17 de janeiro de 2017

China combate “crise” de masculinidade com novo livro escolar para meninos


China combate “crise” de masculinidade com novo livro escolar para meninos

Comentário de Julio Severo: A Bíblia diz que quando aqueles que conhecem a verdade se calam, Deus pode usar as pedras — gente dura — para clamar e falar o que outros deveriam estar falando. Enquanto nos EUA e no Brasil livros pró-homossexualismo para crianças nas escolas se espalham, a China está combatendo essa feminilização da masculinidade. Nesse aspecto, a China ganhou do Brasil e dos EUA. A China pode ter um milhão de coisas erradas, mas nesse aspecto, ela está certíssima. Leia o artigo da FoxNews:
Ao que tudo indica a China está preocupada que seus meninos estejam se tornando efeminados demais. A solução da China: um livro escolar que promove a masculinidade. O livro se chama “Homenzinhos.”
O livro ilustrado fala sobre pais e filhos, e incentiva os meninos a dar prioridade ao seu lado masculino, com administração financeira e outros assuntos ostensivamente adequados para homens.
A NBC News informa que a preocupação é generalizada e que os cidadãos culpam a “crise sexual” em tudo desde muito trabalho doméstico (e pouca atividade física) a serem mimados pelos pais que tiveram permissão de ter só um filho. “As meninas estão ficando mais como os meninos enquanto os meninos estão se tornando mais como meninas, introvertidos e acanhados,” se queixa um pai.
Um jornal de língua inglesa na China culpou o problema percebido nos atores e estrelas populares “efeminados” na cultura japonesa e coreana.
O novo livro, que contém seis capítulos, foi impresso em dezembro pela Editora Educacional Xangai e foi dado como teste em algumas escolas. A ideia é que os meninos serão ensinados com o livro durante a aula, enquanto as meninas não terão aula, informa o jornal South China Morning Post.
A antropóloga Tiantian Zheng disse a NBC que a preocupação sobre a masculinidade é vista como prioridade entre autoridades governamentais, e ela indica que o resultado pode ser a criação de escolas de ensino médio voltadas exclusivamente para estudantes do sexo masculino.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês da FoxNews: China fights masculinity 'crisis' with new textbook for boys
Leitura recomendada:
Postar um comentário