22 de dezembro de 2015

Você está ajudando a financiar a ideologia de gênero?


Você está ajudando a financiar a ideologia de gênero?

Julio Severo
Obviamente, o governo tem sua culpa na agenda de gênero. Mas há outros culpados, mais por ignorância do que por maldade.
A maior entidade de planejamento familiar do mundo, a Federação Internacional de Planejamento Familiar (conhecida pela sigla IPPF), é a maior promotora mundial de contracepção, aborto e educação sexual, inclusive a agenda de gênero. A IPPF é culpada por maldade.
A IPPF está por trás da legalização do aborto em vários países, inclusive nos EUA.
A IPPF ajudou a financiar a invenção da pílula anticoncepcional, que tem também função micro-abortiva.
A IPPF foi fundada pela ocultista americana Margaret Sanger.
O melhor livro sobre a IPPF e suas origens tenebrosas foi escrito pelo pastor presbiteriano George Grant. O título é: “Grand Illusions: The Legacy of Planned Parenthood” (Grandes Ilusões: O Legado do Planejamento Familiar). Recomendo esse livro porque eu o li pela primeira vez há 22 anos. Desde então, eu o reli várias vezes. Para comprá-lo em inglês, clique aqui.
Hoje, as grandes empresas farmacêuticas que vendem produtos contraceptivos destinam parte de seus lucros para vários grupos de controle populacional, especialmente a IPPF, como gratidão pelo trabalho que essa entidade faz alastrando o planejamento familiar no mundo inteiro.
Resumo: toda vez que uma mulher casada compra um produto contraceptivo muito provavelmente ela está financiando a IPPF e seu horrendo trabalho de contracepção, aborto e educação sexual, inclusive a agenda de gênero. Ela se torna financiadora dessa agenda maligna. Ela se torna culpada por ignorância.
Mas agora que você não mais está inocente sobre a realidade, o que você fará?
Você continuará a financiar a ideologia de gênero?
Leitura recomendada:

2 comentários :

Anônimo disse...

Puxa.. não sabia. Agora sei! Mais um motivo para mudar minha mente. Sou cristã,casada, não temos filhos e tomo anticoncepcional desde que casei. Já li com você algumas matérias sobre a utilização do anticoncepcional e sobre filhos. Desde há alguns anos fico pensando neste tema e em como posso estar equivocada no meu pensamento de planejamento familiar. Estamos numa sociedade onde isso é totalmente normal e aconselhado, os casais não pensam muito em ter filhos pela responsabilidade e dificuldade que isso implica. Nós mesmos queremos, mas temos muitos medos também, o que nos inclina para o "planejamento familiar" pensando que isso é melhor do que as desastrosas famílias que existem aos montes por aí. Não queremos errar com algo tão sagrado e temos o pensamos que quando nós estivermos preparados, paramos de usar o método. Mas a verdade, é que nunca estamos prontos de fato. Somos preparados no próprio caminho. Estou na última semana do minha cartela da pílula, já vinha decidida parar por mais outros motivos. Seu texto só reforçou a minha escolha. Não quero ter parte com isso também. Sou a favor da família, sou a favor aos planos de Deus.

Cicero disse...

Engraçado, os que são a favor do aborto, um dia nasceram né!