21 de outubro de 2018

Trump reconhecerá Jerusalém também como capital da “Palestina”?


Trump reconhecerá Jerusalém também como capital da “Palestina”?

Crescente preocupação em Israel de que Trump poderá incluir “Jerusalém Oriental” como capital do Estado palestino em proposta de paz.

Arutz Sheva
Uma importante fonte política israelense avalia para um jornalista do jornal Yediot Aharonot que, se os resultados das eleições nos Estados Unidos levarem a um enfraquecimento do Partido Republicano, a pressão sobre o presidente dos EUA Donald Trump para chegar a um acordo político entre Israel e a Autoridade Palestina aumentará.
A preocupação israelense, diz ele, inclui a possibilidade de que Jerusalém seja incluída na proposta política americana. Isso poderá significar definir “Jerusalém Oriental” como a capital de um futuro Estado palestino em paralelo ao reconhecimento já dado à “Jerusalém Ocidental” como a capital de Israel.
“Trump quer um acordo e ele está muito sério,” diz a fonte. “No que diz respeito aos americanos, o conflito israelo-palestino é relativamente fácil de resolver e já está pronto para ser resolvido.”
Netanyahu não seria capaz de concordar com tal plano que inclui Jerusalém, então ele provavelmente iria adiar a publicação até depois das eleições em Israel, para que o assunto não leve a uma crise na coalizão com seus parceiros de governo. O objetivo israelense é deixar a Autoridade Palestina e Abbas na posição de recusar, já que Trump exercerá a maior parte da pressão sobre o lado que rejeitar sua proposta.
De acordo com Yediot Aharonot, o embaixador dos EUA em Israel, David Friedman, e outros funcionários trabalharão com o presidente americano para impedir a publicação de um plano que inclua a inclusão de Jerusalém no acordo político proposto.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do jornal israelense Israel National News: Will Trump recognize Jerusalem also as capital of 'Palestine?'
Leitura recomendada:

Nenhum comentário :