13 de novembro de 2019

Kellogg fez parceria com grupo homossexualista para lançar cereal All Together (Tudo Junto), mas os consumidores não ficaram felizes


Kellogg fez parceria com grupo homossexualista para lançar cereal All Together (Tudo Junto), mas os consumidores não ficaram felizes

Julio Severo
A Kellogg fez uma parceria com a Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação (cuja sigla em inglês é GLAAD) para reunir todos os seus cereais icônicos em uma mesma caixa pela primeira vez e se posicionar contra o “bullying” — uma frase publicitária para avançar a ideologia gay.
A Kellogg lançou em outubro de 2019 um pacote variado de edição limitada que inclui Corn Flakes, Froot Loops, Frosted Flakes, Frosted Mini-Wheats, Raisin Bran e Rice Krispies na mesma caixa para comemorar o Spirit Day, uma campanha anti-“bullying” para promover a ideologia LGBT entre os jovens.
O pacote apresentava todas as mascotes de cereais, desde Tony, o Tigre, ao Tucano Sam, e do lucro Kellogg fez uma grande contribuição para GLAAD.
“Todos nós pertencemos um ao outro. Então, pela primeira vez na história, nossos famosos mascotes e cereais são oferecidos exclusivamente juntos na mesma caixa do All Together Cereal,” disse Kellogg em comunicado. “É um símbolo de aceitação, independentemente de sua aparência, de onde você é ou de quem você ama. Acreditamos que todas as pessoas merecem um ambiente em que possam ser seus melhores.”
Enquanto a grande mídia esquerdista aplaudiu a empresa por sua postura homossexualista, os consumidores rapidamente usaram o Twitter para expressar seu descontentamento em relação às mascotes de cereal em quadrinhos usadas para promover a agenda homossexual.
Estou decepcionada com a nossa marca favorita de cereais. Nós estaremos escolhendo uma nova marca. O cereal do meu filho do ensino fundamental não deve ser um ponto de partida para envolvimento LGBT. Feito.
— Amy Hood (@AmyHood8611) 18 de outubro de 2019
Os sodomitas certamente estarão TODOS JUNTOS na vida após a morte…
— StCasimir (@StCasimir1) 17 de outubro de 2019
Então, @KelloggsUS está se posicionando contra o bullying, promovendo um grupo que comete bullying tanto ou mais do que ninguém? Burrice!! Nenhum grupo força mais seu estilo de vida em nossa cara e, se você questionar isso, aí você é acusado de ser mais fanático do que a turma LBGTQ!
— PROUD AMERICAN (@USA50Stars) 18 de outubro de 2019
No entanto, mostrando que eles não se importam com seus próprios consumidores, Kellogg disse em comunicado:
“Na Kellogg, estamos firmemente comprometidos com a equidade e a inclusão… Somos aliados e apoiadores da [causa] LGBTQ há muito tempo.”
Na mesma declaração, GLAAD disse:
“Estamos orgulhosos de fazer parceria com a Kellogg’s novamente este ano.”
Muitos consumidores não ficaram felizes em financiar um grupo homossexualista comprando cereais para seus filhos. Obviamente, eles não podem forçar a Kellogg a abandonar seu engajamento homossexualista, mas a Kellog também não pode forçar os consumidores a comprar seus cereais para financiá-lo.
Com informações do Yahoo.
Leitura recomendada:

Nenhum comentário :