Mostrando postagens com marcador Jordan Sekulow. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Jordan Sekulow. Mostrar todas as postagens

26 de fevereiro de 2012

Irã pode executar pastor a qualquer momento

Irã pode executar pastor a qualquer momento

Comentário de Julio Severo: Ao contrário dos EUA, o Brasil tem relações boas com o Irã. Lula, o encapetado, tinha excelentes relações com o Irã, apesar do histórico do governo iraniano de perseguição aos cristãos e ameaça a Israel.
Incentivo todos os leitores deste blog a se comunicarem com o deputado federal e senador em quem votaram e insistir com eles para que intervenham no caso do pastor iraniano que foi condenado à morte exclusivamente por ser cristão.
Peço também que todos orem para que a Frente Parlamentar Evangélica se comova com esse caso e possa tomar a atitude correta de agendar ainda nesta semana uma viagem ao Irã para ajudar o pastor. Milagres ocorrem quando oramos.
Falando em milagres, até a Globo já noticiou o caso do pastor iraniano. Assista ao vídeo: http://youtu.be/0F9HQibTVTg



O que a bancada evangélica está esperando? Deus descer do céu para ajudar o pastor e fazer o que eles mesmos podem fazer?
Eis o artigo que saiu na revista Charisma:

Youcef Nadarkhani Pode Estar Próximo da Pena de Morte

Jennifer LeClaire
Uma ordem de execução do pastor cristão Youcef Nadarkhani pode ter sido emitida no Irã, de acordo com o Centro Americano para Lei e Justiça.
As autoridades prenderam Nadarkhani na cidade de Rasht, onde residia, em outubro de 2009 sob a acusação de ter questionado as aulas obrigatórias de religião nas escolas iranianas. Após ter sido condenado por apostasia, o tribunal de segunda instância de Rasht emitiu em novembro de 2010 uma confirmação por escrito das acusações, além da sentença de morte.
Em uma audiência para julgar um recurso, a Suprema Corte do Irã manteve a sentença de Nadarkhani, mas pediu para o tribunal de Rasht que determinasse se ele era um muçulmano praticante antes da sua conversão. O tribunal declarou que Nadarkhani não praticava o islã, mas que era culpado por apostasia por ter ancestrais muçulmanos.
A Suprema Corte também havia determinado que sua sentença de morte poderia ser anulada se ele renunciasse à sua fé. De acordo com a organização Christian Solidarity Worldwide, há poucas semanas foi oferecido a Nadarkhani a opção de sair livre caso aceitasse Maomé como “um mensageiro enviado por Deus”. Ele recusou.
“É fundamental que façamos algo agora para proteger essa vida inocente”, disse o diretor executivo do Centro Americano para Lei e Justiça, Jordan Sekulow, em uma mensagem de alerta. “O pastor Youcef foi preso ilegalmente e separado de sua esposa e de seus dois filhos desde 2009; todas as vezes em que o regime iraniano exigiu que ele renunciasse à sua fé cristã, ele respondeu: ‘Não posso’. Agora, a vida desse pastor cristão tem um futuro incerto”.
Sekulow menciona que o Congresso americano considera uma resolução condenando as violações de direitos humanos do Irã e requerendo a soltura de Youcef. O Centro Americano para Lei e Justiça encoraja todos os membros do Congresso a apoiar essa resolução. Também estaremos levando o caso de Yousef às Nações Unidas.
“Não temos certeza se o pastor Youcef tem direito de recorrer da ordem de execução, mas o que sabemos é que o regime iraniano adiou a execução até o momento devido à pressão internacional”, afirma Sekulow. “Devemos manter a pressão sobre o Irã. Da mesma forma que o pastor Youcef defende a sua fé diante da morte iminente, defenda-o também hoje”.
Clique aqui e assine a petição para libertar Nadarkhani.
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do artigo do Charisma News: “Youcef Nadarkhani May Be Facing Execution Order