12 de outubro de 2018

Pai alemão indiciado por proteger sua filha contra a agressão sexual de imigrante


Pai alemão indiciado por proteger sua filha contra a agressão sexual de imigrante

Robert Spencer
É assim que se parece quando uma sociedade está cometendo suicídio.
“Pai alemão indiciado por proteger sua filha contra a agressão sexual de imigrante,” Voz da Europa, 5 de outubro de 2018:
Um homem que protegeu sua filha de 21 anos contra um africano que estava apalpando o traseiro dela será incriminado de causar danos físicos.
Na estação de trem de Hackerbrücke em Munique, um imigrante bêbado de 28 anos de idade, originário da Eritreia, agarrou uma alemã por debaixo da saia na terça-feira.
Quando seu pai viu o ataque sexual, ele deu um soco na cara do homem africano para fazê-lo parar.
Um funcionário da empresa ferroviária alemã Deutsche Bahn testemunhou o incidente e alertou a polícia federal.
A polícia alemã decidiu apresentar duas acusações: uma contra o migrante por agressão sexual e outra contra o pai por causar danos físicos.
Muitos alemães ficaram chocados com o caso contra o pai, acreditando que o homem agiu em defesa de sua filha. Comentários abaixo de um post no Facebook sobre as acusações mostram que muitos não entendem o motivo por que o pai está sendo punido por proteger sua filha…
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do JihadWatch: German father charged for protecting his daughter against sexual assault by migrant
Leitura recomendada:
Leitura recomendada:
Leitura recomendada sobre estupros muçulmanos:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Esta seção é moderada conforme opção democrática do Blogger para limitar excessos e outros tipos de interferência na interação do público com este blog. Portanto, todas as opiniões, comentários e textos estão sujeitos à avaliação do moderador. Manifestações insensatas, tolas, ridículas e desrespeitosas não são bem-vindas neste blog. Opiniões sensatas são mais que bem-vindas. Aos que querem fazer cobranças neste espaço, é imprescindível a apresentação do perfil oficial. O moderador se reserva o direito de publicar ou não comentários de questionadores anônimos, sem nenhuma identificação válida e verificável.