10 de outubro de 2019

Documento vazado do Exército dos EUA revela que 84% das mulheres falharam no novo teste rigoroso de condicionamento físico para combate


Documento vazado do Exército dos EUA revela que 84% das mulheres falharam no novo teste rigoroso de condicionamento físico para combate

Julio Severo
Um documento vazado do Exército dos EUA revela que 84% das mulheres foram reprovadas no novo Teste de Aptidão para Combate do Exército, que se tornará o exame físico anual oficial do Exército dos EUA no próximo ano.
O rigoroso teste de força e resistência de seis etapas, conhecido como ACFT, está em vigor em unidades de treinamento selecionadas desde outubro de 2018 e está programado para se tornar o teste físico oficial a partir de outubro de 2020, se feministas e ativistas esquerdistas não se opuserem.
Um documento vazado compartilhado na internet viralizou depois que seus resultados chocantes revelaram que a taxa geral de aprovação no teste ACFT era de apenas 64%.
Entre os homens, cerca de 30% foram reprovados no exame e — ainda mais alarmante — 84% das mulheres foram reprovadas, de acordo com o jornal Army Times.
O teste foi realizado por 11 batalhões, o que equivale a mais de 3.200 soldados — 2.849 dos quais são homens e 357 são mulheres.
De acordo com os dados, no geral cerca de 30% dos soldados falharam no exame rigoroso e 84% das mulheres falharam. Os homens passaram no exame a uma taxa de 70% e as mulheres passaram com apenas 16%.
Esse resultado para as mulheres é uma derrota previsível para os experimentos sociais impostos por feministas e ativistas de esquerda.
Com informações do DailyMail.
Leitura recomendada:

Um comentário :

Alexandre disse...

Essa lacuna deixada por mulheres reprovadas nos testes de aptidão física no exército, provavelmente será preenchida por transgêneros masculinos daqui a alguns anos.