28 de janeiro de 2019

Os Estados Unidos vão cair para se tornar a terceira maior economia do mundo, atrás da China e da Índia em 2030, indicam novas classificações financeiras


Os Estados Unidos vão cair para se tornar a terceira maior economia do mundo, atrás da China e da Índia em 2030, indicam novas classificações financeiras

Ariel Zilber para o Dailymail.com e Reuter
Os Estados Unidos cairão para o terceiro lugar na lista das maiores economias do mundo, atrás da China e da Índia, prevê uma empresa britânica de serviços financeiros.
A China ultrapassará os Estados Unidos como a maior economia do mundo dentro de uma década, enquanto a Índia assumirá o segundo lugar, segundo o Standard Chartered, que revela sua classificação anual das dez maiores economias do mundo.
O Standard Chartered prevê que os EUA cairão para o terceiro lugar na lista atrás dos dois gigantes asiáticos em 2030, segundo a Fox Business.
A empresa prevê que a nova ordem mundial verá os atuais mercados emergentes ocuparem sete dos dez primeiros lugares.
Enquanto espera-se que os Estados Unidos fiquem atrás da China e da Índia, a Indonésia subirá ao quarto lugar.
“Nossas previsões de crescimento de longo prazo são sustentadas por um princípio fundamental: a participação dos países no PIB mundial deve convergir com sua parcela da população mundial, impulsionada pela convergência do PIB per capita entre economias avançadas e emergentes,” economistas do Standard Chartered escreveram em seu estudo.
O tamanho da economia de um país é determinado pelo produto interno bruto (PIB), que mede o valor de mercado de todos os bens e serviços finais produzidos em um período de tempo.
O Standard Chartered prevê que a Turquia chegará à posição das 5 principais economias.
O Brasil é o único país da América Latina entre as 10 principais economias. Prevê-se que seja a sexta maior economia em 2030, com um PIB de US$ 8,6 trilhões.
O Egito é o único país do Oriente Médio na lista. Prevê-se que tenha a sétima maior economia com um PIB de US$ 8,2 trilhões.
Prevê-se que a Rússia será a oitava maior economia com um PIB de US$ 7,9 trilhões.
Japão e Alemanha caem na classificação. O gigante asiático termina em nono com um PIB de US$ 7,2 trilhões, enquanto a Alemanha completa as 10 principais economias com US$ 6,9 trilhões.
Os países que estão atualmente entre as 10 principais economias — e que estão previstos para cair para fora da classificação — são o Reino Unido, Itália, França e Canadá.
A Índia prevê que sua economia crescerá mais de 7% no atual ano fiscal que termina em março, dando algum alívio ao primeiro-ministro Narendra Modi, que busca um segundo mandato nas eleições nacionais que serão realizadas em maio.
O crescimento econômico anual caiu para 7,1%, abaixo do esperado, no trimestre de julho a setembro, de 8,2% no trimestre anterior, puxado para baixo por um consumo mais lento e crescimento agrícola mais lento, o que representa um risco para Modi, que planeja orçamento populista para reconquistar eleitores.
Com a queda nos preços globais do petróleo e o fortalecimento da rupia nas últimas semanas, o governo de Modi planeja apoiar a demanda rural por meio de maiores gastos do Estado e um pacote financeiro para os agricultores no orçamento anual a ser apresentado em 1º de fevereiro.
Estima-se que o produto interno bruto cresça 7,2% em 2018/19, mais rápido do que um crescimento provisório de 6,7% em 2017/18, disse o Ministério de Estatísticas em um comunicado.
A produção agora está prevista para crescer 8,3 por cento neste ano fiscal em comparação com 5,7 por cento no ano anterior.
A produção agrícola pode crescer 3,8%, acima dos 3,4%.
Leitura recomendada:

2 comentários :

Daniel Fernando Ribeiro César disse...

Fico pensando. Será? Será que a China vai ser o país mais rico e importante do mundo? Deus queira que não. Peço a Deus que abençoe os Estados Unidos, e se torne a maior potência evangélica do mundo. E que a China se converta. Como advogado, evangélico, residindo em Brasília, sei que o mundo está a cada dia sofrendo grandes transformações. Uma das transformações que virá por ai, já está chegando é a Elétrica. No ALIEXPRESS comprou um carro por 6 mil dolares, no Brasil, sairia por R$ 30.000,00 reais. Mas com os Impostos, vai para uns R$ 150.000,00. Ai eu me pergunto? Será o brasileiro mais rico que os americanos? Porque paga mais caro na Agua, na Luz, no Telefone, no Combustível, nos carros. Eu não deveria pagar mais barato? O que acontece?!?!?!?! O que acontece com o mundo não é? Quem viver verá... E que Deus, lá do céu, abençoe a todos nós...

Trailers disse...

Os EUA largar o osso pra china e Índia sem guerra eu acho dificil viu!!