29 de maio de 2018

Este é o começo do fim da imprensa livre?


Este é o começo do fim da imprensa livre?

Comentário de Julio Severo: Em plena Inglaterra, gangues muçulmanas de imigrantes e filhos de imigrantes estão estuprando milhares de meninas britânicas, enquanto a imprensa e o governo britânico não tratam do assunto, como se estupradores e suas vítimas não existissem. Então, quando aparece um corajoso cidadão britânico para tentar mostrar ao povo britânico essa realidade cruel, o que acontece? O governo britânico manda prender o cidadão e dá ordens para a imprensa ficar de boca fechada. O que está acontecendo? Estamos voltando à Idade das Trevas? Dessa vez, serão as trevas de gangues de estupradores muçulmanos acobertadas pelo governo e mídia da Inglaterra? Leia a reportagem completa do WND:
Tommy Robinson sendo preso
Tommy Robinson, um ativista britânico e ferrenho jornalista independente, foi preso na frente de uma sala britânica de tribunal na cidade de Leeds por transmitir ao vivo informações sobre uma gangue muçulmana que estava sendo julgada por estuprar centenas de vítimas, algumas com onze anos de idade.
Robinson foi levado imediatamente para a prisão, enquanto muitas fontes de notícias britânicas que faziam a cobertura do caso ficaram em silêncio e as autoridades se recusaram a comentar sobre a prisão dele.
O julgamento em andamento diz respeito ao estupro de crianças cometido por 26 suspeitos do sexo masculino e duas mulheres. As acusações incluíam estupro, tráfico, atividade sexual com crianças, negligência infantil, rapto de crianças, fornecimento de drogas e produção de imagens indecentes de crianças.
Centenas de crianças foram alegadamente estupradas, enquanto policiais e funcionários do governo foram acusados de encobrir do público os crimes generalizados, impondo sanções draconianas em toda tentativa de noticiar esses julgamentos.
Robinson foi algemado e preso na sexta-feira após ter filmado membros de uma alegada gangue de aliciamento de crianças que entraram no tribunal para serem julgados — mas os detalhes da suposta sentença dele permanecem obscuros depois que o juiz ordenou que a imprensa não informasse o caso ao público.
Robinson, ex-diretor da Liga de Defesa da Inglaterra e ativista de longa data contra o islamismo e a migração islâmica, foi preso depois de filmar homens acusados de fazer parte de uma gangue que aliciava crianças. A Grã-Bretanha vem sendo abalada por uma série de escândalos sexuais infantis, perpetuados por gangues de homens predominantemente muçulmanos.
O vídeo mostra Robinson, cujo nome real é Stephen Lennon, sendo cercado por até sete policiais, enquanto ele transmitia ao vivo o incidente em seu telefone. A polícia informou que ele estava sendo preso por “perburbação da ordem pública.”
Tommy Robinson sendo levado pela polícia
Mas logo após sua prisão, uma fonte com conhecimento do caso disse à Fox News que ele havia sido preso por 13 meses por acusação de desacato ao tribunal.
Uma lista do tribunal indicou que o caso estava “fechado” na tarde de sexta-feira.
Uma fonte disse que ele foi encarcerado na prisão de Hull. A cobertura do caso no site do jornal Hull foi um dos exemplos em que as autoridades britânicas impuseram silêncio. A prisão recusou-se a confirmar que Robinson estava lá.
De acordo com um relato, Robinson já estava com uma sentença suspensa por desacato ao tribunal por [fazer a cobertura de] um caso de estupro coletivo em 2017.
Na sexta-feira o juiz impôs uma medida proibindo os meios de comunicação de fazerem reportagens sobre o caso. A ordem proíbe os repórteres de noticiar um caso se houver motivos para acreditar que a reportagem possa prejudicar um julgamento. A ordem impede reportagens até a conclusão do julgamento que Robinson estava cobrindo.
A ordem de mordaça levou as agências de notícias do Reino Unido a remover todas as suas reportagens de seus sites para cumprir a ordem. Fontes com conhecimento do caso de Robinson estão falando apenas sob condição de anonimato por medo de que também sejam presas por desacato. Um deles disse à Fox News que o advogado de Robinson alertou que, considerando a presença de membros de gangues muçulmanas na prisão, uma sentença de 13 meses equivale a uma sentença de morte.
“O advogado de Tommy disse que ele provavelmente vai morrer na cadeia, considerando seu perfil e ameaças credíveis anteriores, e o juiz basicamente disse que não se importa,” disse a fonte. “Ele o sentenciou a 13 meses de prisão.”
Geert Wilders protestou contra a prisão no Twitter: “Preso por ‘perturbar a ordem pública’ enquanto noticiava sobre um julgamento de gangue islâmica de aliciamento? A Inglaterra virou Arábia Saudita?
Roseanne Barr também twittou: “Os pedófilos e seus agentes estão agora prendendo aqueles que se opõem a eles, na INGLATERRA! #LibertemTommyRobinson @Nigel_Farage @POTUS #Pedogate ”
Robinson, de 35 anos, foi visto sendo levado para a parte traseira de uma van da polícia e sendo revistado em imagens postadas em sua página no Facebook.
Ele diz: “Estou sendo preso por perturbar a ordem pública.”
Ele pediu a um apoiador quando ele foi levado embora: “Você pode me conseguir um advogado? Veja, estou em uma sentença suspensa.”
Um policial na filmagem disse antes de ler para Robinson os direitos: “Você está sendo preso por suspeita de causar perturbação da ordem pública.”
Robinson fundou a Liga de Defesa Inglesa em Luton em 2009, antes de renunciar em 2013.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do WND (WorldNetDaily): Is this beginning of the end of free press?
Leitura recomendada:

4 comentários :

Boroc disse...

Assistam esses dois. Esse aqui todo, mas especialmente a partir do minuto 10:18.

É SOBRENATURA! (Sid Roth) - O cenário do fim dos tempos - 2ª entrevista com Joel Richardson

https://m.youtube.com/watch?v=EN4IlkyAi48&t=821s


"Carne fácil" - gangues de estupradores muçulmanos acobertadas na Inglaterra - CBN News

https://m.youtube.com/watch?v=GGJdScWuhRA&t=101s

Silvio Ricardo disse...

O Charles, chamado de príncipe, filho da velha rainha, é muçulmano.
Mas a imprensa encoleirada inglesa jamais vai investigar isso.

Irineu Evangelista 1980 disse...

Espero que esse juiz colha logo o que semeou contra o Tommy Robson! D_us lhe faça Sua Justiça Divina!

Marcelo Victor disse...

Os filhos de Maomé conseguiram, sem armas, a proeza de conquistar o Reino Unido, algo que nem mesmo Hitler com todo seu poderio bélico conseguiu.

Por mais ruim que pareça, creio que a situação atual do Reino Unido parece se tratar da mão de Deus contra um povo que tem escravizado o mundo nos últimos séculos e que vem dando provas de que será pior do que Sodoma.

A Irlanda, por exemplo, acaba de liberar o aborto, mostrando que esse povo não ama mesmo as suas crianças.