24 de abril de 2016

Líder judeu agradece Putin por combater o antissemitismo


Líder judeu agradece Putin por combater o antissemitismo

MOSCOU, Rússia (Associated Press) — O presidente do Congresso Judaico Mundial agradeceu o presidente russo Vladimir Putin por seus esforços para combater o antissemitismo na Rússia.
Ronald Lauder disse a Putin durante a reunião de terça-feira que o líder russo está cumprindo a promessa que fez durante sua última reunião, em 2003, de combater o antissemitismo. Lauder comentou que na época as sinagogas na Rússia estavam sendo atacadas.
O empresário americano, falando por meio de um intérprete, disse que o antissemitismo havia se reduzido a um “nível mínimo” na Rússia, enquanto na Europa continua “levantando a cabeça.”
Putin disse que “as organizações judaicas fazem uma contribuição importante para a estabilidade política na Rússia, pela qual somos muito gratos.”
Em janeiro, Putin provocou comoção ao propor que os judeus que se sentem ameaçados na Europa deveriam ir para a Rússia, onde seriam aceitos.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês da Associated Press: Jewish leader thanks Putin for fighting anti-Semitism
Leitura recomendada:

8 comentários :

Leonardo Melanino disse...

No Brasil, os antissemitismos são crimes de discriminações, intolerâncias ou preconceitos, previstos na Lei Federal Número 7.716 (Sete Mil Setecentos e Dezesseis) da Quinta-Feira, 5 (Cinco) de Janeiro de 1989 (Mil Novecentos e Oitenta e Nove), conhecida como "Lei Caó".

Anônimo disse...

Espero que seja de coração que o líder russo esteja fazendo tudo isso em prol dos judeus, pois certamente receberá recompensa por isso. Quem faz o bem, recebe o bem que faz, pois Deus é justo.
Agora, é muito curioso que os governantes russos estejam agindo dessa maneira, enquanto a os europeus e norte-americanos estão na contra-mão da história.
Tempos difíceis para todos!!!

Anônimo disse...

O Temer podia fazer o mesmo.

Thiago disse...

Uma das poucas coisas que me aborrece no seu trabalho Julio, é seu sionismo radical.

HAHAHA disse...

Sionista asqueroso lambedor de botas de judeus, Israel e Putin! Quanto ganha vc promovendo-os?

Anônimo disse...

Paulo também amava e defendia os judeus, basta ler Romanos 11.

Anônimo disse...

O Senhor nos ensina a amar e tolerar as pessoas, mas também nos ensina a sermos intolerantes com relação ao pecado e aos comportamentos contrários à moral divina.

Ass. Rodrigues

marcelo victor disse...

De fato, está havendo uma tendencia de se combater o antissemitismo na Russia, glória a Deus!!!

Mas há que se ter um cuidado quando o assunto é aliar-se ou associar-se, de uma forma geral, aos comunistas, conforme nos mostra a seguinte matéria, que trata sobre as posições claras anti-cristãs da China:
https://exateus.com/?p=3529#respond

Eu gostaria de citar a desventura e o grande risco que se corre quando se faz acordo com bandidos, como foi o caso, por exemplo, de um dos governadores de SP:
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/07/depoimento-mostra-que-governo-fez-acordo-com-faccao-em-2006-diz-jornal.html