17 de setembro de 2016

Cristãos e judeus se unem para apoiar Israel


Cristãos e judeus se unem para apoiar Israel

Veronica Neffinger
Um grupo de cristãos está se unindo para apoiar Israel e combater um movimento pró-Palestina nos EUA.
CharismaNews.com informou que a Igreja Evangélica Luterana nos EUA se tornou a denominação americana mais recente a se unir ao movimento de boicote desinvestimento e sanções (BDS) contra Israel.
Em oposição a esse movimento, cerca de 100 líderes cristãos, junto com membros do Parlamento de Israel, estão trabalhando juntos para apoiar Israel.
“A segurança e o bem-estar de Israel são a responsabilidade de todos os judeus e todos os cristãos que amam Israel em todos os lugares em todo momento da vida,” Joseph Sabag da Fundação Aliados de Israel disse numa reunião da coalizão.
Sabag está trabalhando para promover uma lei em todos os estados dos EUA que combateria o movimento BDS.
“Em maio de 2015, a Carolina do Sul se tornou o primeiro estado dos EUA a adotar uma lei moderna que regulamenta contra o problema de discriminação comercial e boicotes contra Israel,” disse Sabag.
Outros estados estão seguindo o exemplo da Carolina do Sul, mas há ainda trabalho para ser feito.
Barry Shaw, autor de BDS para Idiotas, alertou sobre os perigos do movimento:
“O que está acontecendo é que o BDS é um nome mundial para todos os que odeiam Israel. É realmente campanha de desinformação que eles estão alimentando para o público geral e má educação que está ocorrendo nessas universidades,” ele disse.
O parlamentar israelense Michael Oren disse que o único jeito de combater informações falsas é com a verdade, e é isso o que a coalizão de cristãos e israelenses está buscando fazer.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do Christian Headlines: Christians and Jews Join Together to Support Israel
Leitura recomendada:

2 comentários :

Marcelo Victor disse...

Esses movimentos de união entre os povos em torno de um único ideal fazem parte das profecias bíblicas, citadas pelo Espírito Santo, relativas ao final dos tempos.
Dessa salada, que representa a união entre russos, norte-americanos e judeus, surgirá o falso desejado das nações; por isso, vejo tudo isso com muita naturalidade e como a comprovação de que a Bíblia é verdadeira.
Deus realmente tem o poder de enxergar o que o homem será capaz de fazer no futuro, transformando esta terra numa sodoma e gomorra generalizada, sob a desculpá da PAZ E SEGURANÇA.

Unknown disse...

Lembrando que a Igreja Luterana que está apoiando a BDS é a Igreja Luterana "Evangelical Lutheran Church in America" (ELCA) de cunho mais liberal. Vale registrar que a "The Lutheran Church—Missouri Synod" (LCMS), que também foi igreja mãe da IELB (Igreja Evangélica Luterana do Brasil) de cunho mais conservador não está junto neste apoio.