26 de novembro de 2020

Um bilhão de bebês assassinados em 100 anos: a Rússia abre a primeira comporta do aborto

Um bilhão de bebês assassinados em 100 anos: a Rússia abre a primeira comporta do aborto

Amir George      

Cem anos atrás, em 18 de novembro, a ex-União Soviética se tornou a primeira nação na história a legalizar o aborto a qualquer pedido. De acordo com a Dra. Jennifer Roback Morse, fundadora e presidente do The Ruth Institute, a aprovação da lei ocorreu por várias razões, inclusive a destruição da família nuclear e da igreja.



De acordo com o Dra. Morse, “os soviéticos eram contra a família, contra a igreja e contra a moralidade, e queriam as mulheres fora de casa e no local de trabalho, pois a economia era um desastre e o governo queria que as mulheres não fossem prejudicadas por bebês e responsabilidades familiares.”

Desde aquela época, de acordo com Thomas Jacobson e Dr. Robert Johnson em seu histórico relatório para a Global Life Campaign, mais de 1 bilhão de bebês foram mortos em todo o mundo, levando-os a categorizá-lo como “o maior genocídio da história.” Seu estudo é o primeiro a coletar informações de 100 nações e territórios. Nele, eles identificam o aborto como “a maior matança política de seres humanos na história, excedendo em muito todas as guerras.”

De acordo com o autor do livro best-seller “God, Trump e COVID-19” (Deus, Trump e COVID-19) Stephen Strang em seu livro “God, Trump and the 2020 Election” (Deus, Trump e a Eleição de 2020), “A esquerda assumiu a questão do aborto — que é realmente uma questão espiritual de defesa da vida — e a transformou em uma questão puramente política.“

Isaías 5:20 diz: “Ai dos que chamam o mal de bem e o bem de mal; que trocam as trevas pela luz, e a luz pelas trevas; que trocam o amargo pelo doce e o doce pelo amargo!”

De acordo com o blog “Catholic Truth,” publicado pela Catholic Truth Society, “Kamala Harris perseguiu ativistas pró-vida para colocá-los na prisão” e “Joe Biden deixou claro que está profundamente comprometido não apenas em proteger os direitos reprodutivos [eufemismo para aborto], mas também avançando e expandindo-os.”

Se os crentes não tivessem outra razão para permanecer firmes e defender Trump, sua defesa do direito à vida é o suficiente. Joe Biden e Kamala Harris pretendem abrir a comporta do assassinato de crianças preciosas.

Os crentes precisam estar motivados o suficiente para ir às capitais de seus estados todos os dias ao meio-dia, para vir a Washington DC no sábado, 12 de dezembro, ao meio-dia e se juntar aos 80 milhões de pessoas que se preparam orgulhosamente para a posse do presidente mais pró-vida na história americana em 20 de janeiro de 2021: Donald J. Trump.

Traduzido por Julio Severo do original em inglês da revista Charisma: 1 Billion Babies Murdered in 100 Years: Russia Opens First Abortion Floodgate

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada:

Trinta e duas nações assinam declaração afirmando que “não existe direito ao aborto,” mas a declaração coloca o feminismo na frente dos bebês

Presidente Donald Trump proclama 22 de janeiro “Dia Nacional da Santidade da Vida Humana”

Trump quebrou sua promessa de suspender o financiamento do holocausto do aborto nos EUA

Desmascarando a agenda de controle populacional global

Tom Parker: A maior ameaça à agenda do aborto nos EUA, de acordo com escritora pró-aborto

Trump sugere que ativistas pró-vida foram longe demais no Alabama com a proibição quase total do aborto enquanto ele diz que é pró-vida, mas acredita em aborto para bebês concebidos em estupro e incesto

Como está indo a iniciativa do governo Trump de cortar verbas para a maior rede de clínicas de aborto dos EUA?

Diretora da maior rede de clínicas de aborto nos EUA: “Estamos fazendo tudo o que podemos” para abortar bebês durante a pandemia

Feminista se gaba de abortar seu bebê durante uma pandemia, enquanto outros não conseguem atendimento médico

Pastora batista: Matar bebês mediante aborto deveria ser um “direito religioso”

Pastor metodista ora para que as mulheres tenham o direito de matar seus bebês através de abortos

Pastora lésbica torna-se presidente da Federação Nacional do Aborto nos EUA

Pastor da Igreja Presbiteriana: “Com muito orgulho” apoio a matança de bebês através do aborto

Pastores “evangélicos” abençoam clínica de aborto, cantando “Aleluia. Abençoamos esta sala de cirurgia”

 Pastora presbiteriana: Se os cristãos “valorizam verdadeiramente as mulheres,” apoiarão o aborto

Médica aborteira: “Como minha fé cristã me inspirou a me tornar uma médica de abortos”

Professora presbiteriana afirma que se opor ao aborto “vai contra o ensinamento de Jesus”

Pastor presbiteriano abençoa clínica de aborto no nome de Deus e trabalha nela voluntariamente como capelão

Principais causas de morte nos Estados Unidos, e homicídios por armas de fogo não são uma delas

Pastora ora por clínica de aborto: “Santificamos Este Lugar e O Honramos como Santo”

Aborto em Israel: Por que não há protestos públicos generalizados de cristãos pró-vida?

Holocausto, aborto e sodomia

Tom Parker: A maior ameaça à agenda do aborto nos EUA, de acordo com escritora pró-aborto

Desmascarando a agenda de controle populacional global

Os Estados Unidos conseguirão sobreviver ao aborto?

Pastor presbiteriano diz que bebê em gestação só se torna uma pessoa “quando alguém o ama”

Bispo Macedo e aborto

O Mackenzie e sua professora abortista

Pastor presbiteriano: “Adoro a maior organização de aborto nos EUA.”

Bispo Macedo: a favor do aborto e contra profecia

Aborto nos casos difí­ceis: um teste para os lí­deres evangélicos?

Morre pioneiro pastor pró-aborto nos EUA

Pastor batista, que é médico aborteiro, confessa: “Será que estou matando? Sim, estou”

Pastores metodistas, presbiterianos, episcopais e batistas lideram comício a favor do aborto nos Estados Unidos

Maior empresa de abortos do mundo lança “campanha de oração”

O holocausto de bebês nos EUA e o Holocausto de judeus na Alemanha nazista

A Bíblia apóia o aborto, afirma grupo cristão esquerdista

Anthony Comstock: o primeiro ativista pró-vida da história moderna, lutou contra fundadora da IPPF

Número de abortos legais aumenta no Exército israelense, pois a coexistência de soldados do sexo masculino e feminino vem aumentando sua atividade sexual

Disney ameaça boicotar estado americano da Georgia por causa de lei restringindo aborto

Aborto, Inquisição e revisionismo na Enciclopédia Britânica

Papa Francisco compara o aborto a “contratar um assassino profissional” e diz que nunca dá para se desculpar o aborto

Trump sugere que ativistas pró-vida foram longe demais no Alabama com a proibição quase total do aborto enquanto ele diz que é pró-vida, mas acredita em aborto para bebês concebidos em estupro e incesto

Televangelista conservador Pat Robertson diz que o Alabama “foi longe demais” em sua lei anti-aborto “extremista” porque não inclui a pena capital para bebês concebidos em estupro e incesto

Todos precisam lembrar o Holocausto

Vegetarianos anti-bebês pregam que é moralmente errado pessoas terem bebês e xingam quem discorda deles

A loucura do planejamento do homem

Rios de sangue: A cultura contraceptiva e as profecias do Apocalipse

Trump quebrou sua promessa de suspender o financiamento do holocausto do aborto nos EUA

Aborto em Israel: Por que não há protestos públicos generalizados de cristãos pró-vida?

O holocausto de bebês nos EUA e o Holocausto de judeus na Alemanha nazista

A Bíblia apóia o aborto, afirma grupo cristão esquerdista


Um comentário :

Flávio disse...

Kamala Harris pratica uma religião, próxima do satanismo, que prática sacrifício humano. Ninguém esta falando da possibilidade dos EUA terem sua primeira presidente não cristã, isso é a cereja do bolo que simbolizaria o fim da América cristã.