19 de abril de 2016

Evangélicos pró-Lula: o tempo passou…


Evangélicos pró-Lula: o tempo passou…

Julio Severo
Em 2002, estava havendo as eleições presidenciais no Brasil, com disputa entre Lula e Serra. Como líder de uma igreja evangélica, recebi do diretório do PT um pacote via SEDEX enviado por orientação da sede nacional da minha ex-denominação. O pacote trazia milhares de folhetos pró-PT, e disponibilizo aqui no blog cópia do folheto:
O que fiz? Queimei todos, sem me importar com os pensamentos da liderança nacional. Só guardei algumas cópias como testemunho da tolice evangélica. Além disso, contrariando a postura oficial da minha ex-denominação, não recomendei que minha congregação votasse em Lula.
Conversei com o presidente da denominação, alertando-o que não apoiasse Lula. O presidente me disse que não me preocupasse porque Lula havia garantido a eles que não permitiria que seu futuro governo promovesse o aborto e o homossexualismo. Respondi que Lula estava mentindo, mas de nada adiantou: era minha palavra contra a palavra de Lula.
Conversando com um líder pró-vida nacional sobre a tristeza de ver os líderes evangélicos apoiando um candidato pró-aborto, ele fez alguns contatos e em poucas horas recebi ligação telefônica da secretária pessoal do candidato José Serra. Queriam mais detalhes sobre os evangélicos pró-Lula, pedindo também que eu apoiasse Serra. Não, não, não. Nem Lula, nem Serra. Os dois eram pró-aborto. Eu preferia anular meu voto a dá-lo a um abortista.
Pouco depois, um dos pastores denominacionais pregou uma hora inteira contra George Bush, retratando-o como Anticristo. Embora Bush não fosse perfeito, ele era pró-vida e pró-família e, de longe, muito melhor do que FHC, Serra ou Lula. Bush tinha meu apoio; Lula não. Por isso, não resisti e repreendi, como líder também, esse pastor em plena pregação. Cobrei: Por que não pregar contra Lula como um anticristo? Lula era contra os cristãos. Por que mirar em Bush, um conservador? Bush era a favor dos cristãos.
Ainda na mesma época, ouvi ao vivo, na sede denominacional em Brasília, uma pregação de quase uma hora do senador Magno Malta elogiando Lula, que foi feito centro de uma mensagem política num púlpito que deveria centralizar Jesus Cristo.
Ficou impossível permanecer na denominação, que usava suas pregações para exaltar Lula e retratar Bush como anticristo.
Durante as eleições de 2002, a maior parte dos líderes evangélicos pró-Lula estava mostrando os efeitos vindos da década de 1990 da influência pró-Lula e pró-PT de Caio Fábio, que era um homem extraordinariamente dotado de persuasão, sedução e filosofia terrena, que serviram muito mais para o mal do que para o bem.
Minha mãe, que era uma simples serva do Senhor, havia tido uma visão em 2002 do PT vencendo as eleições e mergulhando o Brasil em trevas. Esse mesmo Senhor de revelação e alerta estava plenamente acessível a todos os grandes líderes, mas eles estavam já enfeitiçados pelos anos passados ouvindo o canto-da-sereia e o conto-do-vigário de Caio Fábio, que mesmo caído e totalmente desmoralizado, tinha uma influência sedutora que persistia, consciente ou inconscientemente, nos líderes evangélicos.
Para desgraça do Brasil, o PT fez triunfar as trevas, e mostrou que falta muita, muita visão para líderes evangélicos que se dizem proféticos e ouvem a voz de Deus.
Receio que mesmo hoje, com a queda do PT, a cegueira espiritual desses líderes permaneça quase intacta.
Muitos deles, que antes acompanhavam a CNBB no apoio a Dilma, se voltaram contra a apoiada e seu poderoso chefão, Lula, não porque entenderam o profético de Deus, mas porque quando o barco começou a afundar, todos decidiram cair fora. Quando um barco começa a afundar, ninguém precisa de dom de profecia para ver o óbvio. Até os ratos pulam fora.
Contudo, por que nenhum desses líderes viu o profético de Deus quando o barco estava bem? Ou mesmo antes do barco ser lançado. Cadê a visão? Cadê a abertura para ouvir do Espírito de Deus, em 2002, que o PT seria ruína para o Brasil?
Hoje, o único grande líder evangélico pró-Lula e pró-Dilma é Ariovaldo Ramos. No catolicismo, a CNBB, cujos bispos foram vitais na fundação do PT, continua apoiando sua cria. Pelo visto, nem todos os ratos saem do barco que está afundando…
Leitura recomendada:

45 comentários :

Anônimo disse...

Assistindo o seguinte vídeo, pude perceber que as figuras que ocupam o cenário político nacional são sempre as mesmas, não muda nada: https://www.facebook.com/joaosilva.silvaa/videos/991648144245692/?pnref=story

Como fanáticos religiosos, esses esquerdopatas (guerrilheiros criminosos de 64) não se cansam de querer influenciar as pessoas com suas ideologias ateu-comunistas diabólicas, ao invés de curtirem a vida com seus filhos e netos, e aproveitarem a IMPUNIDADE que a covarde LEI DA ANISTIA lhes concedeu.

A rigor, pra um país que quer ser passado a limpo, o primeiro passo seria revogar essa LEI calhorda e desumana, levando, ao banco dos réus, essas mesmas figuras diabólicas que, nas décadas de 60 e 70, realizaram, segundo a história, os seguintes atos criminosos:
- ASSASSINARAM A SANGUE FRIO;
- PROMOVERAM ATOS TERRORISTAS;
- FIZERAM JUSTIÇAMENTOS;
- ESTUPRARAM;
- MANTIVERAM PESSOAS EM CÁRCERE PRIVADO;
- REALIZARAM EXECUÇÕES SUMÁRIAS;
- ASSALTARAM; e
- TORTURARAM.

Pelo jeito, esses guerrilheiros criminosos não aprenderam a lição que receberam, no passado, do povo brasileiro e dos militares, e, aproveitando-se da IMPUNIDADE e da INJUSTIÇA dessa LEI absurda, assumiram cargos públicos, voltando ao cenário político nacional.

Hoje atingimos o ápice dessa aberração ao termos, como presidente, uma criminosa daquela época, que se julga uma heroína e diz que sempre lutou pela democracia.

Por isso, nós, os cristãos, estamos mais uma vez debaixo desse julgo do diabo, orando pra que algo milagroso aconteça neste país e para que Deus levante homens que defendam a moral judaico-cristã, prolongando, pelo menos por mais um pouco de tempo, a liberdade religiosa que ainda gozamos.

Particularmente, tenho enviado mensagens a líderes políticos para que se busque a anulação dessa famigerada LEI, de forma a tirar do porão da história esses crimes bárbaros contra a humanidade e levar esses ateu-comunistas para o banco dos réus, sepultando-os politicamente.

Não se trata de voltar ao passado, mas, sim, de uma resposta ao esforço imensurável que os próprios comunistas tiveram pra ``descobrir a verdade´´, através de um grupo de comunistas, bem remunerados, intitulado ``Comissão da Verdade´´.

Já que o povo brasileiro pagou caríssimo pra que essa comissão trabalhasse com afinco, não custa nada aproveitarmos esse trabalho, e, juntamente com os diversos documentos que comprovam as ações terroristas das facções criminosas de 64, levarmos todos à Corte Interamericana para um julgamento justo, algo que as famílias das vítimas estão esperando há muito tempo.

Lembro, ainda, que esse assunto é mais do que atual, pois, segundo resolução da ONU, os crimes contra a humanidade não prescrevem, sendo portanto uma obrigação das autoridades brasileiras promover a reta justiça, para algo tão bárbaro que ainda está pendente.

Ass. Rodrigues

Anônimo disse...

Recordar é viver...espero que os cristãos, de memória curta, aprendam definitivamente a seguinte lição:
NUNCA CONFIE EM UM ATEU-COMUNISTA, MESMO QUE ELE VENHA COM O PAPO FURADO DE QUE VAI DEFENDER A FAMÍLIA E A MORAL JUDAICO-CRISTÃ.

Ateu-comunistas são essencialmente mentirosos e acreditam que o fim justifica os meios, sejam eles quais forem.

Anônimo disse...

Maldito o homem que confia no homem, ainda mais em comunistas!!!

Georges disse...

É, mas também é muito legal fazer caravana para orar pelo maçom-mor grau 33 que nos governa. Também é hora de desmentir o que se dizia antes, que Temer era satanista e fez até sacrifícios humanos. Agora é hora de orar pelas autoridades, pois a Bíblia moderna afirma que "temos que orar pelas autoridades, mas só por aquelas que nos agradam". Tristes tempos estes em que vivemos, de um evangelho segundo São Harvey Dent (pra quem não sacou, o Duas-Caras de Gotham City).

PRSJ disse...

Respondendo a todos que puseram seus comentários aqui,

Devido ao teor deste artigo, me vejo obrigado a, mais uma vez, repassar um texto que um conhecido meu (o "Thor") mandou para meu e–mail (porque creio que é muito pertinente ao assunto do presente artigo). Gostaria que todos lessem com atenção:

ALERTAS IGNORADOS

(*) Thor


Nos dias de hoje, existem pessoas que se negam a aceitar a existência do mal (principalmente quando este mesmo mal se apresenta grande demais). Muitos acham que devemos esperar sempre o melhor do nosso inimigo (já que pensar no pior é assustador). É como supor que um leão adormecido nunca seria capaz de, de repente, despertar e atacar de surpresa quem cruzasse o seu caminho...

Pior do que ser enganado por outras pessoas é ser enganado por si mesmo. Quase sempre fazemos aproximação, aliança, ou amizade com o nosso inimigo, na provável (ou ingênua) esperança de não sermos suas próximas vítimas. Só que isso nunca deu certo (e jamais dará). Seria como imaginar que a nossa própria auto–inocência tivesse poder o suficiente para fazer o mal desaparecer (ou até mesmo para exorcizar os piores demônios do inferno)...

Por mais que tenham sido dados inúmeros e incansáveis alertas sobre o perigo de colocar a esquerda (leia-se PT) no governo, muitos não acreditavam (e ainda não acreditam) no perigo que este mesmo governo representa. Os alertas propagados sobre a esquerda eram (e ainda são) tidos como exagero, teoria da conspiração, fanatismo, ou seja, vinham (e ainda continuam) sendo deliberadamente ignorados.

Só que o tempo provou (e está provando) que os alertas dados não foram sem razão. O que antes era (e ainda é) visto como exagero agora se tornou um risco iminente (como diz o título de um filme, passou a ser um PERIGO REAL E IMEDIATO). Os que antes duvidavam (e ainda duvidam) do poder do mal (no caso, a esquerda) agora estão vendo que o mesmo mal (que antes ignoravam) já está mostrando a sua verdadeira face!

Infelizmente, muitas pessoas costumam reagir contra a ação do mal somente quando são vítimas dele. Aí sim, é que elas finalmente passam a acreditar nos "exageros" dos alertas. Só que a reação contra o mesmo mal num caso desses pode já ser muito tarde, ou melhor, só vai ocorrer quando já não houver mais nenhuma possibilidade de reverter (ou combater) o mesmo mal. É como um câncer em estado terminal: por mais que se apliquem os melhores (e/ou mais poderosos) medicamentos para se tentar obter desesperadamente uma possível cura, a gravidade da doença já atingiu um estágio irreversível, ou melhor, já se alastrou a tal ponto que já não há mais nada a fazer (a não ser esperar a inevitável morte).

Muitos ainda acreditam que podemos confiar em determinadas pessoas (principalmente os esquerdistas) que afirmam estar se preocupando com o bem de todos (ainda que as atitudes dessas mesmas pessoas provem ou mostrem exatamente o contrário). A simples demonstração (ou propagação) de boas intenções não garante que elas serão necessariamente postas em prática. São apenas uma forma de dissimular (ou disfarçar) o mal. Ou será que muitos estão esquecidos de que "o diabo insiste em se transformar em anjo de luz" (2 Coríntios 11:14)?

A verdade nua e crua é que o mal nunca teve, não tem, e nunca terá nenhum compromisso com o bem. O mal só tem compromisso única e exclusivamente com si mesmo. Assim como a Palavra de Deus diz que "não pode vir nenhuma mentira da verdade" (1 João 2:21), a recíproca também é verdadeira (ou seja, nenhuma verdade jamais poderá surgir da mentira). Afinal, se o diabo é o pai da mentira (João 8:44), por que os seguidores do diabo (no caso, os esquerdistas) agiriam diferente?

Decididamente, não podemos (e nem devemos) mais ser vítimas do nosso próprio auto–engano diante da manifestação sutil e silenciosa do mal!


(*) Pseudônimo de um anti–esquerdista que prefere não se identificar por questões de segurança

Alguém daqui ainda tem alguma dúvida em relação ao que este texto diz?

Aguardo as opiniões de todos.

Anônimo disse...


Adonai é meu pastor; não preciso de nada. (Salmo 23:1).

Eu te instruirei e te ensinarei neste caminho em que estás; eu te darei conselhos; meus olhos estarão sobre você. Não seja como o cavalo, ou a mula, que não tem entendimento, que deve ser direcionado com cabresto e estribo, ou então não obedece (Salmo 32:8-9).

Eis o que Adonai diz: Uma maldição sobre a pessoa que confiar nos seres humanos, que confiar em forças apenas humanas, cujo coração se desviar de Adonai. Será como um arbusto em Áravah - quando o alivio chegar, não sentirá, pois mora em um deserto escaldante, em terra salobra e seca (Jeremias 71: 5-6)

Anônimo disse...

Aparentemente, você foi mais sábio do que todos nós. Ao menos mais desconfiado. Agora estamos todos nivelados. Obrigado pela ajuda. Léo

Anônimo disse...

E pensar que Olavo de Carvalho já foi comunista...o que nos faz acreditar que ele poderia ter mudado?

Anônimo disse...

Pastores espertalhões caíram no conto do vigário?
Certamente que não, eles queriam levar vantagem em alguma coisa...se o projeto de poder comunista se efetiva, eles montariam um império, formado por uma religião socialista.
Deram com os burros n'água e saíram enquanto era tempo!!!

Anônimo disse...

Macedão deve estar com a pulga atrás da orelha...

Anônimo disse...

Até o Chicão acreditou em Lula e abriu as portas do Vaticano pra ele kkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Isso prova que crente não tem que se meter com política...deixa os mortos enterrar os seus mortos.

Anônimo disse...

Essa pastorzada queria uma bouquinha no governo comunista dos petralhas...se deram mal!!!

Anônimo disse...

A próxima furada que esses pastores vão entrar é aliando-se à Marina petralha!!!
Logo logo ela aparece com esse papinho de reconstrução nacional, de vida nova, de renascer em Cristo, de pacto pro bem da nação, etc

Anônimo disse...

Enquanto esse povo fica nessa de estado democrático de direito, cujo limite é a constituição, os comunistas estão armando o diabo pra não sair do poder.
O apoio aos comunistas foi a pior coisa que os pastores fizeram, entregando o poder nas mãos de criminosos ateus.
Bolsonaro denuncia todo o esquema criminoso que está sendo montado, como um profeta:https://www.facebook.com/jairmessias.bolsonaro/videos/618259718323018/
Se isso que bolsonaro diz se concretizar, um banho de sangue vem por aí, pra mostrar o quanto esses pastores estavam guiados pelo espírito contrário e precisam orar mais

Anônimo disse...

Quanta gente esses pastores fraudulentos, e sem a guia de Deus, arrastaram pra desgraça, ao eleger os petralhas?
As mortes por falta de atendimento médico tem parcela de culpa de quem os elegeu, mesmo sabendo que são comunistas e, consequentemente, ATEUS, sem compromisso com a Bíblia.

marcelo victor disse...

E tem gente que fica com ``dózinho´´ do Ariovaldo, mesmo tendo feito tudo de caso pensado.

Anônimo disse...

Convenhamos, tem bandido que é gente boa.

Anônimo disse...

Ninguém escapa do projeto de poder ateu-comunista dos petralhas, nem mesmo os evangélicos, e, isso, por causa do grande número de adeptos dessa crença. Além, é claro, do fato de que os comunistas são ateus e vêem, na Bíblia, uma grande ameaça à sua ideologia.

Caso fosse um grupinho qualquer, creio que nada disso interessaria aos petralhas, mas como se trata de uma parcela significativa da população, então os evangélicos mereceram tal cuidado, manifestado pelo autor da matéria.

O fato é que os pastores citados, mesmo conhecendo (muitos deles) a doutrina comunista, entraram nessa canoa furada, semelhantemente à maioria da população que, embora conhecesse a história sangrenta do comunismo, elegeram essa gentalha para representá-los.

Isso me leva a crer que muitos desses pastores agiram de má fé, com segundas intenções, pois, como foi dito, por certo, eles não ignoravam que os comunistas são ATEUS, e que, portanto, tenderiam, em algum momento, a voltarem-se contra os evangélicos.

Se alguém tinha alguma dúvida sobre as reais intenções dos ateu-comunistas, basta olhar para a realidade, pois contra fatos não há argumentos.

Ass. Rodrigues

Anônimo disse...

Este mundo é permeado por INTERESSES...é o tal toma-lá-dá-cá.
É coisa diabólica!!!

Anônimo disse...

Devemos seguir o exemplo de Jesus, quando foi achado por José e Maria no templo: ``Não sabiam que me convinha cuidar das coisas de meu pai?´´. Ou seja, pregar a verdade e denunciar a sujeira satânica, sem se envolver nela.

marcelo victor disse...

Por isso que não se deve misturar política com religião.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Respondendo a todos que puseram seus comentários aqui,

Talvez este comentário que eu vou postar aqui (embora seja repetido) explique melhor por que o povo sempre coloca esquerdistas no poder em quase toda eleição (me corrijam se eu estiver errado):

Diz um ditado popular que "o povo tem o governo que merece". Nunca, aqui no Brasil, isso ficou tão evidente, ou melhor, nunca esse mesmo ditado se confirmou de maneira tão clara como nestes últimos anos.

Basta fazermos uma análise dos governos de Lula (anterior) e de Dilma (atual). Mudam somente os "atores" (os presidentes), mas o "script" (o programa de governo) é rigorosamente o mesmo. Para que não haja mais nenhuma dúvida quanto a isso, vejamos alguns dos pontos que ambos os governos têm em comum:

– Promoção de políticas de apoio aos "direitos humanos" (leia-se privilégio para os homossexuais, os criminosos, os menores delinqüentes, e também a perseguição aos cristãos);

– Discriminalização do aborto, já que o aborto é somente um "caso de saúde pública" (ou seja, o aborto, para o governo, não é um crime contra uma vida inocente e indefesa);

– Censura à liberdade de expressão (e ainda dizem, na maior cara–de–pau, que somos um país democrático!);

– Tolerância às religiões afro–descendentes, sob o argumento de que elas fazem parte da nossa cultura, e, como tal, não podem ser discriminadas (como o diabo dessas mesmas religiões se disfarça em anjo de luz, só falta dizer que todas elas são de Deus);

– Distribuição de "kits educativos" nas escolas, com a alegação de combater a homofobia (uma forma disfarçada de fazer com que as nossas crianças sejam sutilmente induzidas ao homossexualismo, promovido pelo ex–ministro Fernando Haddad e por toda a corja do governo e dos homossexuais);

– Homenagem às "vítimas" do regime militar (ninguém jamais procurou saber o verdadeiro passado de Dilma, Lula, e outros esquerdistas).

Enfim, estas são apenas algumas das muitas semelhanças entre os governos de Lula e o de Dilma (na verdade, o governo de Dilma nada mais é do que a continuação do governo de Lula).

E por que o povo, mesmo sabendo disso tudo, ainda assim vota neles? Por uma razão muito simples: recebendo a "ajuda" (Bolsa–Família) do governo, quem é que não quer ser sempre beneficiado pelo mesmo governo de alguma forma? Tem gente que ainda tem a ousadia de dizer: "Se o governo é bom (já que ajuda o povo com o Bolsa–Família e outros benefícios), por que votar contra o mesmo governo?" Isso lembra aquela máxima do antigo Império Romano: "Dai pão e circo ao povo, que o Império sobrevive".

Não tenho nenhum medo de dizer: a nossa política está tão podre, tão suja, e tão corrompida, que nem mesmo certos políticos da bancada evangélica não são dignos da nossa confiança (e, muito menos, merecedores do nosso voto). Em suma: não dá pra confiar em nenhum político (seja de que partido for).

Se o povo tivesse vergonha na cara (e, principalmente, se este mesmo povo fosse politicamente conscientizado), não colocaria corruptos no poder em troca do Bolsa–Família (ou em troca de qualquer outro tipo de ajuda ou assistencialismo). Só que o povo, durante as eleições, vota mais com a emoção do que com a razão (isto é, mais com a barriga do que com a cabeça). E isso, infelizmente, já criou um ciclo vicioso muito difícil de ser quebrado.

Portanto, diante de tudo que foi dito aqui, só dá pra chegar a uma única conclusão: enquanto prevalecer este quadro, ou melhor, enquanto o povo, em toda eleição, ainda continuar adotando esta mentalidade clientelista (isto é, de só votar em troca de algum tipo de ajuda ou assistencialismo), o nosso país vai estar sempre sendo governado por corruptos.

Que estas palavras sirvam de alerta para que todos, a partir de agora, sejam mais cuidadosos na hora de votar (e não se deixem enganar pelas promessas mentirosas dos muitos lobos em pele de cordeiro que sempre aparecem em todas as eleições)!

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade

Anônimo disse...

Macedão deve estar acendendo velas com o impedimento da dama de barro!!!

Isac disse...

Se não é que foram comprados, os cristãos votarem em comunistas é eleger o diabo como seu protetor e cuidador, e esses cristãos precisam se reavaliarem mesmo de que lado estão!

Anônimo disse...

Esse povo vai tudo pro lago de fogo, juntamente com os comunistas.

Anônimo disse...

Esses pastores negaram a própria fé, abraçando o capeta em forma de gente.

Anônimo disse...

Não adianta esses pastores quererem justificar essa falha lamentável de terem se aliado aos comunistas, arrastado consigo milhões de fiéis que elegeram essa desgraça que aí está.
Quem não conhece a história sangrenta do comunismo e o passado criminosos dos componentes do PT?
Não há desculpa!!!

ELISEU disse...

Respondendo a todos que puseram seus comentários aqui,

O diabo é um ilusionista. Ele só mostra o lado aparentemente "bom" das propostas que ele oferece a todos, mas ele oculta o resultado final. Isso lembra muito bem o que o Rubens Ricúpero (ministro da época do governo de Fernando Henrique Cardoso) disse certa vez: "O que é bom, a gente mostra; o que é ruim, a gente esconde".

Infelizmente, tem muita gente que acha que ainda se deve esperar um mínimo de sinceridade da parte do PT (e de outros partidos esquerdistas) quando seus líderes dialogam com cristãos. O pior disso tudo é que muitos não querem ouvir a verdade (por mais que sejam dados inúmeros alertas)! Parece que muitos, pelo jeito, só vão descobrir que foram enganados pelo diabo no dia do juízo final! Mas aí, infelizmente, já será tarde demais!

Em virtude disso, não foi sem razão que Jesus afirmou com autoridade:

"Vós tendes por vosso pai o diabo, e quereis satisfazer os seus desejos. Ele foi um homicida desde o princípio, e não permaneceu na verdade, porque nele não existe verdade. Quando ele mente, fala só do que lhe é próprio; pois é um mentiroso, e o pai da mentira" (João 8:44)

Como tem gente ingênua neste mundo!

Wilton disse...

O comentário do Eliseu foi mais do que oportuno. Não só eu concordo com tudo que ele disse, como eu ainda acrescentaria o seguinte: é muita ingenuidade alguém acreditar que o PT vai mudar a sua agenda política algum dia. Quem acredita nisso também acredita que o diabo, um dia, vai se converter a Jesus!

Se o PT, algum dia, falou o contrário, foi por puro oportunismo eleitoral (já que é exatamente assim que o PT e os demais partidos esquerdistas agem).

Um bom exemplo disso (desse mesmo oportunismo) foi a eleição de Dilma em 2010. Durante a campanha presidencial, ela corria forte risco de não ganhar por ter se declarado favorável ao aborto. Sabendo que a população brasileira e o segmento evangélico são radicalmente contra o aborto, ela se comprometeu (inclusive assinando um documento em público) em não legalizar o aborto. Todos acreditaram piamente nessa promessa mentirosa dela.

E o que aconteceu depois? Quando ela foi eleita, o aborto anencefálico foi legalizado (contando também com uma "mãozinha" do STF para isso)! Não é esta uma prova mais do que evidente de que Dilma mentiu somente com a intenção de ser eleita? Não só ela, mas também todo e qualquer político esquerdista faria a mesmíssima coisa nas campanhas eleitorais (disso eu tenho plena e absoluta certeza)!

Alguém ainda acredita que os políticos do PT (e dos demais partidos esquerdistas) vão falar a verdade algum dia? Só mesmo quem for muito burro!

Wellington disse...

Respondendo a todos que puseram seus comentários aqui,

Não é de agora que o nosso amado irmão Júlio Severo vem, através deste abençoado blog, alertando a todos sobre os perigos e as ameaças do governo (e também de seus cúmplices) contra o povo. Só que, infelizmente, parece que a ficha ainda não caiu, ou melhor, parece que muitos ainda não se conscientizaram da real gravidade da situação. O problema é que muitos, infelizmente, sofrem da "síndrome de Tomé": precisam ver para crer. Enquanto não acontecer nada, nunca vão tomar nenhuma atitude. Aliás, não é sem razão que dizem que o brasileiro só fecha a porta da casa depois que o ladrão já entrou e roubou tudo...

O livro "O movimento homossexual" é um bom exemplo de um sério alerta que foi deliberadamente ignorado. Neste mesmo livro, o Júlio não cansava de mostrar os perigos do avanço do ativismo gay no Brasil e no mundo. Só que muitos zombaram dele naquela época: tinha gente que dizia que eram exageradas as previsões que o Júlio fazia no seu livro (uma dessas mesmas previsões era a de que os homossexuais iriam se tornar uma séria e perigosa ameaça). Ou seja, o Júlio já vinha sendo uma voz a clamar no deserto desde a época do lançamento este livro (se eu não estiver enganado, há mais de 15 anos). Em outras palavras: muitos não deram crédito ao que o Júlio dizia.

Hoje, esses mesmos que duvidaram das previsões do Júlio estão, como se diz no popular, "mordendo a boca" (ou seja, estão agora sentindo na própria pele as conseqüências de não terem se importado com os muitos alertas que foram dados). Agora que a situação se tornou crítica (e que o movimento homossexual vem ganhando mais força a cada dia) é que muitos estão chorando de arrependimento. Uma certeza eu tenho: falta de aviso não foi! Não acreditaram porque não quiseram! Agora vão ter que agüentar a situação atual até o fim!

Assim também foi na época de Noé. Quando ele alertava a todos que Deus iria mandar o dilúvio, muitos diziam que Noé era louco, gagá, lunático, enfim, debocharam de Noé de todas as formas (principalmente quando Noé estava construindo a arca). Só foram se dar conta de que Noé tinha falado a verdade quando veio o dilúvio! Mas aí já foi tarde demais! E muitos dos que zombaram de Noé morreram (e irão enfrentar o julgamento de Deus no dia do juízo final)!

A mesma coisa acontece hoje: por mais que sejam dados inúmeros e incansáveis alertas sobre o perigo de colocar a esquerda no poder, muitos (inclusive alguns dos políticos da bancada evangélica), infelizmente, ainda estão se deixando levar pelo canto da sereia do PT (e de outros partidos esquerdistas). Parece que muitos querem pagar pra ver, ou melhor, só vão realmente crer quando sofrerem alguma retaliação por parte dos mesmos elementos que ajudaram a eleger!

Sinceramente, diante dessa "síndrome de Tomé" do povo, tem horas que dá vontade de agir igual a Pilatos: lavar as mãos, e deixar todos se ferrarem por causa da sua própria teimosia!

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade

JUSTICEIRO SOLITÁRIO disse...

Vou aproveitar a oportunidade de que disponho neste espaço para dizer o que realmente aconteceu com o nosso país. Se estamos nesta situação hoje, não foi por falta de avisto. Eis aqui a razão:

Há pouco mais de 40 anos atrás (mais precisamente em 1974), uma profecia foi dita a respeito do que aconteceria com o nosso país nestes últimos tempos. Naquela mesma época, o então presidente do Brasil (general Ernesto Geisel) disse textualmente as seguintes palavras:

"SE É A VONTADE DO POVO BRASILEIRO, VOU PROMOVER A ABERTURA POLÍTICA NO BRASIL. MAS VAI CHEGAR UM TEMPO EM QUE O POVO SENTIRÁ SAUDADES DO GOVERNO MILITAR. POIS MUITOS DESSES QUE HOJE PEDEM O FIM DA DITADURA NÃO ESTÃO VISANDO O BEM DO POVO, MAS SOMENTE OS SEUS PRÓPRIOS INTERESSES"


O presidente já sabia o que fatalmente iria acontecer quando os militares concedessem a tal "anistia" aos "perseguidos" (na verdade, esquerdistas): a esquerda tomaria o poder. Só que o povo, que tanto desejava o fim do governo militar, achava que isso (a esquerda tomar o poder) nunca iria acontecer, que isso era uma previsão exagerada (hoje seria chamada de "teoria da conspiração"), enfim, muitos não deram crédito às palavras do general Geisel.

Hoje, muitos que, naquela época, ignoraram esta previsão agora estão chorando de arrependimento! Se estão se ferrando hoje, não foi por falta de aviso! Não deram ouvidos ao alerta que foi dado porque não quiseram! Agora, não adianta lamentar! Tem mais é que aceitar o estrago que já foi feito!

É POR ISSO QUE EU DIGO COM TODAS AS LETRAS: GENTE BURRA, CORRUPTA, DESONESTA, E ALIENADA TEM MAIS É QUE SE FERRAR MESMO! QUEM VOTA EM CORRUPTO É TÃO OU MAIS CORRUPTO QUANTO O PRÓPRIO CORRUPTO QUE FOI ELEITO! A GENTE FALA, AVISA, PROCURA ESCLARECER, MOSTRA FOTOS, EVIDÊNCIAS, PROVAS, ARTIGOS, REPORTAGENS, ENFIM, A GENTE ALERTA O POVO DE TUDO QUE É JEITO, E, AINDA ASSIM, O POVO INSISTE EM ERRAR? ENTÃO, NÃO TEM QUE HAVER NENHUMA MISERICÓRDIA COM QUEM DECIDE ERRAR POR VONTADE PRÓPRIA!

Povo burro! Vota nos representantes do diabo (do PT, do PSDB, e de outros partidos esquerdistas), e agora querem que esses mesmos representantes façam o bem? Tem mais é que se lascar mesmo! Quem manda não ouvir a voz da experiência?


Desculpem o tom de revolta neste meu desabafo, mas com gente burra, desonesta, e alienada só dá pra falar assim (pra ver se aprende ou assimila alguma coisa)!

Faço questão de que esta minha mensagem seja propagada em todos os cantos do país!

ASS: JUSTICEIRO SOLITÁRIO

Lino disse...

Volto a repetir o que eu já disse em um comentário feito num artigo quase semelhante a este: BRASILEIRO SÓ PROTESTA CONTRA O GOVERNO QUANDO DÓI NO BOLSO! Nunca se viu ninguém dizer (nem fazer) nada contra o casamento gay, a propagação do kit gay nas escolas, legalização do aborto, enfim, nunca se viu nenhum protesto firme e forte contra as aberrações e imoralidades que o PT e também os demais partidos de esquerda querem nos empurrar goela abaixo a todo e qualquer custo. Brasileiro só quer saber de dinheiro no bolso (e o resto que se exploda)!

EU DIGO COM TODAS AS LETRAS (E EM ALTO E BOM SOM PARA QUEM QUISER OUVIR): SÓ VOU ACREDITAR QUE O POVO BRASILEIRO É CONSERVADOR (OU UM POVO QUE ZELA PELA MORAL, PELOS BONS PRINCÍPIOS, E PELOS VALORES CRISTÃOS) NO DIA EM QUE ESTE MESMO POVO PARAR DE VOTAR EM CANDIDATOS DO PT, DO PSDB, E DE OUTROS PARTIDOS ESQUERDISTAS! SABEM QUAIS SÃO AS REAIS CHANCES DISSO ACONTECER? ZERO! ISTO MESMO: ZERO (E NÃO É NENHUM EXAGERO)!

E MAIS: PODE ATÉ O PRÓPRIO JESUS APARECER PESSOALMENTE, MAS O BRASILEIRO CONTINUARÁ VOTANDO EM PETISTAS E TUCANOS (E OUTROS ESQUERDISTAS)! BRASILEIRO NUNCA VAI DAR MAIS IMPORTÂNCIA A VALORES MORAIS E CRISTÃOS DO QUE A ECONOMIA!


Precisa dizer mais?

Apóstolo Ezequiel disse...

Volto a repetir, mais uma vez, o que eu já comentei em um artigo anterior quase semelhante a este: o principal argumento da esquerda (e de seus simpatizantes) é realizar uma suposta "justiça social", e (teoricamente) tornar a sociedade igualitária (como eles mesmos fazem questão de dizer com todas as letras, "sem oprimidos nem opressores"). Só que a esquerda, para agir efetivamente nesse sentido, precisa do poder absoluto nas mãos.

Por que é necessário ter este mesmo poder? Porque para poder tirar de quem tem mais para dar a quem tem menos, é necessário contar com um sistema de governo que dê sustentação a esta ideologia. Do contrário, o objetivo proposto (a tão propagada "justiça social") se torna algo impossível de ser realizado apenas por mera teoria. Logo, o único regime mais adequado para tais pretensões é o totalitarismo.

No totalitarismo, os interesses do Estado se sobrepõem aos dos cidadãos. É como dizia uma filosofia dos tempos de Hitler e Mussolini: "Nada acima do Estado, nada fora do Estado, e nada contra o Estado!" Por isso é que a esquerda defende o poder total (totalitarismo) nas mãos dos representantes do Estado.

O verdadeiro objetivo da esquerda é somente a tomada do poder. Após isso, vem a escravidão e o empobrecimento da sociedade. Isso tudo é feito sob o comando de um governo ditatorial (e contando com um aparato policial a serviço deste mesmo governo). Pra que melhor exemplo disso do que os atuais governos de Cuba e da Venezuela?

O humanismo (filosofia que inspirou o marxismo e as demais correntes ideológicas esquerdistas) apregoa que "o ser humano é bom, mas o meio social é quem o corrompe". Em contrapartida, a Palavra de Deus diz que "não há um justo, nem um sequer" (Romanos 3:10). O ser humano já nasce com a natureza pecaminosa (e esta mesma natureza, por si só, é má em sua essência). Em virtude disso, muitos ainda são ingênuos a ponto de acreditar que as boas intenções são válidas em todo o mundo.

Nunca existiu, não existe, e nunca existirá perfeição em nenhum governo humano, porque o ser humano já é mal por natureza. A Bíblia diz claramente que "não pode vir, da mesma fonte, água doce e salgada" (Tiago 3:11). Que bem pode ser extraído de uma natureza tão má, tão suja, e tão corrupta como a natureza humana? É como disse Jesus:

"Pois não há árvore boa que dê mau fruto, assim como também não há árvore má que dê bom fruto" (Lucas 6:43)

Precisa dizer mais?

Duílio disse...

"DANDO TUDO O QUE NÓS (POVO) PRECISAMOS, ATÉ O DIABO PODE SER O NOSSO PRESIDENTE!"

Não é exatamente este o pensamento daqueles que recebem o Bolsa–Família (e outros assistencialismos eleitoreiros) do governo? Não lembra as mesmas propostas que o diabo fez a Jesus durante a tentação no deserto?

Os políticos esquerdistas usam de todos os meios (certos ou errados) para ganhar o coração (e também o voto) do povo. Como eles mesmos fazem questão de dizer com todas as letras, "os fins justificam os meios". Na nossa frente, estes mesmos políticos aparecem com os mais belos sorrisos. Por trás, porém, estão querendo nos destruir na primeira oportunidade!

A mesma coisa é o diabo. Ele nunca vai confessar abertamente: "Eu sou Satanás, e vim para enganar, roubar, matar, e destruir a todos! Eis aqui a minha verdadeira face!". O diabo pode ser qualquer coisa, mas burro, com certeza, ele não é. Muito pelo contrário: ele é muito astuto na arte de enganar (principalmente aqueles que não têm discernimento espiritual). Tanto que o apóstolo Paulo afirmou com autoridade:

"E não vos admireis disto, já que o próprio Satanás insiste em se transformar em um anjo de luz. Não é muito, portanto, que os seus ministros (como os políticos esquerdistas) apareçam como ministros da justiça; e o fim deles será segundo as suas obras" (2 Coríntios 11:14–15, o parêntese é meu)

Judas não se vendeu por míseras 30 moedas de prata para trair Jesus? E quantos hoje não estão agindo igual a Judas ao vender o voto (e até a própria alma ao diabo) em troca de qualquer assistencialismo eleitoreiro (como o Bolsa–Família), ou até mesmo em troca de um prato de comida?

Diz o ditado popular que "o peixe morre pela boca". No caso, o povo morre pela boca ao votar mais com a emoção do que com a razão (ou melhor, mais com a barriga do que com a cabeça) durante as eleições. E mesmo assim, esse mesmo povo quer ser masoquista (masoquista é aquele que gosta de sofrer). Sabe que vai eleger um representante do diabo (ou até mesmo o próprio diabo), mas não quer perder a sua "ajuda". Pior para quem?

Enquanto o povo não for conscientizado politicamente (e enquanto muitos continuarem sendo enganados pelas mentiras do diabo), nunca cortaremos este mal (dos assistencialismos eleitoreiros) pela raiz, e, principalmente, nunca acabaremos com a corrupção da nossa política!

Eliel disse...

Já que o PSDB foi citado pelo Lino (em um dos comentários aqui), eu volto a repetir, mais uma vez, o que eu já disse em alguns artigos anteriores semelhantes a este: QUE NINGUÉM SE ENGANE COM O PSDB! É um partido que diz ser oposição ao PT, mas, quando está no poder, age tal e qual o PT (ou pior)! E nem poderia ser diferente, até porque PT e PSDB são partidos esquerdistas. Em outras palavras: mudam apenas as "embalagens" (as siglas partidárias), mas o "conteúdo" (o programa de governo) é exatamente igual. Só não enxerga e não aceita isso quem não quer!

Talvez as possíveis diferenças entre PT e PSDB sejam na política econômica (o PT quer o Estado controlando tudo, enquanto o PSDB defende o liberalismo econômico e a intervenção mínima do Estado em certas áreas), e também no "modus operandi" de cada um: o PT é a chamada "esquerda radical", que quer passar por cima de tudo e todos para atingir seus objetivos. Como seus próprios militantes fazem questão de dizer com todas as letras, "os fins justificam os meios". Essa postura do PT lembra o que o rei francês Luís XIV disse: "L'État c'est moi" ("O Estado sou eu"). O que o PT deseja é ter o poder absoluto a todo e qualquer custo (para dominar e controlar tudo e todos). É óbvio que o PT é o carro–chefe desse "radicalismo esquerdista", mas existem outros partidos que têm a mesma natureza do PT (ou até pior): PC do B, PSTU, PCO, PSB, PV, PSOL, enfim, o PT e esses outros partidos "radicais" querem transformar o Brasil num país socialista.

Já o PSDB é uma esquerda mais "light", mais moderada, reconhece o papel das instituições, aceita dialogar, é favorável ao liberalismo econômico, enfim, o PSDB é uma esquerda com algumas posturas consideradas "direitistas", e, teoricamente (vejam bem: TEORICAMENTE), é uma esquerda mais "fácil" de ser domada (há quem diga que o PSDB é a "direita" da esquerda).

Não quero dizer, com isso, que o PSDB é melhor que o PT. Não é (e nunca foi). Tanto que vimos o desastre que foi o governo de Fernando Henrique Cardoso (na verdade, uma "prévia" do governo de Lula), ou melhor, o PSDB apenas "abriu caminho" para o PT assumir o governo. Embora o PSDB insista em se apresentar ao público como "oposição" ao PT, essa suposta oposição é apenas uma briga por cargos no governo (só isso e nada mais). Na verdade, é a mesmíssima guerra de Satanás contra Belzebu (mudam apenas os "atores", mas o "script" é rigorosamente o mesmo)!

O problema é que, devido à falta de bons partidos (e candidatos) de direita durante as eleições, ficamos sem opção. E aí vamos estar novamente entre a cruz e a espada, ou melhor, somos obrigados, mais uma vez, a escolher entre um mal maior e um mal menor. No caso, o PSDB é o "mal menor" diante do "mal maior" (que é o PT).

Só que tem um detalhe crucial que muitos parecem não entender: combater um mal maior com um mal menor (ou "menos pior") é o mesmo que consertar um erro com outro erro. O mal, independente de ser maior ou menor (ou de qualquer outra designação que inventem), é mal sempre (e precisa ser firmemente combatido). Quem tolera o mal tem parte com o diabo.

E digo mais: um verdadeiro cristão JAMAIS vai apoiar qualquer tipo de mal (seja maior ou menor). O compromisso do cristão é única e exclusivamente com a obediência à Palavra de Deus, que combate o mal de todas as formas. Ainda que um mal menor se apresente de forma aparentemente inocente ou "inofensiva", não poderá jamais ser tolerado (ou aceito) com a desculpa de evitar um mal maior
. Falando num tom bem direto: mesmo que um mal menor seja, momentaneamente, a única (ou a última) opção válida (ou disponível) para se evitar um mal maior, ainda assim é um mal. Como se diz no popular, é "trocar seis por meia dúzia" (não vai fazer nenhuma diferença ao final).

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

Everaldo disse...

O comentário do Eliel foi direto ao ponto. Não só eu concordo em gênero, número, e grau com tudo que ele disse, como eu ainda acrescentaria o seguinte: infelizmente, ainda tem muita gente que acredita, ingenuamente, que o PSDB é de direita (ou que o PSDB é oposição ao PT)!

Eu digo sem nenhum medo: O PSDB NUNCA FOI DE DIREITA! Na verdade, o PSDB é uma pseudo–direita (uma falsa direita, para ser mais exato), ou melhor, a suposta "oposição" ao PT é apenas um mero teatro para enganar os trouxas!


De fato, o PT é violento: não hesita em usar de todos os meios (certos ou errados) para atingir seus objetivos. Em suma: o que o PT deseja é ter o poder total e absoluto a todo e qualquer custo.

Já o PSDB também quer ter esse mesmo poder, mas de forma mais branda: ao invés da força, o PSDB, como se diz no popular, vai "comendo pelas beiradas". Através do marxismo cultural, o PSDB vai, aos poucos, agindo de forma sutil (sem que ninguém perceba). Quando todos forem se dar conta, já pode ser tarde demais!

Em suma: PT e PSDB, como bem definiu o Eliel podem até ser diferentes em questões de política econômica (um é estadista, e o outro é liberal), e de militância partidária (um é "radical", e outro é "light"). Mas ambos os partidos convergem para o mesmíssimo ponto: implantação do socialismo–comunismo! Em outras palavras: QUEM VOTA NO PSDB É CÚMPLICE DO PT!

Querer que um partido esquerdista seja (ou aja) diferente de outro partido esquerdista é o mesmo que querer que o diabo se converta a Jesus!


Será que, depois disso, alguém ainda vai votar em algum candidato do PSDB nas próximas eleições (alegando que o PSDB é de direita)?

Deixo esta pergunta no ar para alguém daqui responder na primeira oportunidade.

Ulisses disse...

O que o Eliel disse no comentário dele sobre os 2 males (o "mal maior" e o "mal menor") é a mais pura verdade. É uma alternativa que, num primeiro momento, parece ser atraente, mas o final é o mesmo.

Quando se pede para escolher entre 2 males, é como se o diabo tivesse se tornado "bom", ou melhor, ele passa a ser visto como benfeitor na hora de resolver algum problema que exija uma decisão.

Assim como não se pode seguir a Jesus pela metade (já que não existe meia fé), não se pode escolher uma opção que sabemos que é má. O pior disso tudo é querer justificar nossa alternativa, dizendo que optamos pela menos má.

Não existe meio certo, nem meio errado: ou é, ou não é. Tanto que Jesus disse:

"Seja, porém, a vossa palavra: Sim, sim; Não, não; porque o que passar disto é de procedência maligna" (Mateus 5:37)

Alguém concorda comigo?

Anônimo disse...

Como bem disse o profeta Jeremias, "maldito o homem que confia no homem" (Jeremias 17:5). Que dirá confiar em políticos do PT (ou de qualquer outro partido esquerdista)!

Cléber disse...

Respondendo ao Rodrigues, ao Marcelo Victor, e a todos que puseram seus comentários aqui,

Sabem qual é a impressão que eu tenho? Parece que alguns cristãos agem como se fossem um bando de robôs teleguiados: votam cegamente no candidato indicado por pastor, bispo, ou dirigente de igreja. Não querem nem saber quem é o sujeito, votam só pra não contrariar quem indicou!

Já fui alvo de muitas críticas (e até já comprei muita briga) por não dar apoio a nenhum candidato indicado pelos dirigentes da igreja onde eu congrego. Eu digo sem medo: não tem pastor, nem bispo, nem líder de igreja, enfim, não tem nada nem ninguém que me faça votar em candidato do PT (ou de qualquer outro partido esquerdista)! ENTRE ELEGER UM ÍMPIO E VOTAR NULO, PREFIRO MIL VEZES VOTAR NULO! Afinal, MEU COMPROMISSO É COM A PALAVRA DE DEUS (E NÃO COM HOMENS)! Faço como disse o apóstolo Pedro:

"Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)


Não me importo se eu tiver que comprar uma briga com todo o inferno por não dar apoio a corruptos. Eu digo sem medo: dos meus princípios morais e cristãos, eu jamais vou abrir mão. Adoto comigo o mesmo lema dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar".

Sinceramente, eu não quero estar na pele de muitos líderes de igreja quando eles estiverem diante de Jesus!

Finalizo minha mensagem com este alerta do apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Henrique disse...

A verdadeira igreja de Jesus (que representa o Reino de Deus) não é um estado político (país), onde se pode fazer barganhas, alianças políticas, e troca de favores, fazendo do Reino de Deus um balcão de negócios (principalmente com coisas que se opõem os princípios baseados na Palavra de Deus). A obrigação moral da verdadeira igreja cristã é se manter pura, santa, e imaculada diante das tentações do diabo (e diante de um mundo contaminado pelo pecado). É como disse o apóstolo Paulo:

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível" (Efésios 5:26–27)

Muitos que se dizem cristãos estão sendo cristãos somente de boca. Dizem crer em Jesus, mas não O obedecem. É como Ele mesmo disse:

"Por que vós Me chamais de Senhor, e não fazeis o que Eu digo?" (Lucas 6:46)

"Este povo Me honra com os lábios, mas o seu coração está distante de Mim. E em vão Me adoram, pois ensinam doutrinas que são preceitos de homens" (Mateus 15:8–9)

Se Jesus aparecesse repentinamente em muitas das igrejas ditas cristãs, com certeza absoluta Ele expulsaria de dentro delas alguns dos líderes que estão negociando com os princípios inegociáveis da Palavra de Deus. E com certeza Ele diria as mesmas palavras que disse ao expulsar os vendilhões do templo:

"Está escrito: A Minha casa será chamada casa de oração; mas vós a transformastes em um covil de ladrões" (Mateus 21:13)

Jesus foi bem claro quando disse que ninguém pode servir a dois senhores (Mateus 6:24). A igreja que se contamina com a sujeira do mundo é representada pela igreja de Laodicéia. O crente da igreja de Laodicéia diz crer em Deus, mas não age firmemente contra o pecado. Enfim, é indeciso (fica em cima do muro). Este tipo de igreja causa náuseas ao Senhor, fazendo com que Ele sinta vontade de vomitá-la de Sua boca. Eis o que Ele mandou o apóstolo João dizer para a igreja de Laodicéia:

"Eu conheço as tuas obras: não és frio e nem quente; quem Me dera se fosses frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, estou para te vomitar da Minha boca" (Apocalipse 3:15–16)

Parece que muitos dos políticos evangélicos esqueceram deste importante versículo da Palavra de Deus:

"Maldito o homem que confia no homem, que faz da carne o seu braço, e que aparta o seu coração do Senhor" (Jeremias 17:5)

Finalizo minha mensagem com este importante versículo para a reflexão de todos:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Murilo disse...

Não se muitos daqui vão concordar comigo, mas eu vejo assim: se os dirigentes de uma determinada congregação estão dando mau exemplo, cabe aos fiéis tomar uma atitude. É ter uma postura bem firme para exigir deles: "Ou vocês (dirigentes da igreja) obedecem somente à Palavra de Deus (e deixam de fazer alianças com ímpios), ou iremos para outra congregação. A igreja do Senhor tem a obrigação de ser luz neste mundo de trevas".

A respeito disso (da obrigação da igreja do Senhor de ser luz neste mundo de trevas), o apóstolo Paulo afirmou com autoridade:

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível" (Efésios 5:26–27)

Infelizmente, o que está acontecendo com a maioria das igrejas é muitas delas (inclusive muitas que se dizem cristãs) estão se deixando influenciar por qualquer tipo de doutrina (como o apóstolo Paulo adverte em Efésios 4:14). Em outras palavras: está faltando uma vigilância firme contra as astúcias do diabo (e de seus escravos)!

Diante disso, eu pergunto: o que nós, cristãos, temos realmente feito para preservar a pureza das igrejas (para que elas estejam sendo guiadas somente pelo autêntico evangelho), ou melhor, de que forma temos agido contra as alianças com ímpios, as heresias, as falsas teologias, os falsos evangelhos, e os falsos profetas (e outros erros que têm contaminado a pureza da igreja do Senhor)?

O apóstolo Paulo já havia prudentemente alertado sobre alguns dos perigos que iriam ameaçar a igreja do Senhor nestes últimos tempos:

"Pois eu bem sei que, após a minha partida, surgirão no meio de vós lobos vorazes, os quais não pouparão ao rebanho; E que entre vós mesmos aparecerão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si" (Atos 20:29–30)

"Mas tenho receio de que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de algum modo corrompidos os vossos costumes, e se apartem da simplicidade que há em Cristo" (2 Coríntios 11:3)

"Cuidado para que ninguém vos faça presa sua, através de filosofias e vãs sutilezas de acordo com a tradição dos homens e conforme os preceitos do mundo, e não segundo Cristo" (Colossenses 2:8)

"Mas o Espírito expressamente adverte que em tempos posteriores muitos apostatarão da fé, e darão ouvidos aos espíritos enganadores e às doutrinas de demônios" (1 Timóteo 4:1)

Não é exatamente isto o que está acontecendo com muitas das igrejas ditas cristãs de modo geral?

Nivaldo disse...

NA PRÓXIMA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL (2018), EU, DESDE JÁ, DIGO SEM MEDO (E EM ALTO E BOM SOM PARA QUEM QUISER OUVIR): VOU VOTAR NULO!

Nunca vou trair a minha consciência (e nem tampouco os meus princípios morais) ao votar em candidatos esquerdistas (os quais têm, em sua grande maioria, projetos anti–cristãos). Eu me sentiria eternamente culpado (como se tivesse blasfemado contra Deus) se ajudasse a eleger agentes do inferno que iriam perseguir e matar meus irmãos em Cristo!

Não posso ser cúmplice do mal ao votar em ímpios, seria o mesmo que eu vender minha alma pro diabo! Não posso, de forma nenhuma, jogar fora a minha salvação em troca de algum privilégio (ou prazer) terreno! É como disse o Senhor Jesus:

"De que adiantará ao homem conquistar o mundo inteiro, e perder a sua alma? O que dará o homem em troca de sua alma?" (Mateus 16:26)

Faço das palavras do Cléber as minhas: não me importo se eu tiver que comprar uma briga com todo o inferno por não dar apoio a corruptos. Adoto comigo o mesmo lema dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Eu obedeço ao que o Senhor Jesus diz na Sua Palavra:

"Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

Quantos, hoje, teriam coragem de dar a própria vida pela verdade eterna da Palavra de Deus?

Adalberto disse...

Nessa lista de evangélicos que apoiaram Lula em 2002 (e com certeza também devem ter apoiado Dilma em 2010), aproveito a oportunidade para dar nome aos bois, ou melhor, vou citar alguns dos traidores do povo cristão (que seriam tais e quais os mesmos vendilhões que Jesus expulsou do templo).

Eis aqui os nomes deles (alguns deles são conhecidos de todo o público):

– NILSON FANINI;
– SILAS MALAFAIA;
– ROBSON RODOVALHO;
– JABES ALENCAR;
– ESTEVAM HERNANDES;
– CALEB MOREIRA;
– GUILHERMINO CUNHA;
– JORGE LINHARES;
– ROBINSON CAVALCANTE;
– ROSINHA GAROTINHO;
– ANTHONY GAROTINHO;
– BISPO RODRIGUES;
– MARINA SILVA;
– MAGNO MALTA;
– MARCELO CRIVELLA;
– WALTER PINHEIRO;
– BENEDITA DA SILVA.


Alguém ainda vai ter coragem de confiar (ou acreditar) nesses vendilhões da boa–fé do povo (ou melhor, desses traidores da igreja de Jesus)?

Aguardemos as próximas eleições!

Tobias disse...

Acho que o título mais adequado para este artigo aqui seria: "Evangélicos pró–Lula: o tempo passou... e muita gente ainda não se conscientizou do erro que é apoiar a esquerda!"

Outro título que também poderia ser colocado: "EVANGÉLICOS PRÓ–ESQUERDA: VIVENDO E NÃO APRENDENDO!"

Quem garante que os mesmos que apoiaram Lula em 2002 (e que o Adalberto citou no comentário dele) realmente aprenderam a lição (de nunca acreditar na palavra de qualquer político esquerdista)? Não duvido nada de como esses que foram citados na lista acima também fizeram campanha para Dilma em 2010!

De uma coisa eu tenho plena, total, convicta, e absoluta certeza (escrevam o que eu estou dizendo): SE LULA SE RECANDIDATAR À PRESIDÊNCIA EM 2018 (COMO JÁ SE COGITA POR AÍ), NÃO DUVIDO NADA QUE GRANDE PARTE DA BANCADA EVANGÉLICA VAI FAZER CAMPANHA A FAVOR DELE (TAL E QUAL FIZERAM EM 2002). SE DEPENDER DESSA MESMA BANCADA, O PT E OS DEMAIS PARTIDOS ESQUERDISTAS SEMPRE ESTARÃO NO PODER!

Alguém daqui ainda tem alguma dúvida quanto a isso?