12 de junho de 2020

Olavo de Carvalho pede que governo Bolsonaro lance serviços de investigação contra escritor evangélico Julio Severo


Olavo de Carvalho pede que governo Bolsonaro lance serviços de investigação contra escritor evangélico Julio Severo

Julio Severo
Em um apelo ao governo do Presidente Jair Bolsonaro, Olavo de Carvalho, um imigrante brasileiro autoexilado nos EUA desde 2005, pediu medidas enérgicas contra pessoas que escrevem contra ele, aos quais ele classificou como “difamadores.” Em especial, ele apontou a mim, Julio Severo, como principal ameaça a ele. Ele disse:
“Eu preciso de alguns serviços de investigação que o governo poderia fazer para mim. Por exemplo, eu tenho vários difamadores que vivem escondidos em lugares incertos e não sabidos no exterior. Vou lhe dar um exemplo: Esse tal de Julio Severo. Esse cara está escondido do Brasil há mais de 20 anos, escrevendo coisas contra mim. Ele escrevia para todos os membros do Inter-American Institute. Toda semana tinha uma mensagem. Ele me acusa de terrorista, de espião, de contrabandista de drogas e de tudo o que você possa imaginar. Como é que eu posso localizar esse cara e mover um processo contra ele?”
Confira o vídeo aqui: https://youtu.be/__HgUyuZcRo

O apelo de Carvalho foi publicado em vídeo em 11 de junho de 2020. Na verdade, essse apelo foi mais especifício do que seu vídeo de 7 de junho de 2020, onde ele ameaçou derrubar o governo Bolsonaro se queixando: “Há décadas existe esse gabinete de ódio contra o Olavo de Carvalho, porra, e venha depois dizer que você é meu amigo. Você não é meu amigo não.” Confira o vídeo aqui: https://youtu.be/dnvsemsyYTA

As ameaças de Carvalho são levadas a sério porque o próprio Presidente Jair Bolsonaro o leva a sério. Quando Carvalho quer um de seus adeptos no governo, Bolsonaro lhe atende. Quando Carvalho não quer, Bolsonaro o demite. Será diferente sobre seu pedido de investigação contra mim?
Embora no vídeo de 7 de junho Carvalho não tenha dado nomes aos integrantes do tal gabinete de ódio contra ele, no video de 11 de junho ele fez questão de revelar o que ele julgou ser o nome principal: Julio Severo.
Como um menino mimado e birrento, ele reclamou que Bolsonaro não é amigo dele — uma truque emocional para fazer Bolsonaro iniciar alguma investigação contra mim e entregar minha cabeça numa bandeja a ele.
Fiz uma única viagem à Rússia, acompanhado por líderes evangélicos, católicos e judeus americanos para participar de uma conferência pró-vida conservadora no Kremlin. Essa viagem foi totalmente paga em grande parte por evangélicos americanos e alguns evangélicos brasileiros. Carvalho sentiu que essa única viagem lhe deu a desculpa perfeita de fantasiar inúmeras viagens minhas pagas pelo governo russo. Quem me conhece pessoalmene sabe dos apuros financeiros que passo para me sustentar num país estrangeiro. Minha vida, nem de longe (sem casa própria e sem mordomias), parece a vida de um homem sustentado por um governo estrangeiro. Sustentar sete filhos é um grande desafio.
Carvalho me difamou em vídeo e ainda pediu investigação da Polícia Federal contra mim com base na difamação dele. Não seria mais correto a Polícia Federal investigar a pessoa que está ameaçando e difamando um pai de família?
Na sua difamação de 11 de junho de 2020, Carvalho disse que eu o acuso “de terrorista, de espião, de contrabandista de drogas.” Supostamente, de acordo com ele, envio essas acusações ao Inter-American Institute (IAI), cujos membros têm contato comigo há uma década. Alguns deles têm contato comigo antes de o IAI existir.
Embora eu tenha contato semanal com vários membros do IAI, e já tive encontros pessoais com homens ligados ao IAI, nenhum eles nunca recebeu correspondência minha com as acusações que Carvalho inventou de mim contra si mesmo.
Meus textos para os membros do IAI e para o público evangélico americano são que Carvalho tem histórico ocultista e seu alegado comportamento conservador é guiado por sua formação na Escola Tradicionalista, uma seita esotérica onde seus membros seguem o bruxo islâmico René Guénon.
Não é crime denunciar o ocultismo. E não há motivo para a Polícia Federal ou o governo investigar esse assunto.
Não existe motivo algum para prender ninguém que faz tais denúncias.
Mas é crime difamar, dizendo que a vítima acusou Carvalho de “de terrorista, de espião, de contrabandista de drogas.” É uma acusação totalmente falsa. Tal acusação é difamação. E difamação  é crime ou não?
Carvalho usa assim da liberdade das leis americanas para difamar sua vítima e ainda insistir em que o governo Bolsonaro adote medidas enérgicas contra a vítima, que sou eu, Julio Severo.
Carvalho ameaça sua vítima exclusivamente porque não gosta do que sua vítima escreve contra ele e suas ideias.
O apelo de Carvalho ao governo Bolsonaro contra mim, totalmente embasado em difamações e fantasia maliciosa, constitui ameaça à minha liberdade de expressão e talvez até minha integridade física e subsistência de meus vários filhos.
Ameaça não é a resposta de um filósófo verdadeiro às denúncias teóricas de um escritor evangélico que usa documentos para escrever seus artigos.
Ameaça é o recurso de indivíduos ditatorias que odeiam ser confrontados em suas mentiras e segredos sujos.
Não sei se o governo Bolsonaro, que vem atendendo as birras de Carvalho, já iniciou alguma investigação contra mim por causa das minhas opiniões evangélicas, mas diante dessa ameaça, que se encontra devidamente gravada e registrada, apelo a líderes evangélicos americanos que me ajudem, pois sou um pai com sete filhos de 3 a 15 anos.
Não tenho forças para me proteger contra o governo Bolsonaro.
Em 2019, Carvalho pediu uma investigação da Polícia Federal contra mim.
Em 2020, ele reforça o apelo e pede serviços de investigação do governo Bolsonaro contra mim.
Quem poderá socorrer a mim e a minha família contra essas ameaças de um Rasputin que influencia o governo Bolsonaro?
Peço que líderes evangélicos americanos pressionem o governo Trump sobre Olavo de Carvalho, que vive em Richmond e goza, usa e abusa das liberdades que os EUA lhe deram para ameaçar e perseguir um evangélico brasileiro pelo “crime” de denunciar o ocultismo de Carvalho e de denunciar também que ele é o maior defensor brasileiro da Inquisição, que torturava e matava judeus e evangélicos.
O governo Trump nada pode fazer contra um imigrante brasileiro que usa e abusa das liberdades americanas para ameaçar um evangélico brasileiro?
O governo Trump pode fazer alguma coisa para ajudar um evangélico brasileiro contra as ameaças de um imigrante brasileiro auto-exilado que usa e abusa das liberdades americanas?
Leitura recomendada:

7 comentários :

Flávio disse...

Bolsonaro vai ficar fazendo a vontade desse velho? Malafaia ja detesta Olavo, ta na hora dos evangélicos, verdadeiros responsáveis pela Vitória de Bolsonaro, reagirem a essa ameaca. Se afastar de Bolsonaro pra ver se ele,totalmente isolado, desperta pros seus eleitores.

Cicero disse...

Julio, veja com um amigo advogado cristão aí, e processe esse Olavo por difamação, calúnias, mentiras, preconceito, discriminação, intolerância e ataques à sua liberdade de expressão, ideias, pensamentos, crenças e pesquisas históricas, filosóficas, religiosas. Afinal, a LEI dos homens também serve pra vc!

E J Kovaleski disse...

Sim. Pro enquanto é conveniente para o Bolsonaro acender uma vela para Deus e outra para o diabo. Ele faz isso todo dia. Os evangélicos continuarem apoiando esse político só servirá para alimentar a ignorância dele. O astrólogo/católico de meia-tijela chama os crentes de “evanjegues” justamente por que os que o seguem são isso mesmo! Como ele manipula muitos ignorantes que se dizem evangélicos ele generaliza. Típico de um esquizofrênico com mania de Nero. Um caboclo como esse ter seguidores fracos, bajuladores e ignorantes é fácil de entender (até Hugo Chávez tinha), mas alguém que conhece o mínimo da Bíblia teria que ter o mínimo de discernimento para não apresentar esse quadro patológico de seguidor de astrólogo.

Alexandre disse...

Malafaia sonha em ocupar o cargo de conselheiro-mor de Olavo, (que na minha opinião seria muito mais útil à nação do que o astrólogo, embora corra grande risco de queimar sua biografia e por tabela jogar na lama o nome de várias denominações evangélicas que o apoiam), mas não conta com a simpatia do vice e nem dos filhos de Bolsonaro, que são a verdadeira eminência parda por trás do presidente.

Agatha Oliveira disse...

Irmão Julio Severo, Deus continue te usando para condenar abertamente as obras das trevas e te guarde.

Maciel disse...

Julio. Te admiro irmão. Vc é um guerreiro. A vitória é sua.

Pr Henrique EBD NA TV 99-99152-0454 disse...

Creio que o Olavo está vendo seu próprio fim e quer arrumar alguém para culpar de seu fracasso.