7 de maio de 2020

Igrejas podem estar fechadas, mas pesquisa mostra que cristãos sentem que o coronavírus fortaleceu sua fé


Igrejas podem estar fechadas, mas pesquisa mostra que cristãos sentem que o coronavírus fortaleceu sua fé

Matt Philbin
Washington, DC, EUA — A esquerda está mostrando grande desejo de usar a crise da pandemia para forçar mudanças maciças na sociedade americana. Os americanos comuns, é claro, só querem voltar ao trabalho, ao shopping ou à… igreja. E esses desejos — em particular o último — podem apresentar um formidável obstáculo na disparada dos progressistas para seu novo futuro. Apesar de anos de previsões ansiosas ao contrário, [a igreja, que Karl Marx considerava] “o ópio das massas,” não está morta. Na verdade, está se sentindo melhor.
Desde o início da pandemia, os progressistas seculares da mídia vêm lançando veneno contra os cristãos evangélicos, culpando sua mentalidade supostamente anticientífica por todos os reveses no combate ao vírus e horrorizados que haja pessoas que adorem algo que não seja o meio ambiente ou o Estado. (O governo comunista chinês é aprovado, mas os colegas americanos que tentam exercer a liberdade religiosa são caluniados sem piedade.)
Tudo por nada, parece. Uma pesquisa recente do Centro de Pesquisa Pew publicada em 30 de abril revelou que “alguns americanos dizem que sua fé religiosa se fortaleceu como resultado do surto, mesmo quando a grande maioria dos frequentadores de igrejas dos EUA relata que suas congregações fecharam cultos regulares ao público.”
“Um quarto dos adultos americanos em geral (24%) diz que sua fé se tornou mais forte por causa da pandemia do coronavírus, enquanto apenas 2% dizem que sua fé se tornou mais fraca,” informou o Pew. “Os americanos das igrejas evangélicas historicamente negras e aqueles que se descrevem como muito religiosos são particularmente propensos a dizer que sua fé se fortaleceu.” Como maioria, 47% disseram que sua fé não mudou. (Há também 26% de ateus e agnósticos para os quais a questão é irrelevante — por enquanto.)
Embora a maioria dos estados nos EUA tenha algum tipo de isenção religiosa nas normas de distanciamento social, o Pew também revelou que 91% das casas de culto dos entrevistados haviam fechado durante a pandemia.
Então eles fecham as igrejas, humilham, ameaçam e castigam os dissidentes, e forçam outras pessoas à clandestinidade — é uma receita clássica para criar frutíferos sentimentos religiosos (particularmente cristãos). Mas é uma péssima maneira de inaugurar o Admirável Mundo Novo.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês de LifeNews: Churches May be Closed But Poll Shows Christians Feel Coronavirus Has Strengthened Their Faith
Leitura recomendada:

3 comentários :

Cicero disse...

O ateísmo comunista marxista chinês matou mais de 100 milhões de fome e perseguições durante o regime infame e maligno de Mao.

O Sousa da Ponte - João Melo de Sousa disse...

Eu penso que as igrejas vão sofrer como na peste negra. Quando ocorreu a peste negra a igreja católica era a única e infalível. Curava tudo. A peste negra veio por em causa a infalibilidade da igreja e abriu portas aos protestantes e ateus Agora penso que vai acontecer algo de parecido. O pastor que cura tudo é impotente contra o covid. Contra membros amputados já se sabia que era. Era coisa muito visível e havia boas razões para não curar amputados. Agora esperar pelo malévolo cientista encontrar vacina ou cura para depois gritar milagre não vai ser fácil.
Os milagres agora precisam da ciência. Nem tanto de panos ou sementes ungidas. Tempos difíceis para milagres. As pessoas vão querer provas e não diz que disse.
Tempos de ciência e não do eu posso tudo.
Depois da ciência resolver muitos irão dizer que foi milagre. E foi. Só que da maligna ciência.

Cicero disse...

Caro Sousa, nunca nenhum pastor curou coisa alguma, amputados ou não, mas Jesus sim, e já ouvi relatos de semi-amputados receberem o milagre inclusive ressurreiçoes. E quem pode provar que nunca houveram milagres desses tipos?? Na comunidade de TB Joshua - Nigéria, os milagres são diários!

Quanto a ciência, ela veio de Deus e se multiplicaria como já profetizado em Daniel 12:4.

"E tu Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a CIÊNCIA se multiplicará."

Sua origem é Divina:
"Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo,
Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da CIÊNCIA." - Colossenses 2:2,3.