3 de abril de 2016

Jesus virou a grande estrela cinematográfica de 2016?


Jesus virou a grande estrela cinematográfica de 2016?

Pelo menos 10 filmes com temas cristãos provavelmente serão lançados neste ano

Filme “A Bruxa”
(Insights) Uma tendência de proporções bíblicas está, de forma surpreendente, ocorrendo nos cinemas. Deus, Jesus, a Bíblia e o Cristianismo estão todos estrelando neste ano num pacote de filmes novos. Pelo menos dez provavelmente serão lançados nas telas dos EUA.
Quase no início de 2016, os filmes “Risen” (Ressurreição) e “Hail, Caesar!” (Salve, César), inclusive o ganhador de Oscar “Spotlight — Segredos Revelados,” levaram Jesus e seus seguidores imperfeitos aos telões. Spotlight — Segredos Revelados” examinou um caso preocupante de abuso sexual infantil que estava sendo acobertado numa instituição cristã, enquanto “Risen” era uma perspectiva de novela sobre a ressurreição de Jesus. “Hail, Caesar!” era diferente de novo, fazendo piadas sobre a religião cristã ao mesmo tempo em que dá a melhor explicação nas telas sobre o Evangelho de Jesus Cristo.
Lançado também nos cinemas recentemente, “The Witch” (A Bruxa) é uma descrição realista inquietante de guerra espiritual — com muito mais conteúdo cristão do que o filme de suspense da moda “The Conjuring 2” (Invocação do Mal 2) provavelmente trará em junho.
Com o filme “The Young Messiah” (O Jovem Messias) alcançando os cinemas americanos neste ano — contando a vida imaginada de Jesus como um menino — podemos registrar 2016 como o ano dos filmes de temas cristãos. E não pense que essa tendência vai desaparecer logo.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do WND (WorldNetDaily): Is Jesus the big movie star of 2016?
Leitura recomendada:

4 comentários :

Anônimo disse...

Para quem lê a Bíblia, a maior parte desses filmes são uma verdadeira piada, pra não dizer blasfêmia, trazendo doutrinas estranhas às Escrituras.
Todo cuidado é pouco, pois o diabo se disfarça de anjo de luz!!!

Ass. Rodrigues

marcelo victor disse...

Esse filmes devem estar cheio de abominações a respeito da Bíblia, repleto de linguagem subliminar atacando o cristianismo.

Anônimo disse...

Do jeito que a coisa anda, metade desses filmes deve de ser sátira pra fazer o povo dar gargalhada!!!

Anônimo disse...

Será que os muçulmanos não vão explodir alguns cinemas pelo mundo?
Os diretores desses filmes que tomem cuidado...