18 de outubro de 2019

Franklin Graham, filho do evangelista Billy Graham, diz: “A esquerda, os socialistas deixam muito claro que estão contra a Igreja”


Franklin Graham, filho do evangelista Billy Graham, diz: “A esquerda, os socialistas deixam muito claro que estão contra a Igreja”

Julio Severo
Em entrevista ao noticiário da Rede de Televisão Cristã (RTC) dos Estados Unidos, o evangelista Franklin Graham, filho do evangelista internacionalmente famoso Billy Graham, se mantém firme contra os recentes comentários polêmicos do candidato presidencial democrata de 2020 Beto O’Rourke, que disse que gostaria de retirar das igrejas americanas sua condição de isenção de impostos se não elas não apoiarem o casamento entre indivíduos do mesmo sexo.
Franklin Graham
A Rede de Televisão Cristã é conhecida no Brasil através do programa Clube 700, apresentado por Pat Robertson, o fundador da RTC.
O Partido Democrático, do candidato O’Rourke, tem muitas das características socialistas do Partido dos Trabalhadores no Brasil, principalmente com relação ao aborto e à agenda gay. Mas no que se refere a fazer as vontades do complexo industrial militar americano, que mantém o governo americano ocupado em guerras intermináveis, tanto democratas quanto republicanos não são muito diferentes.
Graham disse que a declaração de O’Rourke indica que os progressistas estão se degradando mais em suas políticas nos EUA. Se O’Rourke se tornar presidente dos EUA, ele já deixou claro que vai favorecer totalmente os homossexualistas e perseguir as igrejas.
“Acho que a esquerda, os socialistas deixam muito claro que estão contra a igreja,” disse Graham ao noticiário da RTC. “A menos que nos curvemos e aceitemos a agenda deles relacionada à agenda LGBTQ, eles tirarão nossa condição de isenção de impostos, e todos na sala deram vivas e aplaudiram quando ele disse isso. E é claro que os outros candidatos também aplaudiram e deram vivas. E isso apenas mostra onde está o coração deles e para onde eles estão indo.”
Graham disse que não se trata de ser contra um grupo de pessoas. Em vez disso, é sobre compartilhar a verdadeira liberdade e esperança que brotam quando seguimos os caminhos de Deus que são muito bem mostrados na Bíblia.
“Não sou contra gays, não vou falar contra gays, brigar com gays ou qualquer coisa assim, mas certamente não quero que eles forcem a agenda deles em mim ao ponto em que eu tenha de aceitar o que eles dizem ser a verdade. O que eles dizem não é a verdade. É pecado. E eu me importo com os gays, os amo o suficiente para avisá-los de que, se eles não se arrependerem e abandonarem seus pecados, Deus os julgará. E Deus julgará o pecado, quer sejamos mentirosos ou ladrões, todos somos pecadores e temos de nos arrepender e deixar de pecar,” explicou ele.
“Então, eu quero que os gays e as lésbicas saibam que, se se arrependerem e abandonarem esses pecados, Deus os perdoará e curará seus corações. Mas não vou aceitar o pecado deles e dizer que o que eles estão fazendo é bom. O que eles fazem não é bom. Não é bom para Deus e eles estarão diante dele um dia,” continuou ele.
O que preocupa Graham não é apenas a agenda socialista da esquerda. Ele também está muito preocupado com a forma como a propaganda incessante dos ativistas gays e dos socialistas irá corromper os cristãos.
“Muitos cristãos, infelizmente, vão se curvar e ceder, e muitos já fizeram isso, mas eu simplesmente não vou fazer isso,” disse ele.
Com informações da Rede de Televisão Cristã dos Estados Unidos.
Leitura recomendada sobre Franklin Graham:

Um comentário :

Flávio disse...

Ainda bem que esse democrata ai nem é lembrado