29 de dezembro de 2015

Israel para Brasil: aprove embaixador israelense ou enfrente crise diplomática


Israel para Brasil: aprove embaixador israelense ou enfrente crise diplomática

Do jornal Jerusalem Post
A persistência contínua do Brasil em não aprovar a nomeação de Dani Dayan, ex-líder de assentamento, como embaixador de Israel levará a uma crise diplomática entre os dois países, avisou Tzipi Hotovely, vice-ministra das Relações Exteriores, no domingo.
Tzipi Hotovely
O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu anunciou a nomeação de Dayan em agosto, mas o Brasil tem desde então recusado aprová-la, com o governo brasileiro sofrendo pressão de palestinos e de círculos da extrema esquerda em Israel e no Brasil, para não aceitar a nomeação porque Dayan vive em Ma’aleh Shomron — além da Linha Verde — e é ex-líder do Conselho das Comunidades Judaicas da Judeia e Samaria.
Hotovely disse que nunca houve um caso em que a nomeação de um embaixador israelense não tivesse sido aceita por um país anfitrião por causa das posições ideológicas do candidato.
Ela atribuiu a situação à profunda crise política em que o Brasil se acha atualmente, com a presidente Dilma Rousseff enfrentando processos de impeachment e precisando de todos os votos — inclusive da extrema esquerda que está defendendo a medida de rejeitar Dayan — para permanecer no poder.
Hotovely disse que Israel vai agora tornar pública sua campanha para que Dayan seja aprovado, e usará todos os meios disponíveis para a aprovação, inclusive fazendo uma campanha pública no Brasil, mobilizando a comunidade judaica ali.
Essas medidas serão tomadas, ela afirmou, para dizer ao governo do Brasil que Dayan é “um homem que é respeitável, digno e aceito entre todas as classes políticas de Israel.” O governo israelense, ela disse, usará essas medidas para dizer ao Brasil: “Aprove-o, pois se não aprovar, haverá uma crise entre os dois países, e não vai valer a pena chegar a esse ponto.”
Depois de haver permanecido em silêncio durante meses sobre o assunto, Dayan disse na noite de sábado numa entrevista no Canal 2 que a questão não era uma questão bilateral entre Israel e Brasil, mas em vez disso uma questão clássica de BDS (boicote, desinvestimento e sanções contra Israel), usada e abusada por ativistas BDS em Israel, entre palestinos e no Brasil.
Dayan disse que embora Israel tenha adotado uma abordagem silenciosa sobre o assunto, os palestinos estão em plena atividade tentando sabotar a nomeação dele, com Saeb Erekat, o principal negociador da OLP (Organização para a Libertação da Palestina [entidade terrorista islâmica]), “envolvido até o pescoço no assunto.”
Traduzido e editado por Julio Severo do original em inglês do jornal israelense Jerusalem Post: Hotovely to Brazil: Approve Dayan, or face “crisis in relations” with Israel
Leitura recomendada:

10 comentários :

Julio Severo disse...

Mensagem que enviei no Facebook do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu:

Mr. Benjamin Netanyahu: Sorry for the Brazilian government’s continued failure to approve the appointment of Dani Dayan as Israel’s ambassador. As a Brazilian writer, I stand with you, Israel and Ambassador Dayan. May God bless Israel forever.

Tradução:

Sr. Benjamin Netanyahu: Desculpe pela pesistência continua do governo brasileiro de não aprovar a nomeação de Dani Dayan como embaixador de Israel. Como escritor brasileiro, estou com você, Israel e o embaixador Dayan. Que Deus abençoe Israel para sempre.

Facebook do primeiro-ministro israelense: https://www.facebook.com/Netanyahu/posts/10153361110047076

Adecir Freire disse...

Nunca antes o apelido "anão diplomático" fez tanto sentido. E tudo isso por picuinha para defender uma retórica ideológica falida. Também estou com Israel! A política externa brasileira sob a batuta do governo do PT é um festival de vexames.

JUnior Melo disse...

È recorrente quando o tema é ISrael, desse desgoverno de corruptos .Já não bastasse a presidente Dilma reconhecer a Palestina ,lugar de terroristas como um estado e nação , mais um mal-estar diplomático contra a única nação democrática do Oriente médio.

Unknown disse...



Israel 7
Brasil 0

Como disse certa vez o embaixador Roberto Campos, "No Brasil a ignorância tem um passado glorioso e um futuro promissor".

Aqui no Patropí a vocação para a mediocridade é sempre é sempre muito respeitada. É um patrimônio nacional.

Anônimo disse...

Esses comunistas sao mestres em destruir as naçoes, suas economias, suas tradiçoes, suas culturas, suas religioes e suas relaçoes internacionais.

Leony disse...

"E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem..." (Gn 12:3)

"Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam." (Sl 122:6)

Que o Senhor poupe o nosso país e não leve em conta a insensatez da nossa presidente, mas tenha misericórdia do nosso país por amor àqueles que vivem aqui e mesmo não sendo judeus amam Israel.

Anônimo disse...

Jerusalém terrena, simbolizada no VT por Agar (Gl 4:25), recebeu de Deus uma grande promessa de bençao terrena (Gn 21:18); de tal sorte que essa promessa acompanha o povo judeu até os dias de hoje, apesar da rebeldia desse povo e de terem tropeçado na pedra de tropeço.
Mesmo com toda a obstinaçao dos seus coraçoes, Deus amou-os por causa dos pais (Rm 11:28), os quais foram eleitos por causa da fé (Hebreus 11), ao ponto de nao os varrer do mapa, diversamente do que fez com as demais naçoes impias (Rm 9:29).
Por isso, quem se levantar contra Israel (petralhas, palestinos, russos, etc), estarà vontando-se contra a promessa que o Senhor fez a Agar, e, portanto, estarà lutando, ingloriamente, contra Deus.
Todavia, nenhuma gloria a quem quer que seja (a esta ou àquela naçao), mas unicamente a Deus que comprova que todas as Suas Palavras sao fieis e verdadeiras, e, mesmo que o homem seja infiel, Deus permanece fiel!!!
Mas a Jerusalém que é de cima (a igreja) é livre; a qual é mãe de todos nós, pois somos filhos da Palavra de Deus e suas legitimas testemunhas na face da terra.
Aquele sobre quem a PEDRA cair serà despedaçado e sobre quem ela cair ficarà reduzido a po' (Mt 21:44).

Anônimo disse...

Achei muito sábio o comentário do último anônimo. Comentário que explica o porquê das bênçãos materiais que repousam sobre o povo hebreu e sobre o novo povo de Deus, que é a Igreja.

Além dessa observação sobre esse comentário, gostaria compartilhar o link de um vídeo sobre uma profecia sobre Israel. Não sei se a profecia é digna de crédito. Por isso, gostaria de ouvir mais opiniões sobre o assunto.

Trata-se da visão que um jovem israelense teve em uma experiência de quase morte.

Natan's NDE Vision! WW 3 Imminent! Obama is Gog!
https://youtu.be/-hqwLQHNeqk

Vic disse...

A explicação para esse episódio não é difícil:
graças aos traidores do cristianismo, tanto da ICAR como das evangélicas, os psicopatas e desequilibrados comunistas do PT estão no poder, o quanto explica o "politicamente correto" desse gesto, proprio de mentes recheadas de esterco marxista!

Julio Severo disse...

Vic, posturas anti-Israel no Brasil, o maior país católico do mundo, independem do PT. Se o PT não existisse, o que um governo predominantemente católico do Brasil faria? De acordo com o escritor católico italiano Giulio Meotti, em seu livro “O Vaticano contra Israel,” o Vaticano tem um histórico de séculos de antissemitismo. Muito antes do marxismo existir, a Igreja Católica já era antissemita. Confira uma resenha do livro do Meotti aqui:

“O Vaticano contra Israel”: Crítica do novo livro de Meotti