11 de fevereiro de 2016

Papa pede que “terra e dinheiro” voltem a ser “para todos”


Papa pede que “terra e dinheiro” voltem a ser “para todos”

Comentário de Julio Severo: Como parte de sua celebração de Jubileu Extraordinário da Misericórdia, o Papa Francisco colocou o cadáver de um padre para exibição pública no Vaticano e, numa atitude interpretada por muitos como “comunista,” pede que haja ampla redistribuição das riquezas dos ricos para os pobres. Muitos leitores, ao lerem o apelo do papa, recordaram que o Vaticano possui riquezas imensas no mundo todo e que se a tônica papal agora é comunista, deveria fazer a tal redistribuição pelo próprio exemplo, dando suas próprias riquezas. Fazer caridade com o dinheiro dos outros é fácil, disseram. O difícil é dar as próprias riquezas. Fazer apelo comunista em cima de cadáver de padre é moleza.
Cidade do Vaticano – O papa desejou nesta quarta-feira que o Jubileu sirva para "construir uma sociedade sem discriminação", baseada na "repartição justa dos recursos" para que a terra e o dinheiro sejam "para todos".
"Seria lindo se a liberdade, a terra e o dinheiro voltassem a ser um bem para todos e não só para alguns como ocorre na atualidade. Se não me equivoco, mas mais ou menos 80% da riqueza da humanidade está em mãos de 20% das pessoas", lamentou o papa.
Francisco afirmou na Audiência Geral desta Quarta-Feira de Cinzas que o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, que terminará em 20 de novembro, é um tempo que deve servir "para se transformar" e para mostrar generosidade e solidariedade com os demais.
"O Jubileu é para se transformar, para que nosso coração seja maior, mais generoso, mais cheio de Deus, com mais amor, mas lhes digo uma coisa, se o Jubileu não chegar aos bolsos, não é um verdadeiro Jubileu. Isto está na Bíblia, não foi o papa que inventou", garantiu.
Francisco criticou que haja "muitas famílias nas ruas" que são "vítimas da usura".
"A mensagem bíblica é muito clara, abra-se aos demais para compartilhar, isto é misericórdia. Fazer uma terra sem pobres é construir uma sociedade sem discriminação baseada na solidariedade, no compartilhamento e na repartição justa dos recursos", afirmou.
O papa ressaltou que "a terra pertence a Deus e confiou nos homens como administradores" e que por isso "ninguém pode criar situações de desigualdade".
Durante a Audiência Geral, o papa Francisco lembrou aos milhares de fiéis presentes na praça de São Pedro do Vaticano que hoje começa "o tempo da Quaresma" no calendário litúrgico católico e lhes encorajou a pedir "ao Senhor que ajude a abrir os corações" para aprender a "viver com as pessoas" ao redor.
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Igreja Católica recebe milhões de dólares para facilitar invasão de imigrantes nos EUA

17 comentários :

Anônimo disse...

"Familias na rua" nem sempre significa usura...pode significar vagabundismo, desleixo, preguiça, resultado do uso de drogas, de uma vida promiscua...

Anônimo disse...

Fazer caridade com o dinheiro alheio è facil!!! HIPOCRITA!!!

Anônimo disse...

Como fica quem trabalhou arduamente pra comprar as terras e conquistar o que tem?
La na Africa ta cheio de terra vazia que pode ser explorada...por que ninguem quer ir para la?
Isso me faz lembrar o MST...corja de vagabundos que quer viver às custas do trabalho alheio!!! O mesmo espirito desse sem-vergonha de batina. Vai trabalhar seu parasita da fé alheia!!!
Como representante-mor da Inquisiçao, esse sujeito deveria estar sentado no banco dos reus, pelos crimes barbaros (contra a humanidade) que essa instituiçao criminosa praticou nos ultimos seculos!!!

Anônimo disse...

Argentino jesuita vigarista.

Saga Oliveira disse...

Julio, cabe lembrar aos leitores que o Papa está comentando sobre o Jubileu existente na Torá para que não houvesse pobres na Terra de Israel.

O texto original falava sobre as benção divinas sobre a Terra prometida se todos fossem fieis as orientações da sua lei. Com certeza nada tem a ver com um governo mundial comunista.

Unknown disse...


O Papa agora é milongueiro da teologia da prosperidade? "Buscai em primeiro lugar o reino de Deus, e essas coisas vos serão acrescentadas".


O catolicismo nada mais é do que uma mistura tóxica de, idolatria babilônica-greco-romana, legalismo judaico e populismo ideológico rasteiro - tudo isso coberto com uma rala camada de tinta pseudocristã.

marcelo victor disse...

O Papado sempre jogou do lado que lhe convinha; a historia parece mostrar claramente isso, como é o caso, por exemplo, da autorizaçao, dada à Coroa Portuguesa, no periodo de 1452 a 1456, para que subjulgasse e escravizasse os povos pagaos que fossem encontrados pelo caminho (uma especie de apoio à escravidao africana).
http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/a-escravidao-justificada-os

A missao desse fulano (o Chicão) é reconquistar a influencia do catolicismo romano no cenario politico mundial, e, com isso, trazer de volta, para os templos, os veneradores de Maria, Jose, Paulo, Pedro...

Pelo jeito, ele tá fazendo um bom trabalho, aliando-se à escoria da humanidade e conquistando a opiniao publica mundial. Com isso, Ele parece estar preparando o caminho para o anticristo.

Anônimo disse...

Nao acredito em amor genuino fora da Palavra de Deus, dos ensinamentos e da doutrina do Senhor.
Os homens amam parcialmente e sempre esperam algo em troca, diferentemente do Deus de Israel.
Pela doutrina da instituiçao a que pertence, posso dizer que nao acredito em nenhuma das instençoes dessa pessoa.
Há algo diabolico por detrás das suas intençoes socialistas, as quais futuramente hão de ser reveladas, pois certamente atingirão os judeus e a igreja de Jesus Cristo na terra.

Ass. Rodrigues

Júlio Lins disse...

Defender uma melhor distribuição de riqueza não tem nada a ver com socialismo. Por acaso, vocês são favoráveis a que os 1% mais ricos detenham 99% da riqueza mundial? Ou que os 52 mais ricos do mundo detenham 50% da riqueza mundial? A desigualdade social aumenta cada vez mais, em que os ricos ficam cada vez mais ricos, a despeito das crises econômicas

marcelo victor disse...

A coisa parece nao funcionar muito bem como as pessoas pensam, pois o rico movimenta o mercado e todos ganham. Veja o video: https://www.youtube.com/watch?v=FcZYprwplwE

Outrossim, quem fala em distribuiçao de renda tem que começar pelas suas proprias rendas, propriedades e riquezas.

Sérgio Aparecido Dias disse...

Bem...já se falou que o "papa" Chicão deveria, ele próprio, ser o exemplo dessa tal de "distribuição" de propriedades e riquezas, pois os cofres do Vaticano estão abarrotados de ouro e prata, além de títulos de propriedades ultra latifundiárias pelo mundo todo! Ele se esquece que dinheiro se consegue com trabalho, produção e geração de emprego e renda. Em outras palavras: a geração de recursos para obtenção e arrecadação de divisas só é possível num sistema capitalista e jamais no sistema comunista ou socialista! Todos nós, creio eu, repudiamos o capitalismo selvagem (a não ser os próprios capitalistas selvagens!) e podemos muito bem repartir uma certa quantidade de bens de consumo e dinheiro com os menos favorecidos, ou os atingidos por tragédias e catástrofes. É assim que agem e trabalham as organizações filantrópicas, tais como o Lions Clube, o Rotary Clube, a L.B.V., diversas igrejas evangélicas com seus programas de assistência social, a própria Igreja Católica Romana com suas campanhas da fraternidade e seus diversos departamentos de obras de caridade e também muitas O.N.G.S espalhadas pelo mundo! Falta os governos das nações participarem de modo mais ativo, liberando verbas (com a devida transparência e fiscalização) e criando mais programas de auxílio aos mais pobres. Não é necessário "repartir", tirando dos mais ricos e entregando indiscriminadamente aos mais pobres. Isso não tem cabimento e nem viabilidade!!!

Anônimo disse...


Os jesuitas sao a cabeça da serpente?
http://exateus.com/2016/01/12/os-jesuitas-sao-a-cabeca-da-serpente/

SILVIO RICARDO disse...

Esse papa tem uma preocupação muito grande com os bens perecíveis da terra.

marcelo victor disse...

Ele se preocupa com as coisas deste mundo, porque o deus dele se chama Mamon.

Leandro disse...

Realmente, houve uma época em que a terra era de todos (embora não fosse um socialismo).
Porém, o dinheiro não.

Dinheiro nunca foi e nem tem como ser uma apropriação coletiva. Certamente, o papa Francisco deslizou fundo em uma interpretação populista.

marcelo victor disse...

O velho Chico mostrou a que veio e resolveu entrar, definitivamente, na disputa pela Casa Branca:
http://exateus.com/2016/02/19/papa-francisco-diz-que-trump-nao-e-cristao/

Anônimo disse...

Midia, personalidades, lideres religiosos...tudo no mesmo balaio de gato das mentiras e enganaçoes, o poder pelo poder!!! Essa esquerda nao tem vergonha na cara mesmo...
http://lucianoayan.com/2016/02/20/katy-petty-recebeu-200-mil-dolares-para-falar-bem-de-hillary-e-obama-no-brasil-eles-tem-rouanet/