9 de novembro de 2016

Trump derrota a belicista Hillary pró-aborto e é o novo presidente dos Estados Unidos


Trump derrota a belicista Hillary pró-aborto e é o novo presidente dos Estados Unidos

Julio Severo
Trump venceu, não só uma eleição. Ele derrotou Hillary Clinton, uma das militantes abortistas mais poderosas do mundo. Ele derrotou poderosas mídias e especialistas, que claramente queriam que ele perdesse. Ele derrotou várias elites, especialmente neocons, que controlam tanto o Partido Republicano quanto o Partido Democrático. Agora ele é oficialmente Presidente Donald Trump.
Donald Trump
Julian Assange, fundador do WikiLeaks, disse sobre Trump que “todas as elites se afastaram dele. Trump não tem uma única elite com ele, talvez com exceção dos evangélicos, se é que dá para chamá-los de elite. Os bancos, os serviços de espionagem, as empresas bélicas, os financistas externos, etc., estão todos unidos em apoio de Hillary Clinton. E os meios de comunicação também. Os donos dos meios de comunicação e os jornalistas.”
De acordo com Assange, os evangélicos foram a única “elite” que apoiou Trump. Sou evangélico. Não sou americano, mas o que espero de Trump, principalmente de sua política externa?
Hillary criou o ISIS, que vem torturando, estuprando e massacrando cristãos no Oriente Médio. Além disso, ela estava em guerra com os valores cristãos, com o movimento pró-vida e pró-família e com a Rússia, que é mais conservadora hoje.
Hillary manteria diálogo apenas com abortistas, homossexualistas e islamistas. Como sei? Obama sempre manteve esse tipo de diálogo unilateral e usou o governo dos EUA como máquina bestial para propagar e impor o aborto e a agenda homossexual no mundo inteiro. Hillary certamente faria a mesma coisa.
Com Trump esperamos coisas melhores.
Esperamos que ele impeça o governo dos EUA de ser usado como máquina para propagar e impor o aborto e a agenda homossexual no mundo inteiro.
Esperamos que Trump consiga cumprir suas promessas e continue seu confronto com os neocons, que têm sangue cristão em suas mãos por meio de suas intromissões belicistas no Iraque, Líbia, Síria e Ucrânia. Os neocons precisam ser detidos.
Em sua campanha, Trump manteve contatos íntimos com evangélicos e com o movimento pró-vida e pró-família. Em sua presidência, esperamos que ele aumente esses canais de comunicação.
Em sua campanha, Trump confrontou os neocons por causa do Iraque, Líbia, Síria e Ucrânia. Em sua presidência, esperamos que ele reforce esse confronto necessário.
Em sua campanha, Trump ficou contra Hillary e os neocons que estavam demonizando a Rússia e louvando o islamismo. Em sua presidência, esperamos que ele cumpra suas promessas sobre parceria com a Rússia e aprove medidas que proíbam o dilúvio de imigração islâmica aos EUA. Esperamos também que ele cumpra sua promessa de dar preferência para refugiados cristãos oprimidos, que são as principais vítimas da violência islâmica.
A ideia de Trump de parceria com a Rússia contra o terrorismo islâmico foi a proposta mais politicamente incorreta da moderna história dos EUA, pois a intenção dos neocons e da Hillary era exatamente oposta: uma parceria com o terrorismo islâmico contra a Rússia.
Que a “elite” evangélica, que ficou com Trump para sua vitória eleitoral, continue com ele para vitórias contra os neocons e seu expansionismo belicista que derrama sangue cristão no mundo inteiro.
Leitura recomendada:

13 comentários :

Anderson disse...

Júlio, eu estava aqui, desde cedo, orando a Deus, pedindo para que Ele não derramasse juízo sobre os EUA, permitindo a vitória de de Hillary. Também orei pedindo graça, sabedoria e temor de Deus sobre a vida de Trump para que, se assumisse, pudesse governar o país com a sensatez e o favor divino. Eu estou feliz e alimentando as melhores expectativas possíveis.
Forte abraço, meu irmão.
Aprendo muito em seu blog e com sua visão cristã sobre o mundo.

Estudiosa disse...

Só de ser contra o aborto e pró vida Trump tem a minha simpatia

Arne Krogdahl disse...

Graças a Deus!
Que este senhor governe com coragem e que seja forte. Porque a sujeira é muita.

Alison disse...

Júlio, desculpe minha falta de informação, mas como é a relação de Trump com o povo judeu, com a nação de Israel?

Rafael disse...

Julio Severo, atualmente qual é a Igreja evangélica que o Donald Trump frequenta?

Marco André Brito disse...

Respeito muito você como intelectual e crente, mas pessoas q apoiam o divórcio(contra a família, são os heteros q estão destruindo suas próprias famílias...Trump é divorciado, mesmo crente, e Hillary não), xenófobos e molestadores de mulheres praticam o mesmo pecados que abortistas, homossexualistas e armamentistas!Se é crente não diz nada!Como diz 2 Timóteo 3:5 ...tendo forma de piedade, mas inimigos de Deus ....

Flávio Da Vitória disse...

Presbiteriana

2ª GERENCIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO-GRE disse...

O sr. Marco André Brito levantou seu dedo para dizer que Trump é divorciado, condenando-o, obviamente, como se o divórcio não pudesse acontecer também na vida dele (Marco). Eu devo chamar isso de hipocrisia? Ser divorciado é crime?

Vá estudar a vida de dos Clinton e ver quem realmente é que não presta e são os criminosos. Já ouviu falar do Lolita Express, Marco, o jatinho onde viajam Hillary e seu marido canalha?

Cicero disse...

Acho que Trump terá que se esconder, pois os Illuminatis não vão perdoar essa infâmia! acharam que as pesquisas mentirosas, manipuladas e pagas enganariam os americanos... não enganam nem aqui!!!

Ralf Yuri disse...

Não confio no Trump mas torço por ele.
A grande vitória nesta eleição não é de Trump, a grande vitória é o fato de que o povo está acordando e percebendo que a GRANDE MIDIA PODRE DOS BILDERBERG só existe para enganar e destruir famílias e nações.
A MIDIA PODRE DOS BILDERBERG não conseguiu eleger sua KILLARY e acabou sendo desmascarada.

Leonardo Melanino disse...

Espero que o presidenciável eleito Donald Trump aja, a partir do ano posterior, prioritariamente, no combate a todas as redes terroristas, buscando apoio das Forças Armadas de todos os países do Mundo. É necessário que a Humanidade ajude a OTAN e todas as FAs nos desmantelamentos de todas estas redes terroristas, como as prisões dos integrantes rendidos para que eles sejam julgados pelo Tribunal Penal Internacional e condenados por ele e assim sucessivamente. Também espero que Trump mantenha uma boa relação exterior com os outros países, para que a Ordem Mundial fique preservada, dialogando com eles, mediante diplomacias, embaixadas e assim sucessivamente.

helio bandeira disse...

A globo noticiou a vitória de Trump aos PRANTOS. KKKKKKKKKKKK

Leonardo Melanino disse...

O 20 de janeiro do ano posterior será o último dia de Barack Obama e o primeiro de Donald Trump. Se ele for reeleito em 2020 ele ficara na Presidência Estadunidense até 20 de janeiro de dois mil e vinte e cinco.