18 de fevereiro de 2016

Pezão, governador do Rio, demite secretário de direitos humanos por acreditar que existe cura para a homossexualidade


Pezão, governador do Rio, demite secretário de direitos humanos por acreditar que existe cura para a homossexualidade

Declarações do Apóstolo Ezequiel Teixeira ao “Globo” revoltaram o governador do Rio de Janeiro, que havia se elegido com amplo apoio evangélico, inclusive de Silas Malafaia

Julio Severo
Em entrevista ao jornal O Globo, o Apóstolo Ezequiel Teixeira disse que crê em cura para a homossexualidade. Ele também disse que é contra o “casamento” gay. “Eu não creio só na cura gay, não. Creio na cura do câncer, na cura da Aids… Sabe por quê? Porque eu sou fruto de um milagre de Deus,” disse Ezequiel, que era o diretor da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH) do governo do Rio.
Apóstolo Ezequiel Teixeira
Depois da entrevista, Luiz Fernando Pezão, o governador do Rio de Janeiro, criticou ferozmente a opinião de Ezequiel e afirmou categoricamente: “Sou totalmente contra a posição dele. Vou tomar providências. Coloco aqui a minha insatisfação com as declarações dele.”
Em seguida, Pezão chutou o pastor da SEASDH.
Uma reação absurda e radical do governador Pezão, que na eleição passada buscou e recebeu apoio de muitos líderes evangélicos, inclusive do Pr. Silas Malafaia, mas agora transformou Ezequiel em vítima de sua intolerância, apenas porque Ezequiel agiu como pastor e cristão. Ética do Pezão: em época de eleição, ele dá beijos de Judas nos evangélicos. Fora das eleições, ele os chuta sem dó nem piedade.
Eu fico impressionado com tal ética. Pezão demonstra ficar facilmente revoltado quando um pastor declara que existe cura para a homossexualidade, o câncer e a AIDS, mas ele não demonstra a mesma revolta quando homossexuais assalariados por seu governo impõem a doutrinação homossexual em crianças da escola. O senso de revolta do governador do Rio sofreu algum curto-circuito moral?
Ezequiel Teixeira foi nomeado para a SEASDH em 15 de dezembro, sob críticas de grupos homossexuais, que temiam que as convicções cristãs do secretário prejudicassem o avanço da agenda gay. Desde a chegada dele à SEASDH, ocorreu o enfraquecimento do programa Rio Sem Homofobia, que visa, entre outros objetivos, a doutrinação das crianças nas escolas. Por conta da atuação de Ezequiel, mais de 60 ativistas homossexuais foram demitidos do programa Rio Sem Homofobia.
Cláudio Nascimento, o coordenador do Rio Sem Homofobia, vinha criticando que Ezequiel estava prejudicando o avanço do Rio Sem Homofobia. Na sua entrevista ao Globo, Ezequiel tocou na questão dos ativistas homossexuais assalariados do governo que avançam a agenda gay e estavam se queixando dele: “Os incomodados que se mudem. Fui convidado para a secretaria e todos sabiam de minhas convicções.”
Quem se mostrou o mais incomodado foi o governador do Rio, que colocou para fora um homem preocupado em proteger as crianças. No que depender dele, os “protetores” das crianças do Rio serão agora os ativistas homossexuais e sua doutrinação homossexual nas escolas.
Com informações do G1 da Globo.
Leitura recomendada:

17 comentários :

Anônimo disse...

Pelos frutos se conhece as arvores...basta olhar o resultado da administraçao dessa pessoa para saber que espirito a guia!!!

Tal atitude intolerante é, em outras palavras, um recado bastante claro para os cristaos brasileiros!!!

O cerco definitivamente esta se fechando...espero que esse religioso permaneceça fiel aos seus principios cristaos e nao os troque por um prato de lentilhas!!!

Anônimo disse...

Os valores ocidentais estao mesmo prestes a ser implodidos. Aqui no Brasil, vivemos a intolerancia para com o cristianismo, atraves da ditadura gay, e, na Europa, a tolerancia para com os imigrantes criminosos, atraves da repressao dos proprios cidadaos europeus, chamados de intolerantes...curioso, nao?

Pb. José Roberto da Rocha disse...

esta noticia não é verdadeira! Vejam o que aconteceu de fato:O Teixeira é deputado federal e deixou a câmara para dar vaga a um deputado do PMDB, que votaria a favor do deputado Picciani, para líder do PMDB na câmara e este mesmo Picciani é contrario ao impedimento da Dilma.A eleição foi ontem e o Picciani foi eleito,Agora vejam, foi só o Picciani ser eleito que o Teixeira foi exonerado do Cargo ! Este Teixeira vive debaixo da sola do Pezão e faz o jogo sujo da Dilma que vai continuar mandando e desmandando junto com a gayzada e o Teixeira foi participante de toda essa sujeira e agora quer dar uma de perseguido ! Vai tomar vergonha !

Anônimo disse...

Os governantes brasileiros tem, de fato, a cara do povo brasileiro e nao ha como fugir disso, até porque somente os brasileiros podem se candidatar a cargos publicos.
No RS, ocorreu outro caso curioso e outro exemplo de insanidade de um dos lideres politicos do pos-governo militar (o ultimo momento de ordem e progresso no Brasil).
Um ex-governador petralha fez uma declaraçao ofensiva aos judeus, comparando-os ao sapo barbudo. Vejam uma critica sobre as declaraçoes: https://www.youtube.com/watch?v=B-GszW9DvDI

Anônimo disse...

Mais uma das autoridades constituídas por Deus. Até quando minha gente... até vocês tomarem vergonha na cara e pararem de apostar nessa atividade criminosa chamada "política partidária", "estado-nação", "homens governando homens", "politicos ungidos de Deus",... enquanto continuarem a participar da fraude nada mudará, ponham isso nas suas cabeças ocas!

Anônimo disse...

Os discipulos de Calvino è que pensam assim, meu velho. Eles acham que Deus é responsavel por tudo que ocorre no mundo (eleiçoes, guerras, massacres, etc)...eles estao por toda parte.

Anônimo disse...

Pb. José Roberto da Rocha,

Obrigado pela informação. O sujeito se diz chamado para liderar uma igreja e depois quer ser político para fazer o jogo do mundo. O sr. Teixeira capitaliza com essa entrevista junto às suas ovelhas, o Pezão agrada os gays, o movimento LGBT se fortalece, enfim, todos ganham, menos os evangélicos que continuam sendo enganados pelos falsos pastores. Lamentável.

Claudio Vaz disse...

Os corajosos anônimos conservadores opinando.

marcelo victor disse...

Lembremo-nos de que a operaçao do erro vem, como juizo, da parte de Deus, para separar o joio do trigo (2Ts 2:11); e, como disse Daniel, os sabios entenderao, mas os impios...

Anônimo disse...

Os corajosos anônimos conservadores opinando.

Assim como você, sr. Claudio Vaz. Seu nome é esse mesmo, ou é só mais um fake da internet? "Faça o que digo mas não o que faço", esse é o lema dos integrantes do sistema religioso...

marcelo victor disse...

Os espirituais preocupam-se em analisar o que esta sendo dito, para ver se vem da parte de Deus ou se nao passa de sabedoria humana. A meu ver, quem escreveu, pouco importa.
Toda honra e toda gloria sejam dadas a Deus!!!

Jorge Daniel Arregui Bay disse...

O governador já sabia das convicções do Ezequiel, mas ficou quietinho para não perder votos. No momento certo deu o bote. Pilantra e traíra.

Anônimo disse...

Populismo é assim mesmo, aonde a vaca vai o boi vai atras...eles jogam no time que ta ganhando, nao importa o que ele fez pra ganhar, se fez o diabo ou nao.
A mesma coisa com realaçao à realidade politica e social que vivemos. Agora que o povo ta sentindo no bolbo os desmandos, a corrupçao e a ladroagem, ai, entao, resolveram por a boca no mundo, mas se nao tivessem mexido nisso, os petralhas seriam verdadeiros deuses kkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

"Eu fico impressionado com tal ética."
Eu fico impressionado eh com a sonsice dos "evangelicos" em ajudar a eleger filhos do diabo.

Antonio.

Anônimo disse...

O engraçado nisso tudo é que algumas denominaçoes religiosas nao conseguem esconder quem realmente sao e se rendem a esses demonios populistas:
https://www.youtube.com/watch?v=2n5gRrClqDQ

Dom Rafael disse...

Bem, primeiro, uma observação:
APÓSTOLOS NÃO EXISTEM MAIS.
Segundo: que me perdoem, mas tinha de ser da GOMORRA (SODOMA é São Paulo) BRASILEIRA: o Rio.
Paz.

Leonardo Melanino disse...

Homossexualismos não são doenças, como cóleras, raivas, sarampos, varicelas e assim sucessivamente, mas maus comportamentos, como quaisquer outros, como jogatinas, pedofilias, poluições, rinhas, usuras e assim sucessivamente. Este negócio de "cura guei", como está ocorrendo nos Legislativos brasileiros, é uma imbecilidade. Embora Ezequiel Teixeira realmente não seja homofóbico, ele errou pelo uso desta expressão. Mas Luiz Fernando Pezão errou feiamente demais por agir com radicalismo contra ele. Então, nunca confundamos maus comportamentos com doenças.