28 de abril de 2017

Olavo de Carvalho, capitalismo, conservadorismo e protestantismo


Olavo de Carvalho, capitalismo, conservadorismo e protestantismo

Julio Severo
“Quem inventou o capitalismo foi o capeta,” disse o astrólogo ontem. Com sua suprema inteligência filosófico-esotérica ele pode ter descoberto que o maior país capitalista do mundo é os EUA que, por acaso, são também o maior país protestante do mundo. O mega-capitalismo nos EUA foi criação de protestantes com ajuda judaica.
Esse é o mesmo astrólogo que disse semana passada: “O Protestantismo nasceu do ódio e da sêde de sangue. Sua inspiração cristã é ZERO.” Mesmo assim, ele prefere viver como imigrante no maior país protestante do mundo.
Talvez, vendo que no Brasil, que é o maior país católico do mundo, não há ódio e sede de sangue, ele preferiu viver entre protestantes. Talvez, horrorizado com a inspiração 100 por cento cristã do catolicismo brasileiro, ele tenha buscado um país sem tal influência, e só nos EUA ele achou isso.
Mesmo assim, há evanjegue (termo usado pelo próprio astrólogo para depreciar os evangélicos que não se submetem ao seu jugo filosófico-esotérico supostamente conservador) que o chama de “professor,” achando que tem a obrigação de ignorar os xingamentos e pisadas dele porque suas opiniões políticas são supostamente infalíveis. Tal cego pede para cair no buraco. Ele está empolgado seguindo um mestre de filosofias esotéricas sem desconfiar que o mestre é espiritualmente cego conduzindo a si e outros diretamente para o buraco.
Não uso a palavra “astrólogo” como xingamento. Olavo de Carvalho fundou a primeira escola de astrólogos do Brasil e hoje a principal característica de sua atividade “filosófica” são previsões políticas. Na Bíblia, era comum os astrólogos fazerem previsões políticas. Hoje, eles seriam, ao que tudo indica, considerados “filósofos.” Se Carvalho pode ser considerado “filósofo,” por que não eles?
O esoterismo do astrólogo não é menos nocivo do que o esquerdismo. Hitler, que tinha um discurso estridentemente antimarxista, era católico nominal e esotérico.
Ao contrário dos comunistas soviéticos, que pregavam e impunham abertamente o ateísmo e combatiam a Bíblia, o católico esotérico Hitler não impunha o ateísmo, mas um falso cristianismo e uma falsa bíblia cristã feitos à imagem e semelhança de suas confusões esotéricas.
Ao dizer que “Quem inventou o capitalismo foi o capeta,” o astrólogo pode querer dizer uma de duas coisas:
1) Ele defende o capitalismo porque ele, como esotérico, segue o capeta e então precisa justificar que o capitalismo pertence ao mestre dele.
2) Ele está tão revoltado com os protestantes (que segundo ele nasceram de ódio e sede de sangue e não têm nada de cristão) que tudo o que eles produziram, inclusive o capitalismo, merece ser demonizado.
O mega-capitalismo, que faz parte da história dos EUA, sempre andou junto com valores protestantes e judaicos. Afinal, os EUA se tornaram o maior país capitalista do mundo porque são o país mais protestante do mundo.
Se em vez de dizer que “Quem inventou o capitalismo foi o capeta,” o astrólogo tivesse dito que o capitalismo nos EUA acabou virando coisa do capeta, haveria sentido, pois há muito tempo o capitalismo dos EUA se divorciou de seus valores protestantes históricos. Esse divórcio foi realmente coisa do capeta e hoje, em vez de ser guiado por valores protestantes, o capitalismo americano é guiado pelo capeta.
A melhor coisa do mundo foi o casamento entre capitalismo e protestantismo nos EUA. A pior coisa do mundo foi seu divórcio.
Contudo, o astrólogo prefere insinuar que quando foi inventado, sob valores protestantes, o capitalismo era do capeta.
Atacar o capitalismo de valores protestantes dos EUA é coisa de comunista. Mas quem foi que disse que Olavo de Carvalho é um filósofo conservador? Não ele, que disse, aos palavrões, no mês passado:
“Por isso é que, quando me apresentam como ‘filósofo conservador,’ a única resposta que me ocorre é:
— Conservador é a puta que o pariu, que conservou você na barriga por nove meses em vez de deixá-lo cair na privada.”
Há alguma dúvida de que o astrólogo esteja sob possessão? E os olavetes evanjegues estão caminhando também para tal estado. Uns, inclusive pastores, estão começando a ficar possessos, enquanto outros já estão em grau elevado de capetismo.
Toda forma de capetismo é espiritualmente mortal, seja do PT ou do astrólogo.
O pior inimigo do astrólogo não é Reinaldo de Azevedo, que é um católico quase tão contraditório quanto ele, mas não parece ser esotérico. O pior inimigo dele é a próprio boca dele.
Cada vez que ele abre a boca sobre o protestantismo, ele ataca o próprio país que escolheu para viver como imigrante.
Cada vez que ele abre a boca sobre o conservadorismo, seus próprios palavrões o negam, pois conservador americano genuíno não aceita boca suja, que é característica fundamental de comunistas.
Cada vez que ele abre a boca para elogiar a cultura católica, ele a nega, pois se recusa a voltar a viver no Brasil, o maior país católico do mundo.
Cada vez que ele abre a boca sobre a Inquisição, que torturava e matava judeus e protestantes, ele mente descaradamente.
Cada vez que ele abre a boca para falar de Jesus Cristo, ele O nega com seu famoso esgoto bucal e suas obscenidades.
A Bíblia diz:
“Não é de assustar? Podemos domar uma onça, mas não podemos domar a língua — ninguém nunca fez isso. A língua é veneno de cobra, uma assassina cruel. Com a língua, bendizemos a Deus, nosso Pai; com a mesma língua, amaldiçoamos homens e mulheres feitos à imagem de Deus. Palavrões, maldições, elogios e bênçãos saem todos da mesma boca! Amigos, assim não dá! Já viram uma fonte dar água pura num dia e água imprópria no outro? Um pé de manga produz maracujá? Uma laranjeira pode dar banana? É claro que não dá para tirar um copo de água pura de uma poça de lama!” (Tiago 3:7-11 A Mensagem)
Com sua própria boca, o astrólogo se revela. Mas os olavetes evanjegues nada enxergam.
Eles não ajudam o astrólogo a se libertar de sua legião de demônios. Não usam a autoridade do nome de Jesus para expulsar os demônios da vida dele. Mas pensam estar sendo ajudados por ele.
É muita santa inocência achar que o sujeito que mente descaradamente sobre os fatos históricos da Inquisição não mente em outras questões, inclusive filosóficas e políticas.
Todo esotérico é iludido e ilude.
Todo esotérico é enganado e engana.
O esoterismo, mesmo de direita, não é menos espiritualmente danoso e mortal do que o esquerdismo. Ambos levam diretamente para o inferno.
Se ativismo antimarxista fosse marca de Cristianismo e conservadorismo, o católico esotérico Hitler seria o maior cristão e conservador da história. O ativismo antimarxista dele era inigualável.
Em vez de avisarem o astrólogo que ele está indo para o buraco, os olavetes evangélicos preferem ir para lá com ele, até mesmo incentivando outros nessa cegueira.
Jesus disse: “Quando um cego guia outro cego, ambos caem no buraco.” (Mateus 15:14 A Mensagem)
Não importa que o guia (mestre, professor) seja filósofo. Ele está conduzindo seus evanjegues para o buraco.
Só um cego segue outro cego. Só os evanjegues chamam um cego espiritual de guia, mestre e professor.
Olavo de Carvalho e seus evanjegues precisam urgentemente de oração de libertação de espíritos demoníacos, inclusive potestades.
Ore. Jejue. E faça guerra espiritual contra os espíritos de engano e cegueira que dominam a mente do guia e de seus seguidores.
Leitura recomendada:

3 comentários :

Everaldo Carvalho disse...

Olavo é precisa de um desencapetamento.

Jorge Santos disse...

Júlio o Olavo vive de quê?

Cicero disse...

Olá Jorge.
Ele deve viver de bruxaria como todo bruxo rsrsrs...