7 de junho de 2016

Chocante! EUA dão asilo a milhares de muçulmanos e pouquíssimos cristãos


Chocante! EUA dão asilo a milhares de muçulmanos e pouquíssimos cristãos

Bob Eschliman
No começo da guerra civil da Síria, cerca de 87 por cento da população eram muçulmanos e cerca de 10 por cento eram cristãos.
Mas enquanto o número de refugiados acolhidos nos EUA mais que duplicou de abril a maio — aumentou 130 por cento — a percentagem de cristãos que são acolhidos nos EUA é chocantemente baixa. De acordo com dados divulgados do Centro de Processamento de Refugiados do Departamento de Estado primeiramente noticiados pela CNS News, 1.069 refugiados sírios foram acolhidos, mas só 2 eram cristãos.
Isto é 0,19 por cento.
Entidades de defesa da pessoa humana que acompanham a entrada de refugiados sírios nos EUA relatam que aproximadamente 2.100 foram acolhidos até agora neste ano. Só seis deles eram cristãos.
Isto é, 0,29 por cento.
Desde que a guerra começou em 2011, menos de 60 cristãos sírios foram acolhidos nos EUA como refugiados. Durante uma audiência da subcomissão de Assuntos Externos da Câmara dos Deputados dos EUA, o deputado federal Chris Smith (R.-N.J.) expressou seu desapontamento com o número absurdamente baixo de cristãos acolhidos nos EUA.
“Os cristãos do Iraque e Síria são indesejados por autoridades de refugiados da ONU. Eles estão em risco,” ele disse. “Uma reportagem noticiosa mostrou ou indicou que dos 499 refugiados sírios acolhidos nos Estados Unidos (nesse ponto) em maio, nenhum — e repito e digo de novo — nenhum refugiado foi colocado na lista como sendo cristão ou como vindo explicitamente de algum grupo alvo de genocídio.”
Traduzido e editado por Julio Severo do original em inglês da revista Charisma: Here’s the Shockingly Low Percentage of Syrian Refugees Admitted to the U.S. Who Are Christian
Leitura recomendada:

Um comentário :

Cicero disse...

Os EUA vão pagar muito caro por esse desprezo aos cristãos.
Estão criando cobras venenosas soltas!