3 de novembro de 2019

Televangelista da teologia da prosperidade, Paula White, que é a principal conselheira espiritual de Trump, vai trabalhar no governo dos EUA


Televangelista da teologia da prosperidade, Paula White, que é a principal conselheira espiritual de Trump, vai trabalhar no governo dos EUA

Julio Severo
A principal assessora espiritual do presidente Donald Trump, Paula White, que é uma televangelista da teologia da prosperidade, foi escolhida por Trump como diretora da Iniciativa de Fé e Oportunidade da Casa Branca.
Trump e Paula White
Paula conhece o presidente americano há 20 anos e já conduziu um estudo bíblico para Trump, sua família e funcionários da Organização Trump.
A televangelista da teologia da prosperidade também serviu no conselho consultivo evangélico de Trump durante sua campanha de 2016.
Paula foi um dos pastores a orar durante a posse de Trump em janeiro de 2017 e vem coordenando várias visitas de líderes evangélicos à Casa Branca desde então.
Trump entrou em contato pela primeira vez com Paula por telefone em 2001 depois de vê-la na televisão cristã.
Ele disse que ela tinha algo diferente e especial, ela recordou.
“Senhor, chamamos isso de ‘unção,’” respondeu Paula.
“E ele começou quase literalmente a repetir para mim três das minhas pregações sobre o valor da visão.”
“E então ele começou a me contar sua vida,” continuou ela. “Ele me contou que ele foi confirmado como presbiteriano. Criado na igreja do protestante liberal Norman Vincent Peale. Ele falou sobre dar atenção profunda às minhas pregações. Ele falou sobre sua caminhada de fé. Ele falou sobre a mãe dele, que era uma mulher muito piedosa — uma mulher de oração.”
A televangelista disse que ora por Trump todos os dias.
“Este é um homem e um presidente que adora oração e ama a Deus e acho que as pessoas ficam chocadas e maravilhadas com isso,” disse Paula.
Embora os pregadores da teologia da prosperidade sejam fortemente criticados pelos presbiterianos, Trump encontrou na fé e unção de Paula uma espiritualidade viva que ele nunca encontrou em sua igreja presbiteriana original.
Enquanto a maioria dos presbiterianos e outros protestantes tradicionais adotam posturas e políticos liberais, Paula e outros líderes neopentecostais abraçam Trump.
Então as pessoas não deveriam julgar as maneiras imperfeitas que Deus está usando para tocar Trump, mas orar para que Trump seja abençoado por Ele por meio desses canais imperfeitos, inclusive a teologia da prosperidade e uma pastora.
Com informações do WorldNetDaily.
Leitura recomendada:

2 comentários :

Agatha Oliveira disse...

Ótima recomendação. Excelente, na verdade. Tenho pensado muito nessa maneira do Senhor agir, usando meios não convencionais para exaltar Seu Santo nome entre as nações. Seu artigo sobre a provisão que o Senhor deu a Elias - usando corvos para alimentá-lo - se faz muito presente em minhas reflexões sobre o assunto. Religiosos não compreendem. Parecem viver numa espécie de "evangelho paralelo" cujo céu já é descido e todos que integram seu sistema religioso já estão salvos por predestinação não importando as ações que praticam. Dormem para o que realmente importa e enchem-se de enfado, vaidade, etc...
Deus disse que usaria as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias.
A primeira pessoa a ver que o túmulo do Rei Jesus estava vazio foi a mulher da qual ele expulsou sete demônios.
A Unção do Senhor quebra paradigmas religiosos, carregados de parcialidade e hipocrisia.

Deus continue abençoando este blog e multiplicando a Sabedoria em sua vida, irmão Julio.
Deus vos abençoe poderosamente.

rogerio disse...

Amém.