6 de dezembro de 2018

A incrível história de como o presidente George H.W. Bush se tornou pró-vida


A incrível história de como o presidente George H.W. Bush se tornou pró-vida

Brad Mattes
Comentário de Julio Severo: Fico contente que o presidente George H.W. Bush tenha se tornado pró-vida com a ajuda do Dr. Jack Willke, que produziu o melhor manual pró-vida dos EUA. Willke faleceu em 2015, mas tive oportunidade de conhecê-lo pessoalmente em 1999 num grande congresso pró-vida, ganhando dele seu manual e outros livros autografados.
Dr. Jack Wilke e George H. W. Bush
Grande parte do mundo está assistindo enquanto ocorre o funeral de chefe de estado do ex-presidente George H.W. Bush. Os EUA fazem um bom trabalho honrando os líderes mais elevados da nação quando Deus os chama para o Céu.
Tanto como vice-presidente e presidente, George H.W. Bush era fortemente pró-vida. Mas nos primeiros dias da eleição de Ronald Reagan em 1980, isso estava longe de ser o caso.
George H.W. Bush apoiava o aborto como candidato a presidente, uma das razões pelas quais Reagan prevaleceu sobre ele. Quando Ronald Reagan nomeou Bush para concorrer com ele durante a Convenção Republicana, houve uma decepção considerável entre militantes pró-vida.
O Dr. Jack Willke, meu ex-colega e fundador do Life Issues Institute, era então presidente do Comitê Nacional do Direito à Vida. Ao ouvir a notícia de uma chapa Reagan/Bush, ele foi ao hotel que servia como sede do Partido Republicano e pediu para ver Bush. Em vez disso, ele foi apresentado a Bill Casey, diretor da campanha de Reagan, que veio a ser o diretor da CIA. Jack explicou a necessidade de ver Bush e Casey concordou. Ele foi levado a uma sala onde ficaram apenas os dois.
Jack enfatizou para Bush a necessidade de eleger Ronald Reagan, ele transmitiu a complicação de ter um companheiro de chapa que apoiava o aborto e sugeriu ao candidato que ele o informasse sobre a questão do aborto. Bush começou a compartilhar sua opinião sobre o assunto, mas Jack o interrompeu dizendo que preferia ouvir a posição de Bush sobre o aborto depois da reunião informativa.
Então Jack acrescentou: “Preciso de quatro horas para informá-lo cuidadosamente.” Bush reagiu com um leve choque, mas ele continuou. “Nós representamos muitos americanos pró-vida. Se pudermos dizer a eles que você acha que esse assunto é muito importante, que você dedicou uma quantidade substancial de tempo para ser informado, isso causará uma impressão favorável em nosso pessoal.” Bush respondeu: “Seu argumento é válido. Vamos fazer isso.”
Jack pressionou ainda mais, pedindo para trazer alguns líderes pró-vida depois do almoço para discutir a campanha. Bush concordou.
Algumas semanas depois, Jack estava sentado no sofá da casa de Bush em Kennebunkport, Maine, com um projetor de slides entre eles.
Usando imagens eficazes, Jack introduziu o candidato a vice-presidente à beleza da vida no útero, bem como a realidade chocante do que o aborto faz com os bebês e suas mães. Eles também discutiram os principais argumentos a favor e contra o aborto.
No final de seu tempo juntos, Jack então perguntou a Bush qual era a posição dele sobre o aborto. Bush sorriu, percebendo a estratégia do tempo juntos. “Eu não tinha essa postura antes, mas agora tenho. Apoiarei uma emenda à Constituição para proibir o aborto e derrubar a decisão Roe versus Wade, como uma emenda de direitos de cada estado.”
Missão cumprida!
Essa reunião mudou o curso da história e muitos bebês estão vivos hoje por causa das políticas pró-vida do governo do Presidente George H.W. Bush. Você pode assistir ao Dr. Willke contar essa história em uma breve entrevista em inglês aqui.
O presidente Bush manteve sua palavra.
Como presidente, ele orientou seu ministro da Justiça a pedir ao Supremo Tribunal que revogasse suas decisões pró-aborto na decisão Roe versus Wade e um caso posterior que reafirmava Roe, Webster versus Serviços de Saúde Reprodutiva.
O presidente Bush trabalhou para limitar os financiamentos da lei Título X para organizações que promovem o aborto e manteve a política da Cidade do México, que impede que o dinheiro do contribuinte americano de impostos financie a indústria do aborto no exterior.
O presidente Bush também usou sua autoridade de veto para proteger bebês em gestação. Ele vetou todo um projeto de lei de gastos quando os democratas do Congresso tentaram afrouxar a Emenda Hyde. No geral, ele apresentou 10 vetos de contas que não tinham proteção para os bebês em gestação.
E ele fez proclamações anuais de santidade da vida. A declaração do presidente Bush em 1991 dizia aos americanos que seu governo “defendia alternativas compassivas ao aborto, como ajudar as mulheres em crise através de maternidades, encorajando adoção, promovendo educação para abstinência e aprovando leis que exigem notificação dos pais e períodos de espera para menores.”
Nós nos juntamos à nação no luto por este homem bom e decente. Sua conversão pró-vida é um testemunho permanente do poder da educação, a base sobre a qual as vitórias políticas e legislativas pró-vida são construídas.
Por favor, mantenha a família do Presidente George H.W. Bush em suas orações.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês de LifeNews: The Amazing Story of How President George H.W. Bush Became Pro-Life
Leitura recomendada:

Um comentário :

Samuel Yahata disse...

Isso só pode ser uma piada.