23 de agosto de 2018

“Estou perdoada e eternamente liberta”: ativista LGBT internacional abandona estilo de vida gay e entrega-se a Jesus


“Estou perdoada e eternamente liberta”: ativista LGBT internacional abandona estilo de vida gay e entrega-se a Jesus

Emily Jones
A renomado ativista LGBT Val Kalende vem denunciando publicamente seu estilo de vida lésbico e diz que Deus a transformou completamente com seu amor.
Kalende já foi defensora internacional dos direitos LGBT e frequentemente gritava com cristãos e políticos pelo apoio deles ao casamento tradicional. Hoje, ela diz que Deus a perdoou pelo que ela chama de “pecado do mesmo sexo.”

De filha de pregador à campeã LGBT

Kalende cresceu como filha de pregador em uma família pentecostal em Uganda, mas abandonou sua família e carreira como jornalista para se tornar ativista LGBT em 2007. Ela viajou pelo mundo falando sobre questões de direitos gays e liderou [a entidade gay] Minorias Sexuais de Uganda (SMUG), um think-tank de organizações LGBT em Uganda.
Quando o parlamento ugandense criminalizou o comportamento homossexual em 2014, Kalende ganhou asilo no Canadá e tornou-se membro da Comissão Internacional de Direitos Humanos Gay e Lésbica.

Transformada pelo amor de Deus

Enquanto escrevia para o Huffington Post em 2016, ela disse que permaneceu “firme” em sua luta pelos direitos LGBT e que “sempre acreditou no poder transformador da verdade, porque a verdade, como dizem, nos liberta.”
Hoje, essas palavras têm um significado muito diferente. Ela diz que a verdade do evangelho a libertou de seu passado pecaminoso.
“O inimigo tinha um plano para desviar e eventualmente destruir minha identidade. Deus tinha um plano. Um bom plano,” ela escreve em sua página no Facebook. “Vendo até onde Deus me trouxe, faz sentido agora acreditar que Deus tinha Seus olhos em mim. Ele esperou por mim. Ele preservou minha feminilidade. Ele nunca parou de me amar. Ele me conhecia pelo nome. Ele nunca parou de me chamar de volta para Seu propósito.”
Em vez de ser LGBT, ela se identifica como TBGL — sigla em inglês de “Transformed by God’s Love” (Transformada pelo Amor de Deus).
Mas o que a levou para longe de sua criação cristã em primeiro lugar? É uma questão com a qual ela admite que “lutou” por anos.
 “Muitas vezes eu lia minha Bíblia — particularmente as passagens bíblicas sobre homossexualidade e casamento — mas meu coração estava endurecido,” ela recorda em seu post de Facebook. “Em vez disso, fiz a Deus perguntas como: Se o seu plano é que eu não tenha relações sexuais fora do casamento e que o casamento seja entre um homem e uma mulher, por que então eu tenho atrações do mesmo sexo? Agora eu entendo que essa não deveria ter sido a abordagem de minhas conversas com Deus.”
Em vez disso, ela diz que deveria ter confiado em Deus, apesar de não ter todas as respostas.
“Minha abordagem deveria ter sido: Senhor, eu não tenho respostas, mas confio e acredito em sua Palavra. Sua intenção não é me prejudicar ou me impedir de gozar a vida. Sua intenção é preservar-me e não me dar a vida de minha escolha, mas a vida que eu mereço de acordo com o seu amor,” escreve ela.

Um novo apelo à ação

Kalende lamenta seu envolvimento como mentora, líder e acadêmica no movimento LGBT, mas deve muito de sua transformação ao “poder de uma família que ora.”
Agora, ela espera que outros como ela também encontrem a graça e o amor de Jesus.
Ela escreveu recentemente: “Caro movimento LGBT: Eu encontrei Vida, Verdade e Graça. Minha oração é que vocês encontrem a boa vida que eu tenho. Vocês se tornaram minha razão de intercessão. Eu sei, de algumas das mensagens que tenho recebido até agora, que o Espírito Santo começou a falar aos seus corações Ele é quem revela toda a verdade… Aos pastores de quem eu discordava, peço desculpas. Aos políticos contra os quais lutei violentamente em uma guerra de palavras, peço desculpas. Para a geração de idosos e jovens desta nação, peço desculpas. Para meu PAI e criador, peço desculpas. Para mim mesma, peço desculpas. Eu estou em paz com a minha alma, porque eu estou perdoada e para sempre liberta. Salmo 51:17.”
Traduzido por Julio Severo do original em inglês da CBN (Rede de Televisão Cristã dos EUA): 'I Am Forgiven and Forever Set Free': Global LGBT Activist Abandons Lifestyle, Surrenders to Jesus
Leitura recomendada:

2 comentários :

victor disse...

Seja Deus louvado sempre !!
Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.

Lucas 15:7

Alexandre Costa disse...

Deus abomina o pecado,mas ama o pecador,e somente com bastante oração Ele irá interceder a favor deles e libertá-los,por isso não parem de orar por quem quer que seja.