21 de março de 2018

A coisa mais abominável do mundo


A coisa mais abominável do mundo

Julio Severo
A coisa mais abominável do mundo é o comunismo, o socialismo, o marxismo e o esquerdismo? De acordo com o astrólogo Olavo, NÃO.
O que é, para o astrólogo Olavo, “a coisa mais abominável do mundo”?
Ele disse:
“A coisa mais abominável do mundo é o conformismo preguiçoso que se dá ares de simplicidade evangélica. A falsa humildade do medíocre é a delícia dos demônios.”
Se o que ele disse fosse 10% verdade, ele não estaria vivendo no maior país evangélico do mundo — o que, para ele, seria um país de medíocres.
Se então a simplicidade dos evangélicos — difamada por ele como “conformismo preguiçoso” — fosse a “delícia dos demônios,” ele, que vive sob forte influência esotérica e ocultista na mente e no coração, sentiria a mais pura alegria em mim e todos os evangélicos dos EUA e do Brasil! Não. Na verdade, ele só sente alegria nos evangélicos que pagam os cursos dele e se sujeitam a dizer amém às suas besteiras e filosofices pró-Inquisição.
Os demônios e o astrólogo odeiam a simplicidade dos evangélicos e seu amor ao Evangelho simples e descomplicado!
Vendo da perspectiva do astrólogo, então a Inquisição fez um grande favor ao mundo ao eliminar evangélicos portadores da “coisa mais abominável do mundo.” Considerando que a Inquisição também torturava e matava judeus, o astrólogo poderia esclarecer se os judeus também são portadores da “coisa mais abominável do mundo” e mereceram por isso ser vítimas da Inquisição?
Se você achou que eu, que denuncio a defesa que o astrólogo Olavo faz da Inquisição, sou o único evangélico atacado por ele, NÃO. Se você achou que “conformismo preguiçoso,” “falsa humildade” e “medíocres” são os piores nomes que ele já deu aos evangélicos, NÃO.
Ele cospe nos evangélicos, cospe na fé dos evangélicos, cospe no país que o acolheu (o maior país evangélico do mundo) e imbeciliza alguns evangélicos com a cara cheia de cuspe. Ele só não cospe no dinheiro dos evangélicos que fazem o COF — Confraria dos Olavetes Fanáticos.
Como é que Jair Bolsonaro, candidato presidencial, pode prometer o cargo de Ministro da Cultura (confira neste vídeo: https://youtu.be/XWx3wzh0dVE) a um astrólogo pró-Inquisição que vê a simplicidade dos evangélicos como a “coisa mais abominável do mundo”? Ele quer a cultura brasileira, que ainda não reconheceu devidamente os crimes da Inquisição contra os judeus em solo brasileiro, vendo também a simplicidade dos evangélicos como a “coisa mais abominável do mundo”?
Leitura recomendada:
Leitura recomendada sobre o astrólogo Olavo de Carvalho:
Leitura recomendada sobre olavetes:

2 comentários :

Anônimo disse...

Olavo odeia o protestantismo, porque de forma simples, o protestantismo barra o seu perenialismo que precisa de tomismo, de hóstia, de santos, de aparições falsas (demônios) de Maria para ser implantado no Cristianismo!

Obs: Para quem não sabe, o perenialismo é uma forma de misticismo ou esoterismo que visa o ecumenismo porque pregam que existiu uma proto-religião ou religião primordial do tipo nova era, mãe terra essas coisas! Para os perenialistas a Grande Deusa,Mãe Terra, Ishatar ou Asterot, se revelou nas aparições de Maria falando contra a Rússia e o Comunismo! Diante de tudo isso dá para entender porque Olavo odeia o cristianismo simples e puro!

Felipe Dardis disse...

A coisa mais abominável é a mentira, a qual ele defende com unhas e dentes. Defende a Inquisição e a coloca como santa e benfeitora da humanidade. Mentir já é repulsivo, agora mentir sobre a morte de milhares de centenas de pessoas é ABOMINÁVEL.
O que ele está tentando fazer, através dessa frase, é atiçar uma falsa necessidade de buscar as coisas ''mais além'', algo mais profundo que o Simples Evangelho que oferece a clara Salvação através de Jesus Cristo. E, obviamente, aqueles que caírem nessa rede, onde irão buscar se desvencilhar dessa ''mediocridade'' que ele aponta? Oras, nos cursos de esoterismo (travestidos de pura e mera filosofia) dele!
Julio, isso daí não é só mentira que ele traz, mas está fazendo o marketing dele, caçando os ingênuos.