélico.
“E então eu apenas coloquei minha barriga — eu apenas coloquei minha barriga para fora como a dela,” acrescentou, chamando a assistente de sua esposa de “um amor.”
De acordo com o site Politico, a mulher marcada na postagem original foi Kathleen Stone, cuja página no Facebook lista a Liberty University como seu local de trabalho.
“Eu nunca deveria ter postado isso e a envergonhado porque, de qualquer maneira, eu me desculpei com todo mundo e prometi aos meus filhos que vou tentar ser um bom menino daqui em diante,” acrescentou Falwell.
Ele também foi questionado sobre se a foto era para ser uma paródia do programa de TV “Trailer Park Boys.”
“Tanto faz,” ele respondeu. “Foi uma festa à fantasia em — estávamos de férias. E, de qualquer forma, para encurtar a história, foi apenas uma diversão. É isso aí.”
Falwell rapidamente apagou a foto original na terça-feira, que foi postada ao lado de várias outras fotos de férias que pareciam ter sido tiradas em um iate.
Contudo, a foto foi salva e compartilhada online, por Robert Downen, correspondente de religião do jornal The Houston Chronicle.
No post, Falwell é visto com um braço em volta de uma mulher cujos shorts parecem estar desabotoados enquanto ele está vestindo calças com o zíper aberto, com a cueca aparecendo por baixo.
O presidente da universidade também está segurando um copo contendo um líquido de cor escura, enquanto a legenda dizia: “Mais fotos de férias. Muitos bons amigos nos visitaram no iate.”
“Prometo que é apenas água preta no meu copo. Foi apenas um acessório”, acrescentou a legenda.
A foto foi condenada por esquerdistas e conservadores, já que a universidade evangélica liderada por Falwell impõe um código de conduta estrito para seus alunos.
Estudantes da Liberty University, que foi fundada pelo pai de Falwell, são proibidos de ter relações sexuais fora do casamento “ordenado biblicamente” e também são proibidos de se envolver com mídia que contenha letras obscenas, conteúdo sexual e nudez.
Eles têm de seguir um código de vestuário que declare: “Limpeza, ordem, decência e modéstia são os fatores orientadores gerais em relação ao vestuário.”
Falwell foi fortemente criticado como hipócrita por postar algo com a barriga exposta, considerando as políticas rígidas de sua escola.
“Essa foto de Jerry Falwell Jr. é real?” tutiou Meghan McCain.
“Além disso, se você dirige a maior universidade cristã dos EUA, talvez não seja bom colocar fotos suas nas redes sociais com as calças abertas em um iate — com mulheres aleatórias em perucas ruins. Tão grosso, tão hipócrita.”
A Liberty University não comentou sobre a foto de Falwell ou sobre a controvérsia que se seguiu.
Esta não é a primeira vez que o presidente é pego em controvérsia por fotos supostamente indecentes.
O site Politico relatou em 2019 que encontraram fotos do líder cristão visitando uma boate em Miami em 2014.
Leitura recomendada:

3 comentários :

Xracer disse...

Como os americanos dizem : "Shame on you, shame on you" :-(

victor disse...

No minimo, uma VERGONHA !!
Camarada não tem postura, deveria ser demitido imediatamente 😠

Luciano Betim disse...

Eita... Postura anti-ética.

Mas pergunto: "A mulher também se desculpou?" Afinal estava com o shorts aberto também.