30 de julho de 2017

Empresário muçulmano: a raça branca da Austrália vai se extinguir em 40 anos


Empresário muçulmano: a raça branca da Austrália vai se extinguir em 40 anos

(News.com.au) O diretor do Órgão de Certificação de Halal diz que as mulheres australianas [que são em grande parte brancas, descendentes de ingleses] precisam de homens muçulmanos para fertilizá-las para “mantê-las cercadas de bebês muçulmanos,” declarando que a “raça branca estará extinta” em 40 anos.
Mohamed Elmouelhy
Mohamed Elmouelhy fez esses comentários no Facebook em resposta a um estudo de pesquisadores da Universidade Hebraica, publicado na revista “Human Reproduction Update,” que revelou que estão caindo os índices de fertilidade entre homens da América do Norte, Europa, Austrália e Nova Zelândia.
“De acordo com a Universidade Hebraica, a contagem de esperma dos homens australianos caiu 52 por cento nos últimos 40 anos, de modo que os homens [brancos] são uma espécie em extinção. As mulheres australianas precisam de nós para fertilizá-las e mantê-las cercadas de bebês muçulmanos. As mulheres australianas que bebem cerveja, fumam cigarros e injetam drogas mal podem imaginar do que os homens muçulmanos são capazes de fazer,” o sr. Elmouelhy escreveu num comentário de Facebook, o qual primeiro foi mostrado numa reportagem do DailyMail e desde então foi deletado.
“Se a Austrália for deixada nas mãos dos homens brancos fanáticos, a raça branca será extinta em outros 40 anos. Os muçulmanos têm a obrigação de alegrar as mulheres dos australianos, pois eles estão se reduzindo, então é melhor escolherem um túmulo num cemitério local. Se os brancos não têm condições financeiras de comprar um túmulo, cometam suicídio. É uma alternativa mais barata para os fanáticos.”
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do WND (WorldNetDaily): Muslim businessman: Australia's white race to die out in 40 years
Leitura recomendada:

Nenhum comentário :