20 de setembro de 2016

Israelenses Preferem Vitória de Hillary Clinton


Israelenses Preferem Vitória de Hillary Clinton

Comentário de Julio Severo: Para os novatos em política, talvez seja um choque ou surpresa ler que os israelenses preferem a esquerdista patentemente criminosa Hillary Clinton como president dos EUA. Até mesmo a Direita israelense a prefere. Por que? Porque o socialismo faz parte da cultura israelense desde o nascimento do moderno Israel. A Direita israelense tem vários aspectos socialistas. Nos EUA, tradicionalmente os judeus votam majoritariamente na Esquerda. Nunca os judeus americanos votaram majoritariamente na Direita. Eles são tradicionalmente um dos maiores apoiadores do Partido Democrático nos EUA, partido que é semelhante ao PT. Para entender por que Trump não tem apoio nem mesmo na Direita israelense, é preciso compreender que tradicionalmente a maioria dos judeus não vota na Direita. Leia agora a matéria do Ruas Judaica:
Embora muitos deles pensem que Trump seria melhor para Israel — a maioria dos judeus israelenses prefere Hillary Clinton sobre Donald Trump como o próximo presidente dos Estados Unidos.
De acordo com uma pesquisa divulgada, 43 por cento dos judeus israelenses preferem Clinton como presidente, em comparação com 34 por cento que querem Trump, quando solicitados a escolher entre os dois candidatos. Mas 38 por cento dizem que Trump seria melhor para Israel, em comparação com 33 por cento que dizem que Clinton seria.
Em ambas as perguntas, um grande número de pessoas não escolheu um candidato.
O Democracy Institute Israel e a Tel Aviv University lançaram sua mais recente pesquisa mensal — Índice de Paz — após ouvir 600 israelenses no final de agosto. A margem de erro é de 4,1 por cento.
Alguns entrevistados apoiam Clinton, a ex-primeira-dama e secretária de Estado, mesmo não achando que a candidata democrata "será melhor do ponto de vista da política do governo israelense", como o levantamento coloca. Treze por cento dos judeus dizem que Trump, o candidato republicano, seria melhor para Israel, mas desejam Clinton para presidente. Apenas 2 por cento de judeus que disseram que Clinton seria melhor para Israel querem Trump para ser presidente.
"Parece haver pessoas que apoiam Clinton, embora eles achem que ela vai colocar mais pressão sobre Israel ou ser menos fácil para Israel para lidar, em termos de todo o apoio que precisa dos Estados Unidos", disse Chanan Cohen, pesquisador do Israel Democracy Institute que ajudou a conduzir a pesquisa.
O candidato libertário Gary Johnson e seu colega do Partido Verde Jill Stein não foram incluídos na pesquisa.
Em abril, a opinião judaica sobre o assunto quase foi revertida. O Índice de Paz naquele mês encontrou 40 por cento que pensavam que Clinton seria melhor para o interesse de Israel e 31 por cento pensavam que Trump seria.
Desde a temporada de primárias, quando Trump comprometeu-se a ser um corretor "neutro" de paz israelense-palestino, que ele e o Partido Republicano têm tentado aumentar os seus pró-Israel bona fides. Na semana passada, os apoiantes de Trump abriram seu quinto escritório de campanha em Israel, e o primeiro na Cisjordânia. Eles preveem que 85 por cento dos americanos que vivem em Israel, que eles dizem estimar em torno de 300.000, votarão no desenvolvedor e estrela de reality show (Trump).
Ainda assim, Trump não tem uma pluralidade de apoio judaico israelense. Mesmo na direita política, apenas 49 por cento o apoiam, com 23 por cento preferindo Clinton, segundo a pesquisa. A esquerda (86 por cento) e do centro (57 por cento) têm uma "esmagadora preferência" por Clinton, segundo o Instituto Democracia de Israel.
"Eu esperava que os eleitores de direita apoiassem Trump em números maiores, mas podemos ver menos da metade do que esperávamos", disse Cohen. "Eu sei que nos Estados Unidos, a direita tem preocupações sobre a personalidade de Trump, e podemos ver isso também na direita de Israel."
Entre os árabes israelenses, que compõem cerca de 20 por cento da população de Israel, 58 por cento preferem a candidata democrata e 11 por cento o republicano.
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:

3 comentários :

Flávio Da Vitória disse...

Somente os judeus ortodoxos e ultra ortodoxos votam nos republicanos

Unknown disse...

Ainda bem que ainda há esperança para o Trump!!
https://criticanacional.wordpress.com/2016/09/20/oito-mil-pessoas-em-comicio-de-trump-duzentas-pessoas-em-comicio-de-hillary/

Hélio Campos - Fotografia disse...

Isso também pode ser consequência das declarações de Trump sobre Israel recentemente, ele afirmou que uma de suas principais metas para oriente médio é tentar criar a paz ente Israel e o mundo islâmico ( árabe ) .... duvido que a maioria do povo judeu queira isso...