24 de julho de 2016

Você não é obrigado a comprar coisas ungidas para receber bênçãos


Você não é obrigado a comprar coisas ungidas para receber bênçãos

Julio Severo
Comprar coisas ungidas para receber bênçãos? Não é necessário nem obrigatório. Coisas podem ser ungidas, não para enriquecimento pessoal, mas para a libertação de pessoas.
A Bíblia diz: “Deus fazia milagres maravilhosos por meio das mãos de Paulo, de tal maneira, que até lenços e aventais que Paulo usava eram levados e colocados sobre os doentes. Estes eram curados de todas as suas enfermidades, assim como espíritos malignos eram expelidos deles.” (Atos 19:11-12 King James Atualizada)
Havia tanta unção no Evangelho que Paulo pregava que as pessoas levavam lenços e aventais para o apóstolo passar sua unção para esses objetos, que se transformavam em canais de bênção e libertação.
Quanto Paulo cobrava para ungir? Nada.
Anos atrás, em duas ocasiões diferentes, mães trouxeram até mim pacotes de maconha que seus filhos usavam. Elas perguntaram o que fazer. Eu disse que não era necessário jogar fora, pois eu oraria pelos pacotes para que Deus visitasse e operasse um milagre.
Orei para que os rapazes tivessem nojo daquela droga.
As mães levaram de volta os pacotes e deixaram onde estavam. Depois que os filhos usaram a maconha orada e “ungida,” começavam a vomitar. Em ambos os casos, os jovens passaram muito mal e acabaram jogando a maconha fora…
Quanto cobrei para orar pela maconha? Nada.
Se as mães tivessem trazido lenços e aventais, eu também teria orado, sem cobrar.
Afinal, de graças recebemos, e de graça damos. Orar e ungir sem cobrar é totalmente bíblico.
Mas, olhando apenas pelo lado cômico, já pensou quanto dinheiro eu ganharia se, imitando os exploradores da fé, eu começasse a vender “maconha ungida”?
Leitura recomendada:

5 comentários :

Pare disse...

muito bom o estudo, isto tudo é verdade…as pessoas estão sendo enganadas de uma forma grotesca... não precisamos comprar a bênção de DEUS, só temos que ser fiéis a Ele e Ele nos recompensará, segundo a sua vontade e o nosso merecimento.
As pessoas têm se preocupado em buscar prosperidade ..esquecendo que precisamos buscar a presença de Deus, eu tenho vergonha de ver certos pastores,bispos e tantos outros se corromperem, buscando fama e dinheiro através de enganos e mentiras...

António Costa disse...

Ola, Júlio Severo, gostei muito da sua historia sobre a oração pela maconha, para que fosse rejeitada pelos seus utilizadores. Parabéns

Leony disse...

Julio, conhece este livro:

Apóstolo da fé - Smith Wigglesworth
http://www.4shared.com/office/9rS4Wh0Gba/Apostolo_da_f_-_Smith_Swiggles.html?

Em busca da Verdade Klarc disse...

Comentei com um amigo a respeito dessa sua "benção" sobre a maconha, e além de tudo mandando as mães retornarem com ela para seus filhos fumarem. Tal amigo, Metodista de boa cepa, tradicionalíssimo, e igualmente competente e dedicado delegado de polícia civil, disse-me o seguinte: Se o tal Júlio Severo estivesse comigo na hora desse "testemunho", DAR-LHE-IA VOZ DE PRISÃO NA HORA!

A lei é clara. Se você repassou a droga de volta para os jovens, você está incurso no artigo que trata de tráfico de drogas.

Apesar de te achar um chato do caralho, vai aqui uma dica de amigo. Retire a postagem que trata sobre o assunto, se não você pode ser enquadrado na lei 11.343/06, Lei do Tráfico de Drogas.

Julio Severo disse...

Tenho certeza de que seu amigo metodista, que se for real parece não ter absolutamente nada de útil para fazer com a vida dele, daria também voz de prisão a essas mães ANTES de elas chegarem à igreja. Muito sábio o seu amigo! Ele não tem nenhum criminoso real com quem se distrair e mostrar trabalho e serviço?