Mostrando postagens com marcador News Corporation. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador News Corporation. Mostrar todas as postagens

22 de dezembro de 2011

Empresas seculares tomam posse de editoras evangélicas

Empresas seculares tomam posse de editoras evangélicas

Com a notícia de que a grande editora secular americana HarperCollins Publishers comprou a Thomas Nelson — a maior editora evangélica do mundo —, estamos vendo o maior ataque já lançado contra o setor editorial cristão.
A Harper é dona também da Zondervan, uma grande editora evangélica rival da Nelson.
Não é preciso ser um cientista espacial para ver que logo que uma empresa cristã se torna propriedade de uma empresa secular, a identidade cristã não mais é independente. Havia um tempo em que existiam algumas editoras independentes, e nenhuma delas fazia concessões desonrosas com suas mensagens, e não havia ninguém para mandar que elas evitassem certos escritores conservadores.
Recordo de tocar nesse assunto num almoço com alguns amigos do setor editorial; estávamos numa feira cristã patrocinada pela Associação de Livreiros Cristãos.
Eu disse algo que soou chocante para eles, mas nunca chocaria alguém que crê na Bíblia. Eu disse que se estávamos realmente vivendo nos últimos dias (outra pessoa havia iniciado esse assunto), então deveríamos estar em condições de seguir o rastro de concessões desonrosas no setor editorial evangélico. Em outras palavras, se o que Paulo e os outros apóstolos escreveram é verdade, chegaríamos a uma época em que as pessoas não suportariam a sã doutrina.
Imediatamente compreendi que a maioria das pessoas na mesa agora achava que estavam almoçando com um bobo antiquado. Houve um silêncio embaraçoso.
Entretanto, sei que outros que trabalham no setor editorial sentem da mesma forma que eu. A notícia da venda da Nelson é só mais uma amostra da evidência de que estamos nos últimos dias.
Embora a Nelson nunca tenha sido exatamente um bastião do conservadorismo evangélico, pelo menos essa editora permanecia independente de um gigante pagão.
Não é mais.
A Thomas Nelson agora será propriedade, em análise final, da News Corporation de Rupert Murdoch. A News Corporation comprou a Zondervan em 1988.
Portanto, o palco está pronto para a transferência da maior editora evangélica independente para um Golias editorial que publicará qualquer coisa espiritual, inclusive o budismo e outras religiões.
A decadência já começou.
A Nelson seguirá o rumo de outros, em que essa editora será controlada por uma liderança que, embora talvez não seja abertamente hostil ao Cristianismo ortodoxo, certamente levará a editora para um rumo esquerdista.
Jim Fletcher tem experiência de 15 anos trabalhando no setor editorial, e é hoje diretor da organização apologética Prophecy Matters.
Tradução, adaptação e edição: www.juliosevero.com
Fonte: WND