30 de janeiro de 2008

Grupo gay evangélico mira mega-igrejas

Grupo gay evangélico mira mega-igrejas

Soulforce, grupo dirigido pelo militante e pastor gay evangélico Mel White, lança campanha de “diálogo” com mega-igrejas

Allie Martin e Jody Brown

Uma coalizão de grupos homossexuais dirigida pela organização Soulforce está mirando seis mega-igrejas dos EUA numa campanha para promover diálogo acerca das opiniões cristãs sobre a homossexualidade. Caleb Price, de Focus on the Family, diz que a campanha da entidade que defende o homossexualismo tem uma fachada amistosa que camufla a agenda real — e as igrejas miradas precisam ficar vigilantes.

Nos próximos meses, membros do grupo pró-homossexualismo Soulforce e seus aliados visitarão seis igrejas famosas dos Estados Unidos. Batizada de “The American Family Outing”, a campanha mira as igrejas seguintes: Igreja Lakewood (pastoreada por Joel Osteen), Casa do Oleiro (T.D. Jakes), Igreja Esperança Cristã (Harry Jackson), Igreja Batista Missionária Novo Nascimento (Eddie Long), Igreja Comunidade Willow Creek (Bill Hybels) e Igreja Saddleback (Rick Warren).

De acordo com o site de Soulforce, “os gays, as lésbicas, os bissexuais e os transgêneros” e suas famílias tentarão visitar membros, pastores e líderes das igrejas para conversarem sobre opiniões religiosas acerca da homossexualidade. O objetivo deles? “Começar um processo de mudar corações e mentes” nessas igrejas, diz um documento que descreve a campanha, e “educar o público nacional através dos meios de comunicação acerca de questões de fé, família e sexualidade”. O site explica que uma delegação de “famílias”, inclusive adultos e crianças, visitarão cada uma das seis igrejas.

Caleb Price, analista de pesquisas de Focus on the Family, avisa que as pessoas não devem se deixar enganar pela campanha, cuja meta é disseminar uma “falsa doutrina”.

“Como com toda tentação de desprezar a palavra clara de Deus em qualquer assunto determinado, essa tentativa de Soulforce e seus aliados é uma exemplo clássico do que vemos em Gênesis capítulo 3, quando a serpente tenta Eva perguntando: ‘Deus realmente disse…?’” diz Price. “E acho que talvez a maior lição que podemos aprender com essa história é que é melhor não conversar com cobras. As Escrituras ensinam claramente que haverá uma grande apostasia nos últimos dias e que haverá lobos em peles de ovelhas que tentarão entrar no curral e enganar até mesmo os eleitos”.

Soulforce planeja recrutar “quarenta famílias diferentes” para a campanha, treiná-las durante uma sessão de final de semana em fevereiro, então — depois de visitar as duas igrejas do Texas (Lakewood em Houston e Casa do Oleiro em Dallas) — dividi-las em quatro equipes para viajar às outras igrejas. Os líderes evangélicos que tiverem “demonstrado conhecimento e habilidade para articular uma fé inclusiva”, diz Soulforce, servirão como os principais porta-vozes de cada equipe.

Price oferece um aviso especificamente para as mega-igrejas que são alvos de uma visita durante American Family Outing.

“Essas igrejas que se tornaram alvos de Soulforce precisam ser claras acerca da real agenda por trás dessas ações encenadas”, diz ele. “Não é para diálogo e maior compreensão — é para tentá-las a adotar uma falsa doutrina, que manterá longe da mensagem do Evangelho de esperança e transformação aqueles que estão presos no homossexualismo”.

A campanha Soulforce começa no Dia das Mães e vai até o Dia dos Pais. Colaborando com o grupo de defesa do homossexualismo estão a Comunhão Universal das Igrejas Comunidade Metropolitana, a Coalizão Nacional de Juízes Negros e o grupo COLAGE (Filhos de Lésbicas e Gays em todo lugar).

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com.br; www.juliosevero.com

Fonte: OneNewsNow

Clique aqui para ler artigo que mostra a amizade do Pr. Mel White (o fundador de Soulforce) com Philip Yancey.

Um comentário :

Aprendiz disse...

Júlio

Muitas dessas igrejas já estão bastante fragilizadas por doutrinas e práticas erradas. Devemos orar muito. E pedir a todos os cristãos que orem para que o movimento homossexual seja desmascarado. Este movimento finge ser um movimento de defesa dos homossexuais, quando na verdade é uma poderosa arma das esquerdas para por a sociedade sob um regime totalitário o corruptor.