5 de janeiro de 2016

Israel é o grande sucesso do socialismo fracassado


Israel é o grande sucesso do socialismo fracassado

Joel Pollak
Comentário Julio Severo: Este artigo, publicado originalmente em inglês pelo site judeu conservador americano Breitbart, mostra como a fundação do moderno Estado de Israel está intimamente ligada ao socialismo. Aliás, o artigo chega a revelar que sem o socialismo, o moderno Israel não existiria. Claro que os cristãos sionistas apoiam Israel por causa das promessas da Bíblia, não por causa do socialismo. Embora o artigo tente mostrar que hoje Israel parece estar mais distante do socialismo que era tão endêmico em seu nascimento, a realidade é que Israel é hoje o único país do Oriente Médio com aborto legal, grupos homossexuais e paradas gays. É um país onde as moças são obrigadas a servir no exército quando completam 18 anos — esse é o sonho de todo regime socialista. É um país em que imperam leis socialistas que proíbem totalmente os país de aplicar a disciplina física nos filhos, embora o Livro de Provérbios, que faz parte do judaísmo, instrua, por orientação de Deus, os pais judeus a aplicar essa disciplina. Interessante que há um vídeo em português do governo de Israel que “conscientiza” o público brasileiro de que se você for a favor da igualdade de gênero (isso inclui a ideologia de gênero), você tem de ser a favor de Israel, pois em Israel essa ideologia está bem implantada. Mas, o vídeo dá a entender, se você for contra a igualdade de gênero e de grupos homossexuais, você está contra Israel e do lado do terrorismo repressivo. Isso é socialismo puro. Apoio Israel por razões bíblicas, não por razões socialistas. Só Deus pode libertar Israel do socialismo que está entranhado na sua história e vida social, cultural e política dos últimos 150 anos. Leia agora o artigo completo de Joel Pollak:
Jerusalém, Israel — A data de 1º de maior é um dia importante em Israel. Há passeatas em todo o centro de Tel Aviv e Jerusalém celebrando o 1º de Maio e a solidariedade da classe trabalhadora internacional. (A classe trabalhadora internacional tem mostrado menos interesse e solidariedade para com Israel ultimamente, mas não ligue para isso.)
Entretanto, hoje Israel é uma nação de nascimento de empresas, não um paraíso dos trabalhadores. Israel é conhecido pelo espírito empreendedor de seus milionários de internet, não pelo poder de seus sindicatos trabalhistas ou o coletivismo dos kibutzim.
O socialismo fracassou em Israel, como fracassou em todos os outros países. O socialismo levou à ineficiência, estagnação econômica e hiperinflação. Contudo, sobrevive ainda uma nostalgia pelo socialismo em Israel, pois sem ele — sem o sentimento romântico utópico que atraiu milhares dos primeiros imigrantes para trabalhar na terra, sem o trabalho organizado que forneceu a infraestrutura institucional para a formação de um Estado, sem o espírito de abnegação pelo todo que inspirou as forças armadas israelenses — Israel não estaria aqui hoje.
Israel é hoje um triunfo da livre empresa — com todos os problemas consequentes de desigualdade econômica que muitas vezes acompanham o rápido crescimento econômico. Muitas coisas do que o Estado de Israel faz, faz de modo deficiente — ou pelo menos de maneira ineficiente. O sistema de educação pública, por exemplo, tem sofrido um declínio profundo em décadas recentes. No entanto, há algumas exceções maravilhosas, embora sejam muito raras. O transporte público em Israel, por exemplo, é onipresente e confiável, superior à maioria dos sistemas de transporte urbano dos EUA.
Os impostos são altos em Israel (em comparação com os EUA), e os regulamentos são insuportáveis — levando à desobediência, corrupção e caos. A economia prospera lado a lado com o estatismo porque a inovação é quase que uma característica cultural, e porque Israel tem o benefício de uma base de profunda experiência científica e tecnológica. E Israel é menos socialista do que costumava ser. Ironicamente, Israel escapou da crise financeira dos anos de 2007 e 2008 em parte porque não teve intervenção estatal significativa no mercado imobiliário.
O socialismo de hoje poderia ser descrito como um luxo das classes bem-de-vida. Assim tem sido para a esquerda israelense, fortemente representada entre as elites urbanas europeias. É fácil acreditar que a solução para a desigualdade é mais redistribuição quando você tem condições de gozar o tipo de crescimento e estabilidade econômica que só ocorre num Estado menos redistributivo.
Tais ideias são ainda mais convincentes considerando o fato de que o socialismo desempenhou um papel muito importante na fundação do moderno estado de Israel.
Fique numa plataforma de trem numa tarde movimentada de quinta-feira — o início do fim-de-semana israelense — e observe o trafego intenso de judeus, árabes, mães, soldados, religiosos, não religiosos, pretos, brancos, e você começará a entender que existe algum tipo de questão conectiva que une tudo isso junto, algum senso comum de responsabilidade que transcende a religião, alguma base para pluralismo e democracia numa sociedade composta de refugiados de alguns dos lugares menos livres e menos tolerantes da terra.
Recordando a vida em Barcelona na Guerra Civil Espanhola, George Orwell escreveu no livro “Homage to Catalonia” (Lutando na Espanha) acerca da mudança social igualitária efetuada pelo socialismo: “Os garçons e supervisores de lojas olhavam para você na face e tratavam você como igual. Formas servis e até cerimoniais de discurso desapareceram temporariamente… Tudo isso era estranho e comovente. Havia muita coisa nisso que eu não entendia, que de algumas maneiras eu nem mesmo gostava, mas eu reconheci isso imediatamente como uma situação pela qual valia a pena lutar.”
Há algo do mesmo aroma em Israel hoje — ao mesmo tempo em que Israel enfrenta novas divisões econômicas, ao mesmo tempo em que a ameaça de guerra paira sobre o futuro israelense, ao mesmo tempo em que problemas pós-modernos como elitização e políticas raciais moldam a esfera política.
O socialismo do início, agora em grande parte descartado na forma ou talvez no espírito também, provavelmente é o que deu condições para Israel ser a sociedade próspera de livre mercado que é hoje, sem se desintegrar. Mesmo em ideias destrutivas pode haver potencial positivo.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do site judeu conservador americano Breitbart: Blue State Blues: Israel Is a Failed Socialism’s Great Success
Leitura recomendada:

23 comentários :

Anônimo disse...

Se em Israel ocorre toda essa abominaçao de possuir aborto legal, grupos homossexuais, paradas gay, leis socialistas que proíbem totalmente os país de aplicar a disciplina física nos filhos, campanha do governo a favor da igualdade de gênero...entao, vejo que o dispensacionalismo nao passa de um esforço sionista para apagar a setença deixada por Jesus Cristo sobre os judeus incredulos: "Então Jesus lhes inquiriu: Nunca lestes isto nas Escrituras? A pedra que os construtores rejeitaram, tornou-se a pedra angular; e isso procede do Senhor, sendo portanto, maravilhoso para nós. Por isso, Eu vos declaro que o REINO SERA TIRADO DE VOS para ser entregue a um povo que produza frutos dignos do Reino" (Mt 21:42-43).
Nao somente isso, mas o calvinismo tambem parece ser outra estrategia para atribuir a Deus a responsabilidade pelos acontecimentos maus que ocorrem dia-a-dia, desde a queda do homem no jardim do Eden, como parte de um suposto plano divino, o qual favorece uns (os "eleitos")em detrimento de outros (ainda que Deus diga que nao faz ascepçao de pessoas - At 10:34).
Para elucidar meus "achismos", indico o seguinte video:
https://www.youtube.com/watch?v=NkHKU_XPci0

Ass: Rodrigues

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

A mesma sentença de Jesus para os judeus incrédulos vale para todos os homens incrédulos e a mesma promessa para os que creem vale para os judeus crentes no Senhor!

MASC disse...

Ser a favor do homossexualismo ou da não aplicação de correção à criança nada tem a ver com socialismo. Na Coreia do Norte o homossexualismo é crime. Isso tem a ver com uma ação espiritual do espírito do erro nos últimos tempos. O que a Globo tem de socialista? No entanto é o bastião dessa doutrina no Brasil. É um problema espiritual, não político. É profético e não tem nem terá remédio, vainpiorar e no mundo todo.

Julio Severo disse...

MASC, a agenda homossexual está ligada ao socialismo ocidental, que, aliás, condena o comunismo da Coreia do Norte. O socialismo ocidental, predominante em Israel, nos EUA e na Europa, condena Stálin e segue uma linha diferente do comunismo clássico.

Abel Vieira disse...

Naquele dia haverá uma fonte aberta para a casa de Davi, e para os habitantes de Jerusalém, para purificação do pecado e da imundícia.
2 E acontecerá naquele dia, diz o SENHOR dos Exércitos, que tirarei da terra os nomes dos ídolos, e deles não haverá mais memória; e também farei sair da terra os profetas e o espírito da impureza. Zacarias 13
Quem é a fonte de Água Viva? O Senhor Jesus. Quando tudo parecer perdido olharão ao que traspassaram, cada um à parte e um o remanescente será salvo em Seu tempo.

Anônimo disse...

Quando Jesus voltar, meu caro, nao haverà mais lugar para salvaçao e sim para juizo (Mt 24:30-31, Mt 13:41-43, Mt 25:31-46), conforme nos mostra a expressao "...e fechou-se a porta", da parabola da virgens loucas e das virgens prudentes (Mt 25:10).
Naquele exato momento, nao haverà mais lugar para a "fé" e sim para "constataçao", pois a "fé" é o firme fundamento das coisas que nao se ve, mas se espera, e, na volta de Cristo, todo olho O verà, até mesmo os que o traspassaram, os quais comprovarao que Jesus era o Filho de Deus, restando-lhes apenas as lamentaçoes.
Zacarias, meu velho, parece falar da primeira vinda de Cristo, momento em que Jesus inaugurou o Seu reino (nao com aparencia exterior) e fez dos crentes o templo do Seu Santo Espirito, donde fluem aguas vivas para remedio das naçoes (Zc 14:8; Jo 7:38; e Ez 47:1,9,12).
Por isso, meu caro, hoje é o dia aceitavel (2 Co 6:2). Quem crer, serà salvo, mas quem nao crer, jà està condenado, incluindo os judeus, nos quais se cumpre o dito de Jesus: "Se nao ouvem a Moisés e aos Profetas (que falavam d'Ele), tampouco acreditarao, ainda que um dos mortos ressuscite (Lc 16:31).

Ass: Rodrigues

fococristao disse...

Israel acabou com a vinda de Jesus. E uma consequência disso é Israel de hoje ser diferente da Israel bíblica.

MARIA disse...

Vejo essa análise completamente equivocada! Israel ser hoje a nação próspera que em nada tem a ver com socialismo.

Anônimo disse...

Deus prova que os Seus dons sao sem arrependimento (Rm 11:29) pelo fato de ter preservado um remanescente de judeus (Is 1:9), apesar deles serem culpados pelo sangue do Filho de Deus (Mt 27:25 e At 3:13-15).
Se nao fosse pela fé e obediencia dos pais e pelo juramento que lhes fizera, de levantar o Messias de seus lombos, hà muito que a naçao de Israel teria sido varrida do mapa, pois, como diz a Biblia, trata-se de um povo obstinado e rebelde (At 7:51-52).
Resta-lhes, porem, uma saida: invocar o nome do Senhor (Rm 10:13)! Mas, como invocarao aquele em quem nao creram (Rm 10:14)?
Por isso é importante que a Igreja pregue o Evangelho, pois tambem agora neste tempo ficou um resto, segundo a eleiçao da graça (Rm 11:5 e Rm 9:27).

Vic disse...

...A uma terra que mana leite e mel; porque eu não subirei no meio de ti, porquanto és povo de dura cerviz, para que te não consuma eu no caminho. Êxodo 33:3.
De Israel sobrará apenas "o resto" de que fala o apóstolo Paulo.
Precisamos de uma artigo seu sobre as "lágrimas de crocodilo" de Obama!

MASC disse...

Qual a afinidade que a Globo tem com a doutrina socialista? A Globo tem muito mais afinidade com o lado espiritual da defesa dessa agenda homossexual e de rebelião e desagregação familiar, e é o principal órgão defensor do homossexualismo no Brasil, mais poderoso que os partidos políticos e os três poderes. Só para ter uma ideia, está prestes a derrubar Dilma Roussef. A Globo é o antro do espiritismo no Brasil, tanto kardecista como de religiões africanas, e todos sabem disso. O socialismo de que você fala é na verdade um social-democratismo, em nada marxista. Realmente o programa dos partidos operários revolucionários, principalmente de viés trotskysta, contém o que eles chamam de luta contra a "opressão"pontos programáticos de "liberação" da mulher e "direitos" dos homossexuais, mas não tem em nenhum lugar do planeta força política para implementá-los, e nem de longe podem arvorar o mérito do avanço dessa política no mundo. Os responsáveis por essa implementação diabólica são seus inimigos mortais, inimigos mortais do marxismo, as grandes empresas de mídia no mundo, financiados inclusive pelo BIRD e FMI, a União Européia, o Poder de Estado, Judiciário e Congresso Americano que nada tem de marxistas, misteriosa contradição que comprova o caráter espiritual e profético disso tudo.

MASC disse...

A melhor fonte para se entender o que ocorre hoje são as sete cartas às igrejas no livro de Apocalipse. Ao contrário do que muitos interpretam, cada carta trata a igreja em questão num período histórico específico, e tem conteúdo estritamente profético. Por exemplo, quando a bíblia fala da igreja de smirna não está falando da igreja da cidade de Smirna, que realmente existe, mas fala da fase em que a igreja seria perseguida, atribulada, e como a especiaria smirna exalaria seu excelente odor ao ser esfregada, esmagada. Corresponde à igreja da época da perseguição mais cruel. Hoje a igreja vive o período de Laodicéia (povo reinante, direitos do povo), não à toa a sétima e última carta, onde se prevê a a luta pela liberdade total, o incremento dos "direitos do povo", não fala da igreja na cidade de Laodicéia, como um lugar específico e no passado, apesar do lugar existir, e sim é um conteúdo profético para a atualidade da igreja na última fase pré-arrebatamento. Todas as cartas falam de uma fase histórica da igreja com conteúdo profético.


Vic disse...

Lendo um comentario acima, vou complementar para o MASC o seguinte:
As novelas da Globo, seus BBBs e similares são o quarto de motel dentro de seu lar - pior ainda quando os pais ou responsaveis assistem a elas junto com seus filhos menores, pervertendo eles, também - e os maus pensamentos que vêm nessas horas são diálogos com o diabo - ele instigando maus pensamentos e v concordando e se enlçameando neles...
E no fim de semana orando, dando uma de cristão(fariseu), né?

MASC disse...

Ao sr ou sra Vic: sinceramente não entendi seu comentário. A quem se refere como fariseu?! A alusão à Globo foi com o objetivo de dizer que a Globo não sendo nem um pouco marxista ou socialista aprova e institui a agenda gay e a desagregação familiar, e no mais, leia COM ATENÇÃO o que escrevi. Porque me parece que o sr ou sra, está eme acusando de fariseu. É isso mesmo? Porque seu comentário parece ser dirigido a mim. Se eu estiver errado, me perdoe, porque no seu diálogo você me evoca, mas não sei se devido à indignação, ou a falta de clareza e correção linguística de seu comentário em identificar claramente o interlocutor, restou-me a dúvida. Então faço uma pergunta clara: a mim que chamas de fariseu?

Anônimo disse...

Como Israel se prostituiu desde os tempos, renegando o seu Senhor Jesus! E ainda dizem que é Israel que detém a Nova Ordem Mundial, como di-lo Olavo de Carvalho, sendo que Israel parecer ser descaradamente um grande promotor da NOM, espalhando abominações pela terra (casamento gay, aborto, ideologia de gênero etc). Tanto Israel quanto os EUA, o principal exportador de imoralidades do mundo!

É um jogo muito confuso e estratégico, pragmático, para parecer que os seus agentes são opositores, quando é tudo uma torre de Babel. Vide que a Arábia Saudita, wahabista, é parceira de Israel. Já o Jean Wyllys, que odeia Israel, foi até palestrar na Universidade Hebraica! EM JERUSALÉM TEVE ATÉ UMA PARADA GAY!!! São essas abominações o sinal profético para Israel, um Estado secular? Que restauração será essa? O mundo jaz no maligno! O juiz desse mundo é terrível, mas Jesus derrota-lo-á com um sopro (2 Ts 2:8).

Isaías 1:21
Jeremias 3:6-10
Ezequiel 7:21-26
Ezequiel 16:15-59
Mateus 10,14-15
Mateus 21:43
Mateus 23:29-39
Mateus 27:24-25
João 1:11
João 5:43
João 19:18
Atos 2:22-23
Atos 3:13-15
Atos 4:26-28
Atos 6:13-14
Atos 7:51-52
Atos 10:39
1 Tessalonicenses 2:14-16
1 João 2:22 >>>>>>> João 19:7
Apocalipse 11:8
Apocalipse 17:5

Anônimo disse...

As emissoras satisfazem aqueles que investem nelas ou aquilo que è mais conveniente, pura legiao estrangeira, bando de mercenarios dirigidos pelo capeta!!!
Compromisso com a verdade tem somente aquele que confessa Jesus atraves das obras...o resto è mingau do demonio!!!

Anônimo disse...

Se os antigos patriarcas vissem o Israel secular de hoje, se é que eles não viram coisa pior... Mas os profetas profetizaram a sua ruína. E restauração, há que se ressaltar. Como ela se dará: só Jesus. Sei que muitos vêem (e a Bíblia mesmo garante) que é profético a volta dos judeus à Palestina - e uma façanha do sionismo -, mas para quais fins, se Israel não se regenerou e continua sendo uma Sodoma e Gomorra, agora secular, que afastou os ouvidos do Senhor? É uma país onde muitos se declaram como ateus ou irreligiosos. Que fruto é esse? Bom, os desígnios de Deus ninguém pode entender... Deus terá de queimar o mundo inteiro, pois o mundo todo jaz no maligno (1 Jo 5:19). Shemá Israel! Ora vem, Senhor Jesus!

Anônimo disse...

Jesus chorou por Jerusalém e segue chorando até hoje desde o Céu. Ele chora por toda a humanidade. Ele, porém, voltará, mas para ceifar e colocar o joio num fogo que não se extingue.

Anônimo disse...

Olha o Julião deixando de ser cuckservative em relação ao morderno estado de Israel.

Enquanto não aceitarem Jesus Cristo como messias, o judeus não passam de Walking Deads espirituais conforme dito em Ezequiel 37.

Unknown disse...

de qualquer maneira quem vai tratar com Israel e DEUS, pois Israel lhe pertence e suas promessas sao fieis, sabemos que israel esta rebelde, mas e ate a igreja subir, ai DEUS vai tratar com a sua esposa Israel e israel voltara para o seu DEUS e reconhecera o messias que vira ao seu auxilio, as promessas de DEUS nao falham, israel e um milagre do ETERNO, seja socialista, comunista,capitalista, nao importa, o que vale e que tem a proteçao do ETERNO, sei que isso causa inveja em muitos que ainda nao sao libertos pelo verdadeiro evangelho de CRISTO, mas ha tempo ainda.Tão certo como vive o Senhor, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito; mas: Tão certo como vive o Senhor, que fez subir, que trouxe a descendência da casa de Israel da terra do Norte e de todas as terras para onde os tinha arrojado; e habitarão na sua terra" (Jr 23.7-8).

Unknown disse...

Além disso, as promessas de consolo da parte de Deus não são apenas para o momento. Elas vão além dos dias atuais e se estendem para um maravilhoso e abençoado futuro que Ele prometeu ao Seu antigo povo. Foi dito a Ezequiel que escrevesse: "O meu servo Davi reinará sobre eles; todos eles terão um só pastor, andarão nos meus juízos, guardarão os meus estatutos e os observarão...; e Davi, meu servo, será seu príncipe eternamente" (Ez 37.24-25).


Em nossos dias, o "Mein Kampf" de Hitler é um best-seller nas áreas da Autoridade Palestina.

Esses versículos contemplam aquele futuro dia quando o mais importante Filho de Davi se assentará no trono de Seu Pai e reinará sobre toda a terra. Um dia, o Messias Jesus retornará à terra para lutar pela nação de Israel durante o tempo terrível da "angústia de Jacó" (Zc 14.3-4). Ele destruirá os inimigos de Israel e estabelecerá o tão esperado Reino Messiânico. Naquele dia, Ele se assentará literalmente no trono terreno de Davi e governará sobre Israel e toda a terra durante mil anos.

Conforme Jeremias prometeu: "Nunca faltará a Davi homem que se assente no trono da casa de Israel" (Jr 33.17). Israel não teve um rei desde que Zedequias foi levado para o cativeiro na Babilônia, antes da destruição de Jerusalém. Todavia, essa promessa de um rei é infalível. Jesus é o único que tem as credenciais messiânicas necessárias para reinar: somente o registro da linhagem dEle foi preservado, impecavelmente, nos Evangelhos de Mateus e Lucas e Seu "direito" ao trono está definido, conforme lemos: "Ruína! Ruína! A ruínas a reduzirei, e ela já não será, até que venha aquele a quem ela pertence de direito; a ele a darei" (Ez 21.27).

Deus fez ainda outra promessa surpreendente. Quando Jesus governar sobre toda a terra, o anti-semitismo será uma coisa do passado; os gentios não mais dominarão sobre o povo judeu e nunca mais tentarão aniquilá-lo. Na realidade, o povo judeu colherá grande benção e, finalmente, terá paz: "Assim diz o Senhor dos Exércitos: Naquele dia, sucederá que pegarão dez homens, de todas as línguas das nações, pegarão, sim, na orla da veste de um judeu e lhe dirão: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco" (Zc 8.23).

Os gentios adorarão o Messias ressurreto, o Rei Jesus, junto com o remanescente judeu que sobreviver aos horrores, sem precedentes, daquele tempo da angústia de Jacó. Que promessas animadoras o Senhor fez ao Seu povo Israel! Não é de se admirar que Deus declare: "Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus. Falai ao coração de Jerusalém, bradai-lhe que já é findo o tempo da sua milícia, que a sua iniqüidade está perdoada e que já recebeu em dobro da mão do Senhor por todos os seus pecados" (Is 40.1-2). Deus sempre cumpre as Suas promessas

Marcus Alexandre disse...

E são gramscistas também né...

direita disse...

Socialismo nao é ocidental , é oriental , é cria de mentes semitas . oque tu chama socialismo ocidental nada mais é que o marxismo cultural ,outra ideoligia semita/oriental.