2 de outubro de 2019

“The Reliant,” um filme cristão conservador que desafia cristãos e não-cristãos sobre armas, violência, perdão e salvação


“The Reliant,” um filme cristão conservador que desafia cristãos e não-cristãos sobre armas, violência, perdão e salvação

Julio Severo
Colapso econômico causa tumultos e distúrbios sociais generalizados, deixando uma garota de 19 anos apaixonada lutando para cuidar de seus irmãos em um trecho de floresta cercada por anarquia sem lei, se perguntando por que um Deus bom deixaria isso acontecer. Esse é o ambiente de “The Reliant” (Confiante), um filme cristão conservador que desafia cristãos e não cristãos sobre armas, violência, perdão e salvação.
Quando minha esposa e eu assistimos à pré-estreia de “The Reliant,” por cortesia de seu produtor, Patrick Johnston, esperávamos tudo desse filme cristão, exceto armas e violência.
Contudo, a abundância de armas e violência no filme de forma alguma ofuscou princípios cristãos conservadores, especialmente o perdão e a salvação.
“The Reliant” retrata um mundo em colapso, onde as armas são ferramentas de violência nas mãos de pessoas violentas e onde as armas têm uma recepção mista entre os cristãos, com alguns se recusando a ter qualquer coisa a ver com elas, com alguns usando-as de maneira errada e com os outros entendendo que elas têm utilidade e importância em um mundo decadente.
“The Reliant” é um filme cristão de ação com uma poderosa mensagem conservadora e evangelística, impactando como os incrédulos usam armas sem Cristo e como os cristãos aplicam o senhorio de Cristo ao usar ou não usar armas. Foi escrito e produzido pelo médico pró-família, pró-vida e escritor Dr. Patrick Johnston.
“The Reliant” estará em mais de 750 cinemas nos Estados Unidos em 24 de outubro e estará disponível em DVD e VOD em 3 de dezembro. Suas estrelas incluem Kevin Sorbo, Brian Bosworth, Nicole C. Mullen e os irmãos Benham. Recebeu 13 prêmios de primeiro lugar em festivais seculares e religiosos.
O filme vem recebendo cobertura negativa da imprensa esquerdista por causa de sua defesa do direito de ter e portar armas, direitos que são garantidos pela Constituição dos EUA, — o que torna esse filme muito oportuno, considerando que os socialistas defendem o desarmamento. Kevin Sorbo, famoso astro de Hollywood, é um evangélico conservador e antissocialista.
Os socialistas sempre buscam desarmar populações inocentes, mantendo todas as armas nas mãos de uma elite socialista cruel. O resultado é que uma elite armada pode fazer o que quiser, inclusive matar, uma população desarmada.
Qualquer governo que tome os direitos que Deus nos deu de defendermos a nós mesmos, nossas famílias e nossas propriedades é um governo que usurpa direitos que Deus nunca lhe concedeu. “The Reliant” serve como um alerta inegável de que a política desarmamentista do socialismo é uma ameaça para cristãos e não-cristãos, que pessoas sem Cristo podem fazer muita violência com ou sem armas e que os cristãos devem entender que armas são ferramentas necessárias para defesa, não violência.
“The Reliant” leva você a várias perguntas desafiadoras:
* O que você faz quando a violência armada atinge toda a sociedade e você é um cristão desarmamentista?
* O que você faz quando a violência armada atinge sua família e você é cristão? Você responde com defesa desarmada ou armada?
* O que você faz quando pessoas não-cristãs armadas matam sua família? Você responde com vingança ou perdão?
* O que acontece se um assassino se arrepende e aceita Jesus Cristo como seu Salvador? Há esperança para ele?
“The Reliant” responde a essas e muitas outras perguntas difíceis.
Então, você vai perder a oportunidade de ver essas perguntas respondidas em “The Reliant”?
Para assistir ao trailer e comprar ingressos nos EUA, visite o site em inglês: www.TheReliantMovie.com
Leitura recomendada:

3 comentários :

Cicero disse...

O próprio Jesus aconselhou os cristãos a andarem armados:

Lucas 22:36
"Disse-lhes pois: Mas agora, aquele que tiver bolsa, tome-a, como também o alforje; e, o que não tem espada, venda a sua capa e COMPRE-A"!

O Senhor Jesus é Deus! disse...

“Disse-lhe Jesus: “Guarde a espada! Pois todos os que empunham a espada, pela espada morrerão. Você acha que eu não posso pedir a meu Pai, e Ele não colocaria imediatamente à minha disposição mais de doze legiões de anjos?” -Mateus 26:52,53.

“ Aquele que leva ao cativeiro será levado ao cativeiro; quem matar à espada deve ser morto à espada. Aqui está a paciência e a fé dos santos” - Apocalipse 13:10.

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque Ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa vocês receberão? Até os publicanos fazem isso! E se saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso!” - Mateus 5:43 a 47.

O Senhor Jesus nunca mandou ninguém pegar em armas e matar alguém, mesmo que seja em defesa da própria vida.
Pegar em armas, mesmo que seja para defesa da própria vida, é uma obra da carne e só se pode vencer a carne com o poder do Espírito a agir na pessoa. E quem diz pegar em armas diz qualquer outro pecado, seja mentir, adulterar, etc. Só pelo poder do Espírito é que se pode vencer as obras da carne. É difícil? É! Mas ou se crê no que está escrito ou não!

“Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja...Pois se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os actos do corpo, viverão, porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. ” - Romanos 8:5,13,14.

Julio Severo disse...

Criatura, Jesus se referiu à espada especificamente na sua situação particular. Se todos os que usam a espada morrem pela espada, então, no seu raciocínio, Davi deveria ter morrido pela espada. Mas ele não morreu assim. Muitos outros homens de Deus na Bíblia usavam a espada, e não morreram pela espada. O problema então está na sua interpretação mal-feita.

Sobre amar o inimigo, então se um ladrão e estuprador entra na sua casa, você não faz nada? Você vai simplesmente entregar sua esposa e filhas para ele? Então, lamento dizer, mas você não passa de um covarde e burro.

A cultura de desarmamento não é bíblica. É uma herança católica. Na sociedade católica brasileira, o povo foi acostumado a viver desarmado e vulnerável aos criminosos. É uma cultura de dominação da elite originalmente monárquica sobre o povo.

Já a cultura americana, que é evangélica em suas origens, sempre teve armamento. Andar armado é tão normal nos EUA quanto usar uma Bíblia.

Depender da proteção de Deus não exclui nossa responsabilidade. Davi escreveu o Salmo 91 de proteção, mas ele sempre andou armado. Ele sempre fez sua parte.

Agora, interpretar que adotar medidas de proteção como colocar trancas na casa e andar armado é andar na carne só mostra que você se tornou bastante católico. Sua questão é puramente cultural, e hoje você usa versículos da Bíblia para enfeitar a cultura católica de desarmamento que foi instilada em você.

Todos os que nascem no Brasil são afetado pela cultura católica de desarmamento. Levei tempo para me libertar dessa cultura.

Todos os que nascem nos EUA são afetados pela cultura evangélica de armamento.

Então, só repetindo, seu problema é puramente cultural. DAVI NÃO MORREU PELA ESPADA!