19 de agosto de 2020

Profecia de David Wilkerson e a Praga do Apocalipse


Profecia de David Wilkerson e a Praga do Apocalipse

Julio Severo
O livro mais profético da Bíblia, contendo revelações para os últimos dias, é o Apocalipse, que diz:
“Olhei, e diante de mim estava um cavalo amarelo. Seu cavaleiro chamava-se Morte, e o Hades o seguia de perto. Foi-lhes dado poder sobre um quarto da terra para matar pela espada, pela fome, por pragas e por meio dos animais selvagens da terra.” (Apocalipse 6:8 NVI)
David Wilkerson
O Apocalipse mostra que as punições de morte por guerras, fome e pragas nos últimos dias são o resultado do pecado nas nações.
O coronavirus, ou COVID-19, veio da China, uma nação comunista engajada há décadas na perseguição contra os cristãos. E o vírus se espalhou por poderosas nações cristãs — os EUA, a maior nação evangélica do mundo, e o Brasil, a maior nação católica do mundo.
Os EUA e o Brasil deveriam ter repreendido a China por suas violações de direitos humanos contra os cristãos, mas sempre preferiram colocar o comércio acima de vítimas inocentes.
Em 2017, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitou a China no primeiro ano de seu governo, e chegou a parabenizar a China pelo aniversário de sua revolução comunista que matou milhões de chineses.
Se a China hoje é grande e capitalista é porque os EUA tornaram a China grande e capitalista. Se a China é hoje uma grande ameaça comunista, é porque os EUA, em suas ambições comerciais, fizeram da China tal ameaça enorme.
Tanto Trump quanto Bolsonaro não usaram suas visitas para defender os cristãos, que são imensamente perseguidos na China há décadas.
Portanto, não é de se estranhar que os EUA e o Brasil tenham se tornado os principais focos do coronavírus, como resultado da disseminação do vírus da China ou, em termos bíblicos, como resultado dos pecados dessas nações colocando interesses comerciais acima dos direitos humanos dos cristãos perseguidos pela China comunista.
Curiosamente, o vírus da China atingiu exatamente o comércio, fechando negócios em todos os Estados Unidos, Brasil e outras nações, causando enormes perdas econômicas.
Assim, foi inútil os EUA e o Brasil colocarem o comércio acima da opressão contra os cristãos. No final das contas, o comércio não valeu a pena.
Em uma profecia poderosa na década de 1980, o Rev. David Wilkerson, autor do livro “A Cruz e o Punhal,” disse que a América, ocupada no comércio e no capitalismo sem Deus, se encaixa no papel da Grande Babilônia no livro do Apocalipse na Bíblia. Babilônia é retratada na Bíblia como um sistema ou nação ocupada no comércio e no capitalismo sem Deus.
Algumas pessoas poderiam interpretar as pragas do Apocalipse como um castigo enviado por Deus, mas hoje nós, que vivemos nos últimos dias, entendemos que pragas como o coronavírus não são enviadas por Deus, mas pelos pecados das pessoas e nações. O coronavirus veio da China comunista. É uma praga comunista, alimentada por nações capitalistas que engrandeceram a China e sua ameaça comunista.
Será que o vírus da China poderia ser uma das pragas apocalípticas do Apocalipse?
Pode haver algum sentido profético no que está acontecendo? Deus pode estar permitindo essa epidemia como consequência dos pecados de pessoas e nações?
O Dr. Mike Evans comentou:
Enquanto eu preparava esta mensagem na minha sala de oração, peguei uma Bíblia antiga. Tenho várias dezenas de Bíblias, e uma nota caiu dessa Bíblia antiga e, enquanto a lia, eu estava tremendo e chorando. Aqui está o motivo. A nota foi escrita em 1986 numa terça-feira. Eu estava tomando café da manhã com um pastor chamado David Wilkerson no Embassy Suites, perto do aeroporto de Dallas Fort-Worth. A carta que ele me mostrou estava endereçada ao Rev. Richard Dortch, que administrava a rede de televisão cristã PTL sob Jim Bakker. A carta dizia: “Rev. Dortch, dentro de 12 meses a partir da data desta carta, o julgamento de Deus cairá sobre a PTL. Você está fornicando com tijolo e pedra. Fuja agora e se arrependa. Morcegos voarão pelo prédio vazio.” Um mês depois, eu estava com Dortch, e ele zombou da carta de David, dizendo: “se eu fornicar, não será com tijolo e pedra. Esses ataques não são contra mim ou Jim Bakker, são contra Deus.”
Exatamente 12 meses depois daquele dia o jornal Charlotte Observer revelou o escândalo da PTL. Doze meses depois do dia da carta de Dave Wilkerson. Mas ele me disse outra coisa que eu escrevi. Ele disse: “Vejo uma praga surgir no mundo e os bares, igrejas e governo sendo fechados. A praga atingirá a cidade de Nova Iorque e a sacudirá como nunca foi sacudida. A praga forçará os crentes que não oram a orarem de forma radical, a lerem suas Bíblias e o arrependimento será o clamor dos verdadeiros homens de Deus no púlpito. E disso virá um terceiro Grande Despertamento que varrerá os EUA e o mundo.” — David Wilkerson.
Então Evans disse que a praga do coronavírus na cidade de Nova Iorque a sacudiu como nunca antes foi sacudida.
O pecado traz morte, inclusive a morte espiritual e eterna.
O que podemos fazer? As pessoas precisam saber que Jesus morreu para libertá-las do pecado e do inferno. Pior que o coronavírus é partir para a eternidade sem a salvação de Jesus. Mas como as pessoas saberão sobre essa salvação se não falarmos sobre o que Jesus fez na cruz por elas?
Jesus é maior do que o coronavírus, a China e suas ameaças comunistas e todas as doenças e morte. Seu sangue é poderoso para proteger e salvar. Então, vamos correr para Ele.
Em tempo e fora de tempo, devemos proclamar e demonstrar o Evangelho do Reino de Deus, curando os doentes e expulsando demônios, exatamente como Jesus nos ensinou.
Com informações do boletim de Mike Evans.
Leitura recomendada:

3 comentários :

Alexandre disse...

Tal qual na época de Jesus, quando o Cristo esteve entre eles e nem os próprios sacerdotes se aperceberam, até o seu arauto João Batista, mesmo depois do sinal visto durante o batismo, ainda pediu para seus discípulos confirmarem com o mesmo, talvez já estamos vivendo o próprio apocalipse, mas baseado em uma interpretação literal ou até mesmo errônea das escrituras, ainda não nós demos conta disso.

Unknown disse...

Olá julio eu gostaria de saber se você vai comentar sobre a prisão de Steven Banno?

Felipe disse...

João Batista disse para seus seguidores irem perguntar a Jesus porque eles mesmos estavam em dúvida não João Batista, lembra que ele mesmo batizou Jesus
João Batista não tinha dúvida nenhuma que Jesus era o filho de Deus
Mas sim aqueles homens que eram seus seguidores