1 de dezembro de 2017

Jornal Jerusalem Post diz que Trump reconhecerá Jerusalém como capital de Israel


Jornal Jerusalem Post diz que Trump reconhecerá Jerusalém como capital de Israel

Julio Severo
O presidente americano Donald Trump poderá formalmente reconhecer Jerusalém como capital de Israel no início da próxima semana e orientar sua equipe a preparar a mudança da embaixada americana para Jerusalém, disse o jornal Jerusalem Post.
Dias atrás, o vice-presidente americano Mike Pence disse que Trump estava “ativamente considerando” esse passo.
“Enquanto nos últimos 20 anos, o Congresso e sucessivos governos americanos expressaram uma disposição de mudar nossa embaixada, enquanto falamos, o presidente Donald Trump está ativamente considerando quando e como mudar a Embaixada dos EUA em Israel de Tel Aviv para Jerusalém,” Pence disse num evento que celebrou o aniversário de 70 anos da votação da ONU no Plano de Partilha.
Trump se comprometeu várias vezes durante sua campanha a mudar a embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém. Mas seu governo tem adiado o possível cumprimento desse compromisso. Bush e Obama também haviam feito o mesmo compromisso.
Os muçulmanos ameaçam tumultos e protestos violentos se Trump cumprir seu compromisso. Além disso, a decisão enfrenta resistência significativa de neocons, que dizem que mudar a embaixada americana em Israel representaria um grave perigo para as muitas bases militares americanas no Oriente Médio e nações muçulmanas.
Por milhares de anos, Jerusalém é uma cidade judaica e capital de Israel. Ao reconhecer Jerusalém como capital de Israel, Trump corrigiria uma injustiça histórica da política externa americana, que tem muitas vezes prometido fazer tal reconhecimento, mas nunca cumpriu.
De acordo com o Jerusalem Post, se “Trump reconhecer formalmente Jerusalém como capital de Israel, ele provavelmente deixará claro que o reconhecimento é só de Jerusalém ocidental a fim de manter a condição final da cidade inteira algo para ser decidido em negociações. A Rússia anunciou em abril que reconhece Jerusalém ocidental como a capital de Israel, se tornando o primeiro país do mundo a fazer isso.”
A Rússia fez muito melhor do que a maioria das nações ao reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Mas o reconhecimento russo foi parcial. Só Jerusalém Ocidental foi reconhecida. Em retribuição, Israel deveria reconhecer só Moscou Ocidental como capital da Rússia?
Ainda que muitos sites cristãos estejam se regozijando que enfim os Estados Unidos, sob Trump, reconhecerão Jerusalém como a capital de Israel, o Jerusalem Post deixou claro que o reconhecimento será parcial. Só Jerusalém Ocidental será reconhecida.
Em retribuição, Israel deveria reconhecer só Washington DC Ocidental como a capital dos EUA?
Por que é tão difícil para os EUA, o maior país cristão protestante do mundo e a única superpotência do mundo, reconhecerem o que a Bíblia e a história reconhecem de forma tão clara?
Leitura recomendada: