4 de janeiro de 2020

A igreja que tolera tudo


A igreja que tolera tudo

Michael Heath
Em seu artigo intitulado “Os cristãos nascem para o combate: não fuja desse chamado,” o professor Anthony Esolen escreve: “Para mim, a condenação mais terrível em todas as Escrituras não tem nada a ver com o fogo do inferno, ou verme que não morre. É o que nosso Senhor diz à Igreja da Submissão, à Igreja que Tolera Tudo, à Igreja dos Provadores de Vinho, à Igreja de Entrevistas Amigáveis, à Igreja Sem Exigências, à Igreja dos Brandos Guiando os Brandos, à Igreja de Laodicéia. “Porque você não é nem quente nem frio,” diz Ele, “vou cuspir você da minha boca.”
Cristão idoso armado atira e mata criminoso armado que matou dois cristãos dentro de uma igreja
Estou ajudando meu bom amigo Coach Dave Daubenmire a se preparar para o grande comício a favor do porte de armas planejado para Richmond, Virgínia, em 20 de janeiro. Em vinte dias, homens armados de todos os cinquenta estados dos Estados Unidos planejam ir à Nova Virgínia. A Velha Virgínia nunca teria aprovado um governador como este. Ele é famoso por executar bebês. Agora ele quer tirar as armas de todo mundo.
O mundo inteiro teve conhecimento de que dois homens cristãos virtuosos foram executados por espingarda no domingo passado. Se não fosse por um bom homem armado, mais cristãos teriam morrido domingo de manhã. Quer gostemos ou não, a violência do diabo está chegando às nossas igreja. O que você irá fazer sobre isso?
Vamos continuar a dormir em nosso estado de coma acreditando que um governo cada vez maior é a solução para tudo? Ou vamos começar a agir e assumir responsabilidade pessoal por nós mesmos e por aqueles que amamos? Eis o que o herói de domingo, Jack Wilson, de 71 anos, disse: “Sinto como se tivesse matado o mal.” Olhe, bom para o Jack. Eu assisti ao vídeo de sua ação heróica várias vezes. Com base na reação da congregação e do pastor que é retratado no vídeo, tenho de concluir que a resposta deles seria “Sinto como se estivesse me curvando e me arrastando diante do mal.”
Os cristãos, em especial, não têm mais instinto de sobrevivência, para não mencionar o confronto do mal. Estamos cometendo suicídio. Não recontarei as evidências aqui. Você sabe do que eu estou falando. A Igreja de Cristo da West Freeway é uma exceção à regra. A maioria das igrejas americanas exibe orgulhosamente cartazes dizendo “Proibido Entrada com Armas” na porta da frente. Mas é das congregações que a polícia local contrata seguranças armados. Isso não teria funcionado no domingo no Texas. Como observou o colunista Michael Dorstewitz, “os criminosos não se importam com zonas onde armas são proibidas. É por isso que eles são chamados de criminosos.”
Quando vi a reação do pastor naquele vídeo, quando os tiros começaram a zunir, pensei em mim. Eu teria reagido exatamente da mesma maneira. Ele se atirou instantaneamente ao chão e começou a rastejar em seu estado humilde para se esconder. Isto não está certo. Não é comportamento de cristão. Ele é o cão pastor da congregação. Seu dever é ser o primeiro a proteger a inocência e a vida de sua congregação. Em vez disso, estamos todos condicionados a pensar nele como nosso conselheiro e amigo. Você vê o que permitimos em nossa condição teológica debilitada? Estamos cometendo suicídio. Os oligarcas do Ocidente odeiam Deus e o Cristianismo. Nós somos reféns deles. Desenvolvemos uma aliança psicológica com nossos captores durante nosso cativeiro. Existe um nome para isso: Síndrome de Estocolmo.
O Coach Dave Daubenmire é um dos poucos líderes cristãos com todo tipo de seguidores que aperfeiçoou seu instinto de lutar. Ele é um escritor inteligente. E é melhor você esperar que o instinto de luta dele prevaleça sobre o instinto de outros tipos de homens. Ele planeja estar em Richmond em 20 de janeiro. Embora ele possua armas, ele não vai estar carregando-as naquele dia. Ele estará usando uma arma mais potente — a VERDADE penetrante, incisiva e provocadora. Ele e os homens que se juntarão a ele usarão na cabeça o capacete da salvação — um chapéu com cruz vermelha. Sua couraça de justiça será uma camiseta com uma mensagem atraente que proclama: “Proteja o Rebanho com um Revólver Glock.” Na parte de trás da camiseta estão as palavras: “Esteja preparado: o diabo está vindo à igreja!” Abaixo disso está a passagem de Lucas: “Então ele lhes disse… quem não tem espada, venda sua roupa e compre uma.”
Coach é um tipo de político cristão — um ativista. A guerra e a desintegração da sociedade civil são sempre a consequência de políticas fracassadas. A política falha quando os políticos são egocêntricos e fracos. O Cristianismo existe para lhes dar bravura e chamá-los à virtude. Quando o Cristianismo falha em seu dever, a sociedade entra em colapso. E não se engane, o Cristianismo está falhando profundamente em seu dever agora no Ocidente.
Não devemos deixar de aprender as lições de White Settlement, Texas. O governo falhou em todos os sentidos. O governo conhecia o atirador intimamente. Ele não era um estranho para eles como um criminoso perigoso. Confiar nessa instituição agora é um grande erro. Se os homens realmente se importam com tudo o que é bom, verdadeiro e bonito, seguiremos o exemplo de Jack Wilson e nos equiparemos com o instinto e as ferramentas para “matar o mal.”
Todo pastor e padre cristão nos EUA deveria estar ao lado de Coach em Richmond no dia 20 de janeiro. Depois das filmagens de domingo, eles não têm desculpa.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do site de Michael Heath: The Church of Tolerating Everything
Leitura recomendada:

Nenhum comentário :