18 de março de 2020

Dr. Don Colbert oferece conselho especializado sobre como se proteger do coronavírus


Dr. Don Colbert oferece conselho especializado sobre como se proteger do coronavírus

Stephen Strang
Se você já fez compras ainda nesta semana, tenho certeza de que percebeu que a maioria dos supermercados está com falta de produtos básicos — graças ao coronavírus. Você terá dificuldade de encontrar papel higiênico, carne fresca, material de limpeza e pão de forma, enquanto o pânico continua a crescer.
Don Colbert
Mas o Dr. Don Colbert, que é um médico cheio do Espírito e especialista em sua área, tem alguns conselhos muito práticos para todos os que estão tentando evitar o coronavírus neste momento.
Ele me diz que, antes de tudo, como cristãos, precisamos abordar essa pandemia com fé e não com medo. Precisamos orar o Salmo 91 sobre nós mesmos e nossa família — “Ele certamente livrará você da armadilha do caçador e da peste mortal” (v. 3).
“Leia a Palavra em voz alta sobre você e sua família todos os dias, e então receba essa palavra pela fé e não viva com medo,” diz ele.
Mas isso não significa que seguir conselhos práticos não é importante, diz Colbert. E entender algumas noções básicas sobre como os vírus operam pode aliviar alguns de seus temores sobre o coronavírus. Por exemplo, se você tem nariz escorrendo ou tosse abundante, provavelmente você não possui o coronavírus, que produz tosse seca.
É também importante saber que o vírus não é resistente ao calor, o que significa que, à medida que o tempo esquenta, o vírus se espalha mais lentamente.
“Espero nos próximos três meses e talvez mais cedo, enquando pudermos nos manter longe de aglomerações e praticamente ficar em casa e longe de reuniões públicas, então conseguiremos reduzir isso,” diz ele. “Outra coisa que é realmente importante é que se alguém espirra com o coronavírus, leva cerca de três metros antes de cair no chão.”
É por isso que o distanciamento social é importante. Agora não é hora de se aproximar das pessoas e se espremer nas filas. Mantenha uma distância saudável para evitar contrair os germes de qualquer pessoa.
Outra maneira de fazer isso é tomando cuidado com as superfícies em que você toca. Use um lenço de papel para sair do banheiro ou tocar nas maçanetas das portas. O vírus pode viver até 36 horas em superfícies duras e até 12 horas em tecidos. (Agora é uma boa hora para lavar a roupa!)
Outros conselhos incluem beber bebidas quentes, já que a maioria dos vírus não suporta uma temperatura superior a 26 graus. Além disso, nossa saliva produz enzimas que podem matar alguns vírus, portanto, produzir saliva extra mastigando chiclete sem açúcar é outra boa idéia.
“O coronavírus é um vírus único, pois nosso sistema imunológico não foi exposto a ele,” diz Colbert. “Então, as pessoas mais velhas, especialmente vulneráveis à gripe — cerca de 30.000 pessoas morrem a cada ano de gripe… mas cerca de 30 milhões contraem a gripe.”
Por outro lado, muito menos pessoas contraíram o coronavírus, aumentando a taxa de mortalidade por número de pessoas expostas.
“Definitivamente, acho que devemos limitar a exposição das aglomerações,” diz Colbert. “Eu não iria a restaurantes muito movimentados ou andaria por aí onde as pessoas estão tossindo ou espirrando porque geralmente é assim que é transmitido, e especialmente em superfícies metálicas.”
Colbert diz que a mídia nos EUA ainda não compreendeu a gravidade desse vírus. A Itália foi colocada em um bloqueio nacional em 9 de março, porque o vírus se tornou muito difundido. Os hospitais estão lotados e relatam que pacientes cada vez mais jovens estão chegando para tratamento.
Isso poderia muito bem se tornar uma realidade nos EUA, diz Colbert.
E por esse motivo, precisamos praticar cautela. Afinal, mesmo que você não seja muito prejudicado pelo vírus, você pode transmiti-lo a alguém vulnerável. Vamos praticar o amor altruísta e adotar precauções.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês da revista americana Charisma: Dr. Don Colbert Gives Expert Advice on How to Protect Yourself From Coronavirus
Leitura recomendada:

Um comentário :

Cicero disse...

"já que a maioria dos vírus não suporta uma temperatura superior a 26 graus"

Pois é, mas acho que esse suporta, porque temos ocorrências na África e Austrália!