17 de abril de 2019

Confirmado: Olavo de Carvalho é o Rasputin do presidente Jair Bolsonaro. Líder do PSL diz que Bolsonaro está apaixonado por Olavo


Confirmado: Olavo de Carvalho é o Rasputin do presidente Jair Bolsonaro. Líder do PSL diz que Bolsonaro está apaixonado por Olavo

Julio Severo
Logo depois da eleição presidencial em outubro do ano passado, eu alertei, em meu artigo “Rasputin de Jair Bolsonaro? Como enfraquecer um direitista,” que Bolsonaro poderia cair na armadilha da influência perversa de um Rasputin. O aviso foi confirmado por um dos líderes mais importantes do partido de Bolsonaro, o qual disse que Bolsonaro “está apaixonado por Olavo” — uma referência a Olavo de Carvalho, um autointitulado filósofo com um histórico de ocultismo e astrologia.
Em uma entrevista ao jornal Estado de S. Paulo nesta semana, o deputado federal Delegado Waldir falou abertamente sobre o que ele vê ameaçando Bolsonaro.
Waldir é um defensor de armas e viajou para pelo menos 100 nações, de toda a Europa à Ásia, Estados Unidos e toda a América Latina. Ele é o líder do PSL (Partido Social Liberal) na Câmara dos Deputados. O PSL é o Partido de Bolsonaro.
O Estado de S. Paulo perguntou-lhe o que ele achava da queda do ministro da Educação. Ele respondeu que ele “foi ministro porque era um olavete, indicado pelo Olavo de Carvalho. Com a indicação do outro [ministro] o presidente deu sinal de que o Olavo está muito forte, porque ele é apaixonado pelo Olavo, continua apaixonado pelas teses de Olavo de Carvalho, o que enfraquece os setores técnicos e militares do governo.”
O jornal perguntou a ele: “O que o sr. acha do Olavo de Carvalho, tido como guru do presidente Bolsonaro?”
Neste ponto, devo acrescentar que até o governo dos EUA reconhece que Bolsonaro é dependente de Carvalho. Em uma reportagem recente, a Voz da América, a emissora internacional oficial do governo dos EUA, reconheceu que Carvalho é o guru de Bolsonaro.
Resposta de Waldir: “Zero à direita, zero à esquerda. Uma pessoa que fica dando palpite em nosso país lá de fora. Quantos votos ele trouxe? Que campanha que ele fez? Escreveu não sei quantos livros, dizem.”
O Estado de S. Paulo perguntou-lhe se algum dia ele leu algum livro de Carvalho e ele respondeu: “Não tenho tempo a perder com isso. E eu duvido que o presidente Bolsonaro tenha lido um livro dele.”
O jornal perguntou: “Como o sr. entende essa influência do Olavo de Carvalho no presidente?”
Waldir respondeu: “Eles dizem que é o profeta da direita. Aquele que trouxe os ideais do bolsonarismo.”
O jornal insistiu: “E o que diz o sr.?”
Ele disse: “Tudo besteira… É inadmissível que o Olavo ataque o PSL, os parlamentares, o governo e os militares, e lá de outro país. Indicou dois ministérios…”
O Estado de S. Paulo lhe perguntou, “Que problemas a ligação com o Olavo tem provocado?”
Waldir respondeu, “O grande atrito que existe hoje no governo, as caneladas do presidente, são influência desse filósofo Olavo de Carvalho. Tem que afastar a influência dele do governo. Quem tem que ter influência é o presidente. Ele não pode ser o palpiteiro de plantão,” acrescentando, “Está na hora do Olavo de Carvalho parar de dar palpite no governo. Palpite é só no jogo do bicho.”
Em entrevista ao jornal O Globo, Waldir disse:
— O quadrado dos olavistas seria, para mim, em razão da postura ideológica muito forte, pular fora do barco para que o presidente possa governar com tranquilidade.
— É injusto um grupo ter dois ministérios e atacar o governo, atacar militares, atacar outros grupos existentes dentro do governo. (Seria bom estarem fora) até para pacificar.
Suas entrevistas revelam que o Ministério da Educação do Brasil se tornou um caos depois que Bolsonaro nomeou um homem indicado por Carvalho. O resultado foi a queda do novo ministro da Educação depois de muita confusão. Mas eu já havia avisado que ele gostava de Hillary Clinton e ele não gostava de Trump.
Não é só o Araújo que tem conexão com ocultistas. O próprio Carvalho se gabou nesta semana: “Steve Bannon e o Wolfgang Smith me acham um gênio.” Bannon e Smith são adeptos do ocultista islâmico René Guénon, que fundou a Escola Tradicionalista para combater o marxismo. Seu mais proeminente discípulo foi Evola! E o próprio Carvalho vem promovendo Guénon no Brasil há décadas.
Ocultistas sempre elogiam ocultistas. E Carvalho e Bannon não estão apenas elogiando um ao outro, eles estão realmente envolvidos um com o outro. Em 2014, Bannon louvou Guénon e Evola numa conferência do Vaticano.
Então não é interessante que Carvalho, que é um imigrante brasileiro autoexilado nos EUA há mais de 13 anos, tenha sido elogiado não por conservadores americanos proeminentes, mas por dois controversos ocultistas direitistas americanos?
Os evangélicos foram cruciais para a vitória de Bolsonaro, mas o fracasso dele em reconhecer a importância evangélica está deixando seu governo à mercê de oportunistas guenonianos, inclusive Carvalho e Bannon. Às vezes, em teoria ele faz esse reconhecimento. Em sua recente visita aos EUA, ele disse a Pat Robertson que os evangélicos foram fundamentais para sua eleição. Mas na prática, ele tem dado poder a Carvalho.
E, sim, como confirmado agora pelo Delegado Waldir, um líder proeminente no partido de Bolsonaro, Carvalho tornou-se realmente o Rasputin de Bolsonaro. O Rasputin original mantinha o czar russo, que era um homem conservador, sob tal feitiço que o líder russo estava apaixonado por ele. O resultado foi caos no governo russo e, no final, a vitória do comunismo contra um governo conservador russo enfraquecido.
Os brasileiros devem esperar melhores resultados enquanto o governo Bolsonaro está sob o mesmo feitiço? Quero ajudar Bolsonaro a escapar do trágico fim que o czar teve por causa do Rasputin original.
Escrevi vários artigos sobre a influência perversa de Carvalho, na esperança de que meus alertas possam despertar Bolsonaro. Esses alertas têm incomodado Carvalho, que desde janeiro (a posse de Bolsonaro) vem apelando para que Polícia Federal me investigue sob a alegação de que denúncias contra ele envolvendo Inquisição e ocultismo são conluios pagos pelo governo russo que ameaçam segurança nacional.
Ontem, ele compartilhou um post do CitizenGo pedindo ao governo Bolsonaro para investigar “crimes” contra ele. Carvalho vê críticas contra ele como “crimes.” Ele chama vários de seus críticos, inclusive a mim, de “criminosos.”
Ele tem motivos para se preocupar. Ao contrário dos bons conservadores, que são vítimas de fakenews da mídia de esquerda que fabrica mentiras e escândalos forjados sobre eles, Carvalho tem um histórico tão cheio de escândalos, orgias, ocultismo, mentiras para seus próprios alunos de astrologia e processos legais desses estudantes que a imprensa progressista não precisa inventar nenhuma fakenews sobre ele.
Agora ele quer punir aqueles que expõem sua própria realidade suja?
Devo lembrar que para justificar a censura, punição e até prisão aos críticos, os regimes totalitários tratam os críticos como “criminosos”?
Se é crime dizer que o Rasputin de Bolsonaro defende o revisionismo da Inquisição, que torturava e matava judeus e protestantes, sou “criminoso.”
Se é crime expor como o Rasputin de Bolsonaro difama os evangélicos, sou “criminoso.”
Se é crime dizer que ele se tornou o Rasputin de Bolsonaro, sou “criminoso.”
Se ele pudesse, ele colocaria todos os seus críticos em Gulags ou campos de reeducação.
E agora que ele tem o poder de um Rasputin sobre Bolsonaro, o que ele vai fazer com o Delegado Waldir, que se tornou um “criminoso” ao criticar sua vasta e perversa influência em Bolsonaro?
A especialidade de Carvalho quando ele era um astrólogo profissional e ativamente envolvido em seitas esotéricas era enfeitiçar as pessoas. Ele mantém hoje a mesma especialidade, inclusive sobre um presidente.
Leitura recomendada:
Leitura recomendada sobre o astrólogo Olavo de Carvalho:
Leitura recomendada sobre a Inquisição:

3 comentários :

Eduardo disse...

EU já disse várias vezes, se o olavismo se resumisse a um bando de lunáticos bocas-sujas que vivem de ofender os outros, seria apenas motivo de riso. Mas a partir do momento em que o presidente da República se deixa levar por esse homem, admitindo que o mesmo ofenda seu vice à vontade sem tomar qualquer atitude a respeito, e que ele se guie pelas idéias desse homem, aceitando todas as sugestões desse sujeito como se fossem ordens, e que se recusa a ouvir qualquer outra pessoa além dele, aí o país está afundado em um grande problema.

Marcos Zequias disse...

Infelizmente o deputado e pastor Marco Feliciano virou um olavete, imagino que devido a influência de Olavo de Carvalho ele fez uma pedido de impeachment contra o vice presidente Mourão

Ohelitom Sousa disse...

Vamos lá sobre este guia cego, já escrevi no YouTube e sai de vários canais que apoia este astrólogo, atrai maldição sobre o governo e a nação, ė cegueira total e anátema ,pessoas sendo manipuladas por um filósofo que nem no brasil está. Esdrúxulo mesmo. Soli Deo Glória! Jesus only way!!!