29 de fevereiro de 2020

Estamos vendo o mercado de ações fazer coisas que nunca fez antes por causa do coronavírus


Estamos vendo o mercado de ações fazer coisas que nunca fez antes por causa do coronavírus

Michael Snyder
Os preços das ações estão caindo mais rápido e com mais intensidade do que nunca. Se os mercados financeiros estão nesse caos, embora nenhum americano tenha morrido de coronavírus, como ficarão as coisas se esse surto começar a varrer os EUA como um incêndio? O número de casos confirmados continua a explodir em todo o mundo, e a descoberta de um caso de “origem desconhecida” no norte da Califórnia realmente abalou os mercados financeiros mundiais. Ficou claro que os esforços para conter esse vírus falharam e os investidores agora estão entendendo o fato de que esta crise está apenas começando.
Não vemos esse pânico em Wall Street há muito tempo e, na quinta-feira, testemunhamos a maior queda de pontos diários em toda a história dos EUA…
A crescente ansiedade sobre o surto mundial do coronavírus levou o mercado de ações a uma nova zona de medo na quinta-feira.
Depois de cair acentuadamente durante toda a semana, a média industrial do Dow Jones caiu 1.190,95 pontos para fechar em 25.766,64 — sua pior queda em um única dia na história.
No geral, esta é uma semana absolutamente desastrosa para os mercados de ações.
O Dow Jones caiu mais de 1.000 pontos na segunda-feira, caiu outros 879 pontos na terça-feira e os preços das ações continuaram caindo na quarta-feira.
Mas quase ninguém esperava que um novo recorde de todos os tempos fosse estabelecido na quinta-feira, e agora vamos esperar para ver o que acontece na sexta-feira.
Incrivelmente, o S&P 500 já mergulhou no território de correção. Foram necessários apenas seis pregões para que isso acontecesse, e esse também é um novo recorde…
Seis dias. Esse foi todo o tempo necessário para que o S&P 500 caísse mais de 10% de um record para uma correção.
Essa é a reviravolta mais rápida do gênero que já aconteceu, de acordo com dados do Deutsche Bank Global Research.
Nunca vimos nada parecido com isso, e agora muitos estão se perguntando o que acontecerá se esse surto ficar muito, muito pior.
Sem dúvida, os mercados de ações podem potencialmente cair muito, muito mais. Graças a uma tremenda recuperação no início deste ano, os preços das ações foram empurrados para os níveis mais supervalorizados que já vimos. Era inevitável que os preços caíssem, e esse surto de coronavírus parece acelerar muito esse processo.
Enquanto isso, os analistas estão cada vez mais percebendo que esse vírus terá implicações muito sérias para toda a economia mundial.
Por exemplo, na quinta-feira, David Kostin, do Goldman Sachs, alertou que as empresas americanas “não gerarão crescimento de ganhos em 2020”…
“As empresas americanas não gerarão crescimento de lucro em 2020,” disse o estrategista-chefe de ações dos EUA, David Kostin, em nota aos clientes na quinta-feira. “Atualizamos nosso modelo de ganhos para incorporar a probabilidade de o vírus se espalhar.”
E Scott Minerd, de Guggenheim, é ainda mais pessimista…
Scott Minerd, de Guggenheim, diz que a crise do coronavírus é possivelmente a pior coisa que ele já viu em sua carreira: “Isso tem o potencial de se transformar em algo extremamente grave.”
Esse vírus está espalhando um grande medo por todo o planeta, e será extremamente difícil para a economia mundial funcionar normalmente quando as pessoas têm medo de sair de casa.
Neste ponto, a indústria de viagens está sendo particularmente atingida…
“Nem precisamos esperar dados econômicos para ver o quanto a economia está sendo atingida. Você pode dizer que as vendas de companhias aéreas e hotéis já estão caindo pela metade ou algo parecido,” disse Tomoaki Shishido, economista sênior da Nomura Securities.
Até recentemente, Wall Street estava agindo como se fosse um problema temporário que logo desapareceria.
Mas agora ficou claro que a luta contra esse vírus durará muitos meses.
E o que acontecerá se essa crise for como a pandemia de gripe espanhola que durou três anos?
A propósito, dezenas de milhões de pessoas morreram durante a pandemia de gripe espanhola. Vamos orar para que o número de mortos não seja assim desta vez.
Infelizmente, a cada hora que passa, esse vírus gera ainda mais manchetes. O vice-presidente do Irã se tornou um caso confirmado, e o embaixador iraniano no Vaticano realmente morreu depois de pegar o vírus.
Falando no Vaticano, o papa acabou de cancelar uma missa “depois que foi atingido por uma doença”…
O papa Francisco cancelou uma missa na igreja hoje depois que foi atingido por uma doença.
O pontífice de 83 anos não estava bem o suficiente para comparecer à missa, embora não haja nenhuma sugestão de que ele tenha coronavírus. Contudo, o surto na Itália superou 500 casos.
Devo deixar claro que até agora não há absolutamente nenhuma indicação de que o papa Francisco tenha sido infectado pelo coronavírus.
Mas espero que ele esteja fazendo testes para confirmar.
Na Itália, este vírus está oficialmente fora de controle. Na quinta-feira, soubemos que agora se espalhou para dez regiões diferentes…
Dez das vinte regiões da Itália estão infectadas com coronavírus na quarta-feira, sendo a Lombardia e o Veneto as duas regiões mais afetadas do país.
Até agora, 400 pessoas foram confirmadas como infectadas pelo vírus, o que resultou em 12 mortes até quarta-feira, de acordo com uma reportagem do jornal La Repubblica.
Muitas comunidades já estão em um estado de fechamento quase total de fábricas e indústrias, mas isso não impediu a propagação do vírus.
Enquanto isso, o número de casos confirmados na França dobrou em apenas 24 horas…
O número de casos confirmados de coronavírus na França mais do que dobrou em 24 horas, disse o ministro da Saúde da França na quinta-feira, com a contagem agora de 18 para 38 na quarta-feira.
Durante uma coletiva de imprensa, Olivier Veran disse que esse “aumento acentuado” se deve à identificação das chamadas “pessoas de contato” ligadas a casos conhecidos anteriormente, acrescentando que a França estava “pronta” para uma epidemia.
Durante toda a minha vida, nunca vi nada assim.
E se o número de casos continuar aumentando a uma taxa exponencial, será absolutamente devastador para a economia mundial e para os mercados financeiros globais.
Há muito tempo, muitos estão em alerta aguardando o “evento desencadeador” que explodiria a maior bolha financeira da história do planeta.
Esse “evento evento desencadeador” parece ter chegado, e nada será o mesmo a partir de agora.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do The Economic Collapse: We Are Watching The Stock Market Do Things That It Has Never Done Before
Leitura recomendada:

Um comentário :

Cicero disse...

Nas profecias de TB Joshua, há uma que diz que os EUA sofrerão um grande abalo financeiro este ano.

Quem tem ações não vendam! Uma hora elas voltam a subir, pode levar meses mas enquanto isso vc recebe os dividendos e jcp.
Ativos seguros no momento são ouro e dólar. Cuidado com bitcoin! risco altissimo e pode ser uma bolha bem pior que wall street.