19 de fevereiro de 2016

Brasil está sendo atacado por 7 pragas que parecem bíblicas


Brasil está sendo atacado por 7 pragas que parecem bíblicas

“A derrubada do mito Lula pareceu confirmar que o Brasil foi atacado por pragas que parecem bíblicas'', afirmou a revista Semana. Zika, violência, recessão também são destacadas

SÃO PAULO — Não são só as publicações dos Estados Unidos ou do Reino Unido que destacam o Brasil. Os nossos vizinhos também dão destaque para a crise econômica e política que o País vive em jornais e revistas. Na última edição, uma das grandes revistas da Colômbia, chamada "Semana", fez uma análise dos problemas brasileiros, chamando-as de "as setes pragas". de proporções bíblicas e que afligem o País. A matéria foi destacada pelo blog Brasilianismo, do UOL.
Segundo a análise da revista colombiana, o Brasil, chamado de gigante sul-americano, sofre uma série de desastres que o colocou "nas cordas", sendo que o escândalo envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é apenas um dos fatores. Agora, após um período de fartura, o Brasil viu a sua situação se precarizar, com a crise tornando-se mais crítica em meio às investigações sobre Lula.
“A derrubada do mito pareceu confirmar que o Brasil foi atacado por pragas que parecem bíblicas'', afirmou a revista, que fez uma lista das sete pragas que vêm afligindo o País:
1. A queda do mito
Nas últimas semanas, a Operação Lava Jato e a Zelotes aumentaram o cerco contra Lula, fazendo com que as chances para que o ex-presidente volte ao poder diminuam consideravelmente. A revista lembra que Lula saiu do governo em 2010 com 80% de aprovação mas, nos últimos meses, a sua reputação desabou: segundo a pesquisa Ipsos, apenas 25% o considera honesto.
2. Uma presidente sem poder
“A popularidade da presidente Dilma Rousseff é de 6%, um número menor de que a taxa de inflação de dois dígitos'', afirma a revista que ressalta que, desde o início do segundo mandato, a sua aprovação está em queda livre, arrastada pelo escândalo da Lava Jato e pelas más notícias da economia.
3. Corrupção generalizada
“Os escândalos de corrupção que apareceram durante os governos de Lula e Dilma são gigantescos", afirma. A revista também lembra 2005, quando estourou o escândalo do mensalão durante o governo Lula. "E, quando os brasileiros achavam que já tinham visto tudo, estourou a Zelotes, que logrou deixar para trás a Lava Jato, até então o maior escândalo da história''.
4. Uma recessão brutal
"Irredimível?. Este foi o título da Economist para referir-se à economia brasileira", lembra a Semana, que ressalta que a economia do Brasil encolherá 8% entre 2014 e 2016. A Semana ressalta que "a raiz da crise é a queda nos preços das matérias primas e do petróleo''.
5. Violência
“O Brasil tem uma mistura mortal de narcotráfico e violência. Das 50 cidades mais violentas do mundo, 21 são brasileiras'', afirma, ressaltando que a violência policial também está fora de controle: "em São Paulo, entre janeiro e novembro de 2015, 532 pessoas foram assinadas por 'intervenção policial'".
6. Adeus ao meio-ambiente
As inundações que deixaram no último ano mais de 170 mil pessoas atingidas na Argentina, Paraguai e Brasil refletem a perda de cobertura florestal nestes países, ressalta a revista, citando o Greenpeace. Além disso, a Amazônia perdeu 12% de sua área e deve perder entre 9% e 28% até 2050. Soma-se a isso uma tragédia ambiental no Brasil no ano passado: o “tsunami de lama tóxica destruiu o Rio Doce'' após o rompimento de uma barragem de resíduos químicos da Samarco, joint venture entre a Vale e a BHP.
7. E agora, o zika vírus...
Em sétimo lugar, o destaque ficou para o zika vírus. A revista ressalta que, segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil será o país mais afetado pela epidemia na América Latina, com 1,5 milhão de casos nos próximos meses, ao mesmo tempo em que os casos de microcefalia saltaram para mais de 3.500 desde outubro de 2015. "Esta praga, que se nutre de inundações e de pobreza, uniu-se à dengue e à chikungunya e obrigou o governo a enviar 220 mil soldados para frear a epidemia antes dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em junho'', diz. A revista ressalta que, em todo caso, alguns países já colocaram em dúvida sua participação com os times principais.
"Um mau panorama para o País futeboleiro que em 2014 foi humilhado por 7 a 1 na Copa do Mundo realizada em sua própria casa", conclui a publicação.
Fonte: Infomoney
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:

13 comentários :

Enéas Oliveira disse...

Júlio...
Digo a Presidenta:Não blasfeme contra Israel!!!

Enéas Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fatima Tognella disse...

E O PRESIDENTE DA CAMARA EDUARDO CUNHA VOCE NAO FALA AQUELE LADRAO SAFADO PORQUUE E EVANGELICO

Eu Mesmo disse...

AH.... se a Laura tivesse alguns biliões, triliões e... e algum affair com Joko Widodo... ela mesma compraria umas ilhas desertas da indonesia e fundaria o meu próprio país do zero. Um país amigo de Israel. (mas isto mantido em sigilo, pelo menos até o toque da trombeta).

Anônimo disse...

Quando a Dilma ganhou a reeleição, prostrei-me de joelhos e em oração eu clamava angustiado: "Por quê SENHOR?" E fiz algo que não recomendo: Em minha angústia abri a Bíblia aleatoriamente em busca de respostas e caiu num trecho de Jeremias que anunciava o julgamento sobre Judá porque o seu povo e a sua liderança haviam abandonado o SENHOR e sua Lei.

"E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;"
Romanos 1:28

"E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira;
Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade." 2 Tessalonicenses 2:11,12


Olhem só esta notícia:

https://noticias.gospelprime.com.br/dilma-rousseff-visita-assembleia-de-deus-bras/

marcelo victor disse...

Socialistas dizem que querem paz, mas vivem de guerras e rumores de guerras, contra o que chamam de INIMIGOS. Nunca vi gente pra ter tantos inimigos e fomentar o odio entre as pessoas, a quem chamam de classes:
http://anovaordem.com/Thread-Ir%C3%A3-chega-a-R%C3%BAssia-com-cheque-de-14-bilh%C3%B5es-para-comprar-armamentos

O ataque do diabo visa atingir, claramente, os judeus e a Igreja de Jesus Cristo.

Norberto Ferreira disse...

Feliz é a nação cujo deus é o SENHOR.
O deus dos brasileiros é a TELEVISÃO,lástima!

Anônimo disse...

Aqui no Brasil, a cena do video abaixo pode até ser comum, mas na Dinamarca...
Os paises europeus abriram suas portas para os imigrantes e agora as suas filhas estao sendo abusadas e roubadas na cara dura, com apoio governamental:
http://www.liveleak.com/view?i=5aa_1384358897&comments=1&use_old_player=0

Prsj disse...

Recebi este texto por e–mail, e achei oportuno repassar para todos daqui (porque creio que é muito pertinente ao assunto do presente artigo). Leiam com atenção:

ALERTAS IGNORADOS

(*) Thor

Nos dias de hoje, ainda existem pessoas que se negam a aceitar a existência do mal (principalmente quando este mesmo mal se apresenta grande demais). Muitos acham que devemos esperar sempre o melhor do nosso inimigo (já que pensar no pior é assustador). É como supor que um leão adormecido nunca seria capaz de, de repente, despertar e atacar de surpresa quem cruzasse o seu caminho...

Pior do que ser enganado por outras pessoas é ser enganado por si mesmo. Quase sempre fazemos aproximação, aliança, ou amizade com o nosso inimigo, na provável (ou ingênua) esperança de não sermos suas próximas vítimas. Só que isso nunca deu certo (e jamais dará). Seria como imaginar que a nossa própria auto–inocência tivesse poder o suficiente para fazer o mal desaparecer (ou até mesmo exorcizar os piores demônios do inferno)...

Por mais que tenham sido dados inúmeros e incansáveis alertas sobre o perigo de se colocar a esquerda (leia-se PT) no governo, muitos não acreditavam (e ainda não acreditam) no perigo que esse mesmo governo representa. Os alertas propagados sobre a esquerda eram (e ainda são) tidos como exagero, teoria da conspiração, fanatismo, ou seja, vinham (e ainda continuam) sendo deliberadamente ignorados.

Só que o tempo provou (e está provando) que os alertas dados não foram sem razão. O que antes era (e ainda é) visto como exagero agora se tornou um risco iminente (como diz o título de um filme, passou a ser um PERIGO REAL E IMEDIATO). Os que antes duvidavam (e ainda duvidam) do poder do mal (no caso, a esquerda) agora estão vendo que o mesmo mal (que antes ignoravam) já está mostrando a sua verdadeira face!

Infelizmente, muitas pessoas costumam reagir contra a ação do mal somente quando são vítimas dele. Aí sim, é que elas finalmente passam a acreditar nos "exageros" dos alertas. Só que a reação contra o mesmo mal num caso desses pode já ser muito tarde, ou melhor, só vai ocorrer quando já não há mais nenhuma possibilidade de reverter (ou combater) o mesmo mal. É como um câncer em estado terminal: por mais que se apliquem os melhores (e/ou mais poderosos) medicamentos para se tentar obter desesperadamente uma possível cura, a gravidade da doença já se alastrou a tal ponto que não há mais nada a ser feito (a não ser esperar a inevitável morte).

Muitos ainda acreditam que podemos confiar em determinadas pessoas (principalmente os esquerdistas) que afirmam estar se preocupando com o bem de todos (ainda que as atitudes dessas mesmas pessoas provem ou mostrem exatamente o contrário). A simples demonstração (ou propagação) de boas intenções não garante que elas serão necessariamente postas em prática. São apenas uma forma de dissimular (ou disfarçar) o mal. Ou será que muitos estão esquecidos de que "o diabo insiste em se transformar em anjo de luz" (2 Coríntios 11:14)?

A verdade nua e crua é que o mal nunca teve, não tem, e nunca terá nenhum compromisso com o bem. O mal só tem compromisso única e exclusivamente com si mesmo. Assim como a Palavra de Deus diz que "não pode vir nenhuma mentira da verdade" (1 João 2:21), a recíproca também é verdadeira (ou seja, nenhuma verdade jamais poderá surgir da mentira). Afinal, se o diabo é o pai da mentira (João 8:44), por que os seguidores do diabo (no caso, os esquerdistas) agiriam diferente?

Decididamente, não podemos (e nem devemos) mais ser vítimas do nosso próprio auto–engano diante da manifestação sutil e silenciosa do mal!


(*) Pseudônimo de um anti–esquerdista que prefere não se identificar por questões de segurança

Alguém ainda tem alguma dúvida em relação a tudo que este texto diz?

Aguardo as opiniões de todos.

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Talvez este comentário que eu vou postar aqui (embora seja repetido) explique melhor por que o povo sempre coloca esquerdistas no poder em quase toda eleição (me corrijam se eu estiver errado):

Diz um ditado popular que "o povo tem o governo que merece". Nunca, aqui no Brasil, isso ficou tão evidente, ou melhor, nunca esse mesmo ditado se confirmou de maneira tão clara como nestes últimos anos.

Basta fazermos uma análise dos governos de Lula (anterior) e de Dilma (atual). Mudam somente os "atores" (os presidentes), mas o "script" (o programa de governo) é rigorosamente o mesmo. Para que não haja mais nenhuma dúvida quanto a isso (principalmente para aqueles que não acreditam que isso seja verdade), vejamos alguns dos pontos que ambos os governos têm em comum:

– Promoção de políticas de apoio aos "direitos humanos" (leia-se privilégio para os homossexuais, os criminosos, os menores delinqüentes, e também a perseguição aos cristãos);

– Discriminalização do aborto, já que o aborto é somente um "caso de saúde pública" (ou seja, o aborto, para o governo, não é um crime contra uma vida inocente e indefesa);

– Censura à liberdade de expressão (e ainda dizem, na maior cara–de–pau, que somos um país democrático!);

– Tolerância às religiões afro–descendentes, sob o argumento de que elas fazem parte da nossa cultura, e, como tal, não podem ser discriminadas (como o diabo dessas mesmas religiões se disfarça em anjo de luz, só falta dizer que todas elas são de Deus);

– Distribuição de "kits educativos" nas escolas, com a alegação de combater a homofobia (uma forma disfarçada de fazer com que as nossas crianças sejam sutilmente induzidas ao homossexualismo, promovido pelo ex–ministro Fernando Haddad e por toda a corja do governo e dos homossexuais);

– Homenagem às "vítimas" do regime militar (ninguém jamais procurou saber o verdadeiro passado de Dilma, Lula, e outros esquerdistas).

Enfim, estas são apenas algumas das muitas semelhanças entre os governos de Lula e o de Dilma (na verdade, o governo de Dilma nada mais é do que a continuação do governo de Lula).

E por que o povo, mesmo sabendo disso tudo, ainda assim vota neles? Por uma razão muito simples: recebendo a "ajuda" (Bolsa–Família) do governo, quem é que não quer ser sempre beneficiado pelo mesmo governo de alguma forma? Tem gente que ainda tem a ousadia de dizer: "Se o governo é bom (já que ajuda o povo com o Bolsa–Família e outros benefícios), por que votar contra o mesmo governo?" Isso lembra aquela máxima do antigo Império Romano: "Dai pão e circo ao povo, que o Império sobrevive".

Não tenho nenhum medo de dizer: a nossa política está tão podre, tão suja, e tão corrompida, que nem mesmo certos políticos da bancada evangélica não são dignos da nossa confiança (e, muito menos, merecedores do nosso voto). Em suma: não dá pra confiar em nenhum político (seja de que partido for).

Se o povo tivesse vergonha na cara (e, principalmente, se este mesmo povo fosse politicamente conscientizado), não colocaria corruptos no poder em troca do Bolsa–Família (ou em troca de qualquer outro tipo de ajuda ou assistencialismo). Só que o povo, durante as eleições, vota mais com a emoção do que com a razão (isto é, mais com a barriga do que com a cabeça). E isso, infelizmente, já criou um ciclo vicioso muito difícil de ser quebrado.

Portanto, diante de tudo que foi dito aqui, só dá pra chegar a uma única conclusão: enquanto prevalecer este quadro, ou melhor, enquanto o povo, em toda eleição, ainda continuar adotando esta mentalidade clientelista (isto é, de só votar em troca de algum tipo de ajuda ou assistencialismo), o nosso país vai estar sempre sendo governado por corruptos.

Que estas palavras sirvam de alerta para que todos, a partir de agora, sejam mais cuidadosos na hora de votar (e não se deixem enganar pelas promessas mentirosas dos muitos lobos em pele de cordeiro que sempre aparecem em todas as eleições)!

P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade.

JUSTICEIRO SOLITÁRIO disse...

Talvez o Júlio nem publique este meu comentário, mas, mesmo assim, eu vou dizer exatamente o que eu penso:

HÁ POUCO MAIS DE 40 ANOS ATRÁS (MAIS PRECISAMENTE EM 1974), UMA PROFECIA FOI DITA A RESPEITO DO QUE ACONTECERIA COM O NOSSO PAÍS NESTES ÚLTIMOS TEMPOS. NAQUELA ÉPOCA, O ENTÃO PRESIDENTE DO BRASIL (GENERAL ERNESTO GEISEL) DISSE TEXTUALMENTE ESTAS PALAVRAS:

"SE É A VONTADE DO POVO BRASILEIRO, EU VOU PROMOVER A ABERTURA POLÍTICA NO BRASIL. MAS VAI CHEGAR UM TEMPO EM QUE O POVO SENTIRÁ SAUDADES DO GOVERNO MILITAR. POIS MUITOS DESSES QUE HOJE PEDEM O FIM DO GOVERNO MILITAR NÃO ESTÃO VISANDO O BEM DO POVO, MAS SOMENTE OS SEUS PRÓPRIOS INTERESSES"

O PRESIDENTE GEISEL JÁ SABIA O QUE FATALMENTE IRIA ACONTECER QUANDO OS MILITARES CONCEDESSEM A TAL "ANISTIA" AOS "PERSEGUIDOS" (NA VERDADE, ESQUERDISTAS): A ESQUERDA TOMARIA O PODER. SÓ QUE O POVO, QUE TANTO DESEJAVA O FIM DO GOVERNO MILITAR, ACHAVA QUE ISSO (A ESQUERDA TOMAR O PODER) NUNCA IRIA ACONTECER, QUE ISSO ERA UMA PREVISÃO EXAGERADA (HOJE SERIA CHAMADA DE "TEORIA DA CONSPIRAÇÃO"), ENFIM, MUITOS NÃO DERAM CRÉDITO ÀS PALAVRAS DO GENERAL GEISEL.

HOJE, MUITOS QUE, NAQUELA ÉPOCA, IGNORARAM ESTA PREVISÃO AGORA ESTÃO CHORANDO DE ARREPENDIMENTO! SE ESTÃO SE FERRANDO HOJE, NÃO FOI POR FALTA DE AVISO! NÃO DERAM OUVIDOS AO ALERTA QUE FOI DADO PORQUE NÃO QUISERAM! AGORA, NÃO ADIANTA LAMENTAR! TEM MAIS É QUE ACEITAR O ESTRAGO QUE JÁ FOI FEITO!

É POR ISSO QUE EU DIGO COM TODAS AS LETRAS: GENTE BURRA, DESONESTA, E ALIENADA TEM MAIS É QUE SE FERRAR MESMO! QUEM VOTA EM CORRUPTO É TÃO OU MAIS CORRUPTO QUANTO O PRÓPRIO CORRUPTO QUE FOI ELEITO. A GENTE FALA, AVISA, PROCURA ESCLARECER, MOSTRA FOTOS, EVIDÊNCIAS, PROVAS, ARTIGOS, REPORTAGENS, ENFIM, A GENTE ALERTA O POVO DE TUDO QUE É JEITO, E, AINDA ASSIM, O POVO INSISTE EM ERRAR? ENTÃO, NÃO TEM QUE HAVER NENHUMA MISERICÓRDIA COM QUEM DECIDE ERRAR POR VONTADE PRÓPRIA! NÃO É SEM RAZÃO QUE DIZEM QUE "CADA UM COLHE O QUE PLANTA".

POVO BURRO! VOTA NOS REPRESENTANTES DO DIABO, E AGORA QUEREM QUE ESSES MESMOS REPRESENTANTES FAÇAM O BEM? TEM MAIS É QUE SE LASCAR MESMO! QUEM MANDA NÃO OUVIR A VOZ DA EXPERIÊNCIA?

DESCULPEM O TOM DE REVOLTA NESTE MEU DESABAFO, MAS COM GENTE BURRA, DESONESTA, E ALIENADA SÓ DÁ PRA FALAR ASSIM (PRA VER SE APRENDE OU ASSIMILA ALGUMA COISA)!

FAÇO QUESTÃO DE QUE ESTA MINHA MENSAGEM SEJA PROPAGADA EM TODOS OS CANTOS DO PAÍS!

ASS: JUSTICEIRO SOLITÁRIO

marcelo victor disse...

Aproveitando o comentario do "Justiceiro Solitario", creio que a IMPUNIDADE seja um verdadeiro cancer que, se nao for debelado, contamina toda a sociedade e destroi toda uma geraçao.

No Brasil, a Lei da Anistia, por exemplo, foi um dos maiores crimes contra a humanidade, praticado em nossas terras, pois jogou, no porao da historia, crimes barbaros cometidos contra inocentes e acobertou centenas de terroristas implacaveis, semelhantes aos muçulmanos de hoje.

Esses demonios assassinaram cruelmente varias pessoas, mantiveram-nas em carcere privado, praticaram açoes terroristas, estupraram, justiçaram pessoas, praticaram execuçoes sumarias...e, hoje, participam da vida publica como se nada tivesse acontecido, diante das "barbas" da sociedade.

Por isso, entendo que a IMPUNIDADE, alem de ser injusta, incentiva os criminosos a voltar à pratica dos crimes, pois lhes é dado a certeza de que nao serao punidos justamente, independentemente do crime que particarem.

Agora eu entendo o motivo que levou o Senhor Deus a mandar apedrejar determinados judeus, por causa da desobediencia e crimes que praticavam, e por determinar a morte e o exterminio de diversas naçoes impias, inimigas do povo de Deus.

Anônimo disse...

Gostaria de partilhar aqui um vídeo que pode ajudar a fazer uma autoanálise da situação político-social do Brasil. O vídeo é a leitura de uma carta aberta de um americano sobre o Brasil ou os brasileiros.

Bel Pesce lê Uma Carta Aberta ao Brasil de (Mark Manson )
https://youtu.be/T6K4OTUkYjk