24 de fevereiro de 2020

Richard Grenell: Cavalo de Tróia homossexual


Richard Grenell: Cavalo de Tróia homossexual

Scott Lively
Chega um momento na evolução da agenda progressista em que os verdadeiros conservadores devem parar de usar o argumento “declive escorregadio” porque o lugar para o qual degeneramos deve ser condenado como é. Essa é a situação hoje dos conservadores americanos que o herói que eles estão apoiando unidos para combater a agenda progressista adotou um de seus princípios mais insidiosos e destrutivos. Estou falando do fato de que o presidente Trump nomeou o homossexual assumido e impenitente Richard Grenell para o cargo de diretor interino de todos os órgãos de serviço secreto dos EUA.
O princípio insidioso e destrutivo da ideologia progressista a que estou me referindo é a “Teoria da Orientação Sexual” — uma ciência falsa inventada por estrategistas políticos progressistas com o objetivo de normalizar o estilo de vida LGBT e desnormalizar a família natural. Tem ainda menos legitimidade do que “ciência da mudança climática.”
Francamente, se Richard Grenell mantivesse suas inclinações sexuais para si e dissesse às pessoas que cuidassem de seus próprios assuntos sobre sua vida privada, eu estaria mais inclinado a considerar os argumentos “baseados em mérito” para sua nomeação (embora, à primeira vista, seu currículo esteja longe de qualificá-lo para esse cargo). Mas no minuto em que ele tornou pública sua parceria doméstica homossexual, ele se tornou um agente de mudança marxista, sua própria presença em cargo governamental um argumento de que uma “orientação” homossexual é equivalente à sexualidade normal. (Quem na história americana já desejou esse objetivo? Não foram os conservadores!)
Quando Grenell fez isso, ele passou dos limites. O que ele quer não é tolerância razoável de nossa sociedade genuinamente magnânima cujo lema é “viva e deixe viver.” Ele está exigindo aceitação do público. E ao dar esse passo, ele também implicitamente endossou a estratégia progressiva de celebrar seu estilo de vida de homossexualidade assumida como progresso social, integrando-o à força na sociedade e punindo aqueles que se opõem.
Estas são as “cinco etapas do supremacismo gay” sobre as quais aviso há 30 anos:
1. Tolerância
2. Aceitação
3. Celebração
4. Participação forçada na cultura “LGBT” e
5. Punição de Dissidentes
Como um cavalo de Tróia no movimento conservador, Grenell pode não defender abertamente esses objetivos, mas essa agenda serve aos seus interesses. E, é claro, ele não será comemorado pelos idiotas da extrema esquerda, porque ele assume uma posição mais conservadora em outros assuntos do que eles tolerarão. Mas ele será, e está sendo, celebrado por “idiotas úteis” (termo de Vladimir Lênin, não meu) no movimento conservador que esqueceram exatamente o que o conservadorismo deveria conservar e que estão se mudando gradualmente para a esquerda em seus pensamentos, e já ultrapassaram até John F. Kennedy e quase todos os esquerdistas da década de 1950.
O conservadorismo não mudou — os “conservadores” mudaram, através de uma dieta gradual de décadas de propaganda esquerdista combinada com um medo de contrariar o politicamente correto.
A disposição dos conservadores de se deslocarem para a esquerda ano após ano é por que agora me chamo de constitucionalista. Agora trabalho para mover os EUA para a direita e recuperar o terreno em que os “conservadores” se renderam. Mas ainda trabalho para despertar os conservadores de hoje para os perigos de sua transformação em câmera lenta nos esquerdistas de ontem.
O que o conservadorismo tem o objetivo de conservar é a “liberdade com ordem” da república constitucional que foi legada aos americanos pelos Fundadores dos Estados Unidos. A “ordem” dessa liberdade é a ordem natural do “Deus da natureza” (invocado na Declaração de Independência), inclusive, entre outros, a família natural de um homem e uma mulher unidos em um casamento heterossexual monogâmico por toda a vida.
Os Estados Unidos nunca foram uma “teocracia,” e não estou defendendo uma. A filosofia política americana sempre foi “secularismo baseado em leis naturais,” que significa não-sectária, mas teísta, com base em Gênesis 1: 1, uma verdade defendida perpetuamente como lema nacional americano, orgulhosamente estampada em todo dinheiro americano: “Em Deus Confiamos.” É também expressamente defendida como fato histórico pelo Suprema Tribunal dos EUA, não como uma mera nota de rodapé, mas como um tratado legal de 27 parágrafos fortemente documentado na decisão.
O marxismo foi projetado para destruir e substituir todos os elementos dessa ordem natural. Não importa o quão conservador você pense que suas políticas fiscais possam ser, se você estiver adotando a maneira marxista de pensar sobre sexo e casamento, estará ajudando a destruir a república. É um pacote cheio de coisas — não existe república americana sem uma normalidade dominante de sociedade baseada na família baseada no casamento, e é por isso que a principal arma dos marxistas para derrubar os EUA tem sido a “revolução sexual.”
A razão pela qual todos nós Deploráveis de MAGA torcemos por Donald Trump é porque ele representa a possibilidade de adiar a agenda marxista. Mas as pessoas que criaram a crise da civilização que queremos que ele conserte são exatamente as mesmas pessoas que inventaram a “Teoria da Orientação Sexual” e criaram o movimento LGBT.
Elas são as mesmas pessoas!
É a mesma agenda!
Deploráveis, vocês não percebem onde Hillary Clinton estava e com quem ela estava falando quando nos chamou de deploráveis? Foi o “Gala LGBT para Hillary” de 2016 (fato totalmente suprimido na maioria das reportagens da mídia no dia seguinte). Tudo o que você precisa saber é quem ela estava paparicando para saber quem eram os verdadeiros “deploráveis” em sua mente e na deles. (Veja a imagem abaixo.)
Deixe-me ser claro. Não estou dizendo que um homossexual não pode ser conservador. Eu conheci muitos. O que estou dizendo é que declarar-se assumidamente homossexual em vez de manter privados seus problemas sexuais é uma tática marxista para forçar mudança social, e quem faz isso de dentro do movimento conservador é um cavalo de Tróia — um agente de espionagem — que está levando a agenda progressiva para trás linhas inimigas, mesmo que não tenha a intenção de ser. A normalização das subculturas sexuais NÃO é “progresso” para ninguém, mas “progressista.”
Richard Grenell é um cavalo de Tróia. O presidente Trump não deve confiar nele e nem devemos nós deploráveis.
Se você quiser obter mais informações sobre como entender e responder a esse problema, tenho dois livros gratuitos em inglês disponíveis em PDF, mediante solicitação por e-mail. “Redeeming the Rainbow” aborda a agenda LGBT de uma perspectiva amplamente secular. “The Petros Prophecy” explica e desmascara a “teologia gay” de uma perspectiva bíblica sem desculpas.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do WND (WorldNetDaily): Richard Grenell: Homosexual Trojan Horse
Leitura recomendada:

4 comentários :

Flávio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chauke Stephan Filho disse...

"Mulçumano"? Eu não conheço essa palavra, Flávio. Você pode explicar o significado dela?

"Mulçumano" é vocábulo que não consta nos meus dicionários. (Confesso que meus livros estão um pouquinho desatualizados.)

Conto com você para ampliar meu vocabulário, Flávio.

Obrigado, filhinho.

Flávio disse...

Você nunca escreveu uma palavra errado? Rs é muita vontade de aparecer

Marcelo Victor disse...

A PALAVRA DE DEUS IRÁ SE CUMPRIR MESMO...O DANADO NÃO TERÁ RESPEITO AO AMOR DA MULHERES.