9 de maio de 2019

Crianças em vídeo da Sociedade Muçulmana da Filadélfia, EUA: “Cortaremos suas cabeças por amor a Alá”


Crianças em vídeo da Sociedade Muçulmana da Filadélfia, EUA: “Cortaremos suas cabeças por amor a Alá”

Steve Warren
Um vídeo alarmante mostrando crianças muçulmanas juntas como um grupo dizendo que se sacrificariam e matariam como membros do “exército de Alá” apareceu e a origem foi um centro islâmico localizado na Filadélfia, PA, Estados Unidos.
A Fox News informa que o Centro Islâmico da Sociedade Americana Muçulmana (SAM) na Filadélfia postou o vídeo em sua página no Facebook comemorando o “Dia Ummah” em que crianças usando lenços palestinos cantavam e liam poesias sobre matar por Alá e pela mesquita em Jerusalém.
A organização de defesa dos cidadãos, o Instituto de Pesquisa de Mídia do Oriente Médio (cuja sigla em inglês é MEMRI), alertou a Fox News sobre o vídeo.
“Esses não são incidentes isolados; estão acontecendo nos principais centros dos EUA — inclusive na Pensilvânia,” disse o MEMRI em um comunicado.
Em um post em sua página no Facebook, o evangelista Franklin Graham perguntou a seus seguidores: “Isso deve nos preocupar? Pode apostar que sim!”
“Um vídeo de crianças sendo doutrinadas no islamismo radical foi postado na página de Facebook da Sociedade Americana Muçulmana da Filadélfia. As crianças estavam dizendo: ‘Vamos sacrificar nossas almas sem hesitação;’ ‘Vamos cortar suas cabeças;’ ‘Lideraremos o exército de Alá;’ ‘Vamos submetê-los à eterna tortura,’” escreveu Graham.
“Isso deve nos preocupar? Pode apostar que sim! É assim que terroristas e homens-bombas são feitos. A organização de defesa dos cidadãos Instituto de Pesquisa de Mídia do Oriente Médio alertou: ‘Esses não são incidentes isolados; estão acontecendo nos principais centros dos EUA — inclusive na Pensilvânia.’ Os EUA precisam acordar — esse mal está sendo ensinado bem debaixo de nossos narizes, espalhando a escuridão para a próxima geração,” concluiu o evangelista.
A Sociedade Americana Muçulmana tem 42 filiais nos Estados Unidos e uma no Reino Unido, de acordo com o site do MEMRI.
O site da Sociedade Americana Muçulmana diz que sua missão é “levar as pessoas a lutar pela consciência de Deus, liberdade e justiça, e transmitir o islamismo com clareza máxima,” e que sua visão é “uma sociedade americana justa e virtuosa.”
Traduzido por Julio Severo do original em inglês da Rede de Televisão Cristã dos EUA: Children in Philadelphia Muslim Society Video: 'We Will Chop Off Their Heads for Allah'
Leitura recomendada:

2 comentários :

Alexandre disse...

Mais uma vez os EUA criando cobras em seu ninho, a despeito de todas as tragédias que esse país vive, principalmente internamente, parece que eles não aprendem.

Unknown disse...

O Alcorão autoriza matar os "infiéis".

E tem bocó que ainda acedita que o Islam é religião de paz.