18 de outubro de 2017

Por que Chuck Pierce profetizou em 2008 que Donald Trump seria presidente


Por que Chuck Pierce profetizou em 2008 que Donald Trump seria presidente

Steve Strang
Em meu novo livro “God and Donald Trump” (Deus e Donald Trump), documento o jeito como quatro profetas modernos profetizaram antes da eleição que Donald Trump ganharia. Exatamente antes do Dia da Eleição, porém, a opinião popular era que ele perderia feio para Hillary Clinton. Contudo, ele ganhou! Os profetas estavam certos.
Chuck Pierce
Ao escrever o livro, entrevistei muitas pessoas e gravei seis dessas entrevistas de modo que eu pudesse transcrevê-las. Compreendi também que eu poderia usá-las como podcasts para dar informações dos bastidores acerca de como preparei o livro.
Minha primeira entrevista foi com Chuck Pierce, que profetizou em 2008 que Deus jogaria uma “carta trunfo” (em inglês, trump card) e como ele começou a entender que Deus estava se referindo a Donald Trump. O aspecto profético no que Deus está fazendo não é geralmente parte de nosso discurso público. Creio que meu livro mostra ao leitor que Deus está envolvido nos assuntos dos homens, inclusive a eleição de nosso presidente.
Chuck Pierce não é ativo politicamente, mas ele é ativo em intercessão. Quando as pessoas o atacaram por profetizar que Trump ganharia, ele disse que estava meramente falando como oráculo do Senhor — que é o que um verdadeiro profeta deve fazer.
Chuck Pierce frisa o que Deus está fazendo, principalmente Sua aliança com Israel, a qual ele acredita é a chave para o futuro dos EUA e para a presidência de Trump.
Traduzido e editado por Julio Severo do original em inglês da revista Charisma: Why Chuck Pierce Prophesied in 2008 That Donald Trump Would Be President
Leitura recomendada:

4 comentários :

Jorge Santos disse...

E Os Simpsons?

Alexandre Costa disse...

é... toda autoridade vem do alto, sendo boa ou má o sol nasce para todos.

Thel Araújo disse...

Trump não é tão íntegro quanto deveria ser, mas era a única carta na manga para frear e jogar um banho de água fria na canalhada socialista mundial. A mesma coisa será acontecerá no Brasil: Bolsonaro é o único candidato da Direita que pode fazer frente às constantes ameaças socialistas.
E falando em canalha socialista, deparei-me com uma questão de prova recentemente, a qual citava Paulo Freyre. Nessa questão, esse sujeito dizia mais ou menos o seguinte: que "mulher que fica em casa toda arrumada esperando o marido, na esperança de ser afagada com mimos e presentes, é coisa de mulher submissa e tola". A questão não era exatamente assim, mas ficava assim subentendido. Ou seja, um verme socialista se metendo na vida privada das pessoas, e o que é pior: ensinando a mulher a ser rebelde contra o marido. A alma desse sujeito deve estar hoje no mais profundo do Abismo.

Thel Araújo disse...

Em tempo: onde se lê "será acontecerá", leia-se: "deverá acontecer".