22 de outubro de 2015

Neocons, a Inquisição, russofobia e mentiras


Neocons, a Inquisição, russofobia e mentiras

Julio Severo
A acusação de “mentiroso” é uma acusação muito séria. Em seu artigo “Putin’s Paid and Unpaid Liars” (Os mentirosos pagos e não pagos de Putin), Cliff Kincaid, um neocon católico, dirigiu essa acusação contra Don Hank, um conservador evangélico.
A contenda de Kincaid com Hank é acerca do voo malásio MH17, destruído no ano passado no leste da Ucrânia, matando todos os 283 passageiros. Hank opinou, num grupo de email, que há dúvidas sobre o culpado nesse caso.
Para Kincaid, não há dúvidas agora que a Comissão Holandesa de Segurança publicou um relatório indicando que um míssil BUK russo é o culpado pelo “acidente” — essa é a palavra oficial usada no relatório holandês. Kincaid usou os resultados desse relatório como base para sua acusação de “mentiroso” contra Hank.
No entanto, até mesmo os leitores de Kincaid têm dúvidas sobre o artigo de Kincaid. Eles disseram:
“Kincaid conclui que o míssil foi feito na Rússia e tinha de ter sido disparado por um russo. Contudo, não existe absolutamente nada no relatório holandês que leve a essa conclusão. Kincaid é incompetente ou mentiroso ou está expressando sua opinião e não a conclusão do relatório. A única conclusão que o relatório alcança é a que já sabemos: se o míssil Buk derrubou avião de passageiros, foi um míssil feito na Rússia. O relatório holandês não diz quem fez o disparo. O relatório não coloca nenhuma culpa na Rússia, mas culpa a Ucrânia por não fechar o espaço aéreo sobre a área de guerra.” — RMThoughts
“A pergunta sem resposta (pelo menos, não a vi ainda) é: O que o avião malásio de passageiros estava fazendo voando em cima de uma zona de guerra?” — Steve Tanton
“Essa não era a rota de voo original do avião, que foi redirecionado no meio do voo pelo controle aéreo de Kiev.” — RaisingMac
“O primeiro parágrafo de Kincaid é prova de sua paranoia sobre a Rússia. Como… (fala sério!) todos os mísseis bulk foram feitos na URSS/Rússia!! A Ucrânia tem milhares deles. Kincaid ignora totalmente os fatos sobre o cenário todo. As forças armadas da Ucrânia tinham controle do local do disparo, não os combatentes da liberdade da região ucraniana de Donbass.” — Peter
“Querem mesmo chegar ao fundo do mistério do MH17? Então façam com que o Pentágono disponibilize seus dados de satélite e radar do leste da Ucrânia no dia do incidente. Façam com que o governo ucraniano disponibilize as transcrições oficiais de seu controle de tráfico aéreo do voo. E façam com que a Comissão Holandesa de Segurança disponibilize o conteúdo da caixa preta do avião. Até que isso aconteça, a conta de beneficiado aponta para a Ucrânia, que queria que a União Europeia aplicasse sanções contra a Rússia.” — RaisingMac
Kincaid não conseguiu convencer seus próprios leitores. Então, ele provavelmente os rotulará de “Os mentirosos pagos e não pagos de Putin.”
Durante o governo de Ronald Reagan, um avião iraniano de passageiros foi abatido pelas forças armadas dos EUA. Todos os 290 homens, mulheres e crianças a bordo morreram. Os Estados Unidos tinham e têm as armas mais sofisticadas de elevada precisão que já existiram, mas mesmo assim cometeram esse “erro.” Não havia nenhum tribunal internacional para condenar o governo responsável por esse crime.
Tenho sempre admirado Reagan e o considero o melhor presidente mundial nos últimos 100 anos. Mas um crime foi cometido. Contrastando com a derrubada do avião malásio, onde há culpabilidade obscura (a Rússia tem mísseis BUK? A Ucrânia tem também abundância deles!), no caso americano havia culpabilidade clara (o Airbus A300 B2-203 iraniano foi destruído por mísseis terra-ar SM-2MR. Só os EUA tinham tais mísseis. O Irã não tinha nenhum deles).
Na década de 1980, as pessoas me chamavam de agente pago dos americanos porque eu apoiava todas as posturas conservadoras de Reagan, inclusive suas guerras. Mas quando as pessoas questionavam como eu poderia apoiar Reagan considerando a culpabilidade clara dos EUA no escândalo do avião civil iraniano abatido, eu não tinha nenhuma resposta.
Se Kincaid tem argumentos contra Putin por causa de um míssil que é possuído por russos e ucranianos, por que ele não tem argumentos contra Reagan por causa de um míssil possuído apenas por americanos?
E por que Kincaid chamou os separatistas ucranianos de “terroristas”? Ele se esqueceu de Álamo? A Ucrânia agora tem seu próprio Álamo. Se os separatistas não têm permissão de lutar por seu próprio território, Kincaid deveria exortar o governo dos EUA a devolver o Texas para o México, pois na lógica dele os americanos que lutaram para separar o Texas do México eram terroristas.
Pat Buchanan, ex-candidato presidencial do Partido Republicano e ex-assessor de Reagan, sugeriu em seu artigo “Putin imita política externa dos EUA,” publicado em sua coluna semanal no WorldNetDaily, que deveríamos comparar os separatistas ucranianos com…
“…a forma como Sam Houston e seus amigos causaram a separação do Texas no México e a sua anexação aos EUA em 1845. Quando os mexicanos tentaram recuperar parte do território do Texas perdido, James K. Polk os acusou de derramar sangue americano em solo americano, fez o Congresso declarar guerra, enviou o general Winfield Scott e um exército à Cidade do México, e assim anexou toda a parte norte do México, que agora constitui o sudoeste americano e a Califórnia.”
Em seu artigo “Conservador americano denuncia intromissão sórdida de neocons americanos na Ucrânia,” também publicado no WorldNetDaily, o escritor conservador Michael Savage declarou que a crise ucraniana foi orquestrada pelo governo de Obama, especialmente os neocons — neoconservadores, presentes nos dois grandes partidos dos EUA. Savage disse: 
“Os neocons… fazem muito dinheiro em cima de conflitos militares. Quando o mundo está em guerra, os neocons e a indústria bélica que trabalha com eles lucram enormes quantias de dinheiro. Os neocons não se importam de que lado você está, enquanto puderem trabalhar com você para criar uma situação política que eles consigam fazer crescer até virar guerra, e aí eles começam a tirar lucro.”
Em outro artigo do WorldNetDaily, Buchanan denuncia “uma russofobia automática que passa por raciocínio nas grandes instituições de consultoria” dos EUA. Essa russofobia, especialmente promovida pelos neocons, os impede de aceitar posturas conservadoras da Rússia.
Buchanan é um católico tradicionalista de verdade. Como líder católico conservador pró-família e pró-vida, Buchanan é muito mais conhecido e equilibrado do que Kincaid.
Tenho certeza de que um Kincaid esquerdista radical teria chamado Sam Houston e Reagan de “terroristas.” E ele me incluiria também como “terrorista” por causa das minhas posturas pró-Reagan. De modo oposto, um Kincaid neocon chamaria os separatistas ucranianos e Putin de “terroristas.”
Admiro as posturas conservadoras da Rússia hoje, ainda que eu admire Reagan mais, pois ele era evangélico. Antes que Kincaid faça comigo o que ele fez com Don Hank, chamando-me de um mentiroso pago ou não pago de Putin, ele deveria vir me visitar e ver na pequena biblioteca em minha casa as biografias de Reagan que tenho e estimo.
Sabe o que é que chamo de “terroristas”? Dias atrás o WorldNetDaily (meu site conservador favorito) noticiou: “EUA entregam 50 toneladas de armas para rebeldes sírios.”
Outras reportagens do WorldNetDaily dizem que esses rebeldes lutam, com o ISIS e a al-Qaida, contra o presidente sírio Assad, um aliado dos russos que, apesar de tudo, protege a minoria cristã na Síria. Essa é uma das comunidades cristãs mais antigas do mundo. O WorldNetDaily já disse que esses rebeldes torturam, estupram e matam cristãos. Mesmo assim, os EUA intencionalmente enviaram 50 toneladas de armas para eles. Isso é um crime contra a humanidade. Isso é um crime contra nós, cristãos. Kincaid não está preocupado com seu país mantendo sua supremacia demoníaca às custas de nosso sangue cristão?
Por que os EUA nunca enviaram essas muitas armas para os cristãos perseguidos pelos rebeldes?
Por que os EUA nunca enviaram essas muitas armas para os cristãos perseguidos pelo ISIS? Por que os EUA estão ajudando esses rebeldes islâmicos, que torturam, estupram e massacram cristãos sírios?
Kincaid e outros neocons não parecem se importar com cristãos sírios perseguidos por aliados dos EUA. Posturas anti-Rússia são sua preocupação principal.
Ativistas anti-russos são criaturas estranhas — geralmente são da espécie neocon. Um dos amigos anti-russos de Kincaid, o filósofo Olavo de Carvalho, faz pouco caso dos horrores da Inquisição. Ele disse acerca da Inquisição:
“Até mesmo na imagem popular das fogueiras da Inquisição a falsidade domina. Todo mundo acredita que os condenados ‘morriam queimados,’ entre dores horríveis. As fogueiras eram altas, mais de cinco metros de altura, para que isso jamais acontecesse. Os condenados (menos de dez por ano em duas dúzias de países) morriam sufocados em poucos minutos, antes que as chamas os atingissem.”
Ele também disse:
“Esclareço: O mito da Inquisição foi A MAIS VASTA E DURADOURA CAMPANHA DE CALÚNIA E DIFAMAÇÃO DE TODOS OS TEMPOS, DURA ATÉ HOJE, COM FINANCIAMENTO MILIONÁRIO, E PARECE QUE NÃO VAI ACABAR NUNCA. QUEM A INVENTOU NÃO FORAM ILUMINISTAS NEM COMUNISTAS. FORAM PROTESTANTES, QUE CONTINUAM A PROMOVÊ-LA ATÉ AGORA, TENDO COMO CENTRO IRRADIANTE AS IGREJAS DOS EUA. Isso é um fato histórico que nenhum historiador profissional hoje em dia desconhece, e não tem nada a ver com ‘debates teológicos.’”
Então, será que um “mito” torturou e matou milhares de judeus e protestantes? Geralmente, Olavo acredita que os russos criam mitos destrutivos. Mas no caso da Inquisição, ele alega que foi criado pelos americanos.
Nesta semana, Olavo publicou no Mídia Sem Máscara o artigo de Kincaid “Desinformação: os mentirosos pagos e os não pagos de Vladimir Putin,” mesmo ciente de que esse artigo ataca Hank, que traduziu para o inglês o primeiro artigo de Olavo publicado no WorldNetDaily. Aliás, conheci Hank através do Olavo.
Kincaid, que adora atacar incoerências percebidas, nunca disse: “Como é que você pode, Olavo, simultaneamente defender valores conservadores e a Inquisição? Isso é hipocrisia!”
As posturas pró-Inquisição de Olavo são públicas e abertas, disponíveis livremente em seus artigos e Facebook.
Hank tem muitos artigos públicos. Mas a informação específica que Kincaid usou para atacar Hank não é pública. Kincaid pegou informação do grupo de email particular de Hank. Fico pensando se ele pediu permissão. Estou no grupo de Hank e estou também no grupo privado de John Haskins, que algum tempo atrás mencionou que um membro do Instituto Inter-Americano, dirigido por Olavo, pensa que os russófobos grandemente exageram o que dizem sobre a Rússia. Quando pedi a permissão de Haskins para usar seus comentários excelentes, ele não deu. Eu obedeci. Mas em meu lugar, Kincaid teria usado tudo sem nenhuma permissão.
No ano passado, Kincaid atacou um encontro pró-vida e pró-família internacional em Moscou só porque foi realizado pelos russos. Eu estava nessa reunião e não vi nenhum palestrante ou participante com o nome de “Alexander Dugin,” que, de acordo com os exageros de Olavo e Kincaid, é o maior conservador ou líder na Rússia. Eu estava no encontro conservador mais importante da Rússia, com muitos conservadores católicos, protestantes e judeus internacionais, e não havia ali nenhum Dugin, que é um admirador de René Guénon, um católico francês que se convertera ao islamismo esotérico. Outro admirador de Guénon é o próprio Olavo, que traduziu para o português um dos livros de Guénon. Olavo fundou no Brasil a primeira tariqa, um centro islâmico esotérico. Ainda que Olavo pareça hoje rejeitar tais experiências das trevas, muitos de seus artigos atuais louvam e recomendam Guénon.
Em minha opinião cristã, louvar e recomendar o bruxo Guénon é perigoso. A escritora conservadora Nancy Pearcey rotula Guénon como um promotor da Nova Era.
Tanto para Kincaid quanto para Olavo, defender as posturas conservadoras da Rússia é “perigoso” e faz de você um “agente pago.” Mas defender a Inquisição e seus horrores é totalmente certo para Olavo, sob a silêncio amistoso de Kincaid.
Ben-Zion Netanyahu, um historiador conceituado que trabalhava na Universidade Hebraica de Jerusalém e na Universidade Cornell nos EUA, escreveu um livro enorme sobre a Inquisição, louvado pela A Revista Judaica (Jewish Journal), que disse que “’As Origens da Inquisição na Espanha do Século Quinze,’ uma obra-prima acadêmica e um tomo minucioso sobre a Inquisição da Espanha, descreve como a Igreja Católica perseguia, e muitas vezes executava, multidões de judeus que, sob pressão, haviam se convertido ao catolicismo e que eram acusados de praticar secretamente o judaísmo.” Ben-Zion Netanyahu é pai do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.
D. James Kennedy, um renomado líder conservador pró-vida, disse sobre a Inquisição, principalmente a Inquisição espanhola: “Foi deplorável no grau mais elevado — uma supermáquina monstruosa de brutalidade e crueldade. Sua natureza era diabólica.”
Mesmo assim para Olavo, a Inquisição não era tão diabólica.
Um problema comum nos brasileiros é a hipocrisia. Durante o governo militar no Brasil, ativistas esquerdistas, que se queixavam do capitalismo, escolheram exílio na Inglaterra, Suécia e até nos Estados Unidos, a nação mais capitalista do mundo. Por que anticapitalistas escolheram viver nas nações mais capitalistas do mundo?
Olavo frequentemente se queixa do protestantismo (não o protestantismo liberal, mas todo o protestantismo), mas escolheu exílio na nação mais protestante do mundo. Por que um homem que se queixa do protestantismo escolhe viver na nação mais protestante do mundo?
Olavo exalta o catolicismo como o maior bastião contra o marxismo, mas ele fugiu do Brasil, o maior pais católico do mundo, porque ele acha que o marxismo está controlando o Brasil.
O Brasil católico está cheio de marxismo e da ideologia progressista porque a Igreja Católica do Brasil está cheia de marxismo e da ideologia progressista.
Como brasileiro, posso dizer: a Igreja Católica é a culpada pela ideologia marxista dominante na sociedade brasileira.
Contudo, os ativistas anti-russos não enxergam esse problema. Eles só veem a Rússia. Eles são incoerentes a partir de uma perspectiva cristã. Sou TOTALMENTE contra a União Soviética e pró-Reagan. Minha questão é VALORES. Mas um ativista anti-russo é contra a Rússia sempre: antes, durante e depois da União Soviética. A questão deles é a RÚSSIA e seu povo.
Kincaid tem incoerências e pessoas como ele, inclusive Olavo, estão também cheias de incoerências.
Temo que um antimarxismo estridente possa ser capa para outros radicalismos (veja meu artigo: http://bit.ly/1EXKf4E)
No começo deste ano, Cliff Kincaid, baseado nas opiniões de Olavo de Carvalho, apresentou de forma deturpada o cenário político brasileiro dizendo que os protestos foram uma revolução antimarxista no Brasil. Minha refutação a Kincaid explicou que as fontes dos protestos eram econômicas.
Em outro artigo, expliquei que até durante o governo militar (que era relativamente conservador, mas não pró-Reagan) havia também protestos em massa, mas não porque o povo brasileiro queria o comunismo. A fonte dos protestos era semelhantemente econômica.
Eu também disse que a única inspiração conservadora para os brasileiros durante o governo militar foram os televangelistas americanos, principalmente Pat Robertson e Jimmy Swaggart, que cultivaram posturas pró-Reagan e conservadoras na população evangélica do Brasil. Sou o fruto abençoado deles.
Entretanto, minha refutação a Kincaid e suas interpretações erradas da situação política no Brasil não o rotulou de mentiroso ou agente pago. Foi uma refutação cortês.
Agora, preciso defender Hank contra a “refutação” descortês de Kincaid.
Don Hank e principalmente o WorldNetDaily me deram muito apoio quando o PayPal eliminou minha conta, sob pressão da organização homossexualista americana AllOut, para me impedir de receber doações de meus leitores internacionais para ajudar minha família de seis crianças. Hank me defendeu e expôs o PayPal. O WorldNetDaily publicou uma manchete sobre mim.
Hank não é um mentiroso. Ele é um americano conservador que ajuda cristãos em situações muito difíceis, desmascarando seus opressores. Se Kincaid — e também Olavo de Carvalho, que honrou o artigo difamatório de Kincaid publicando-o em português — acha que Hank é um agente pago (ou explicitamente: um mentiroso pago), meu desafio é que uma comissão de investigadores internacionais examine nossas contas bancárias (minha, do Hank, do Kincaid e do Olavo) para revelar ao mundo nossas fontes financeiras.
Vamos abrir nossos registros financeiros. Vamos deixar que tal comissão nos investigue.
Só desse jeito todos saberão quem está realmente sendo pago para mentir.
Versão em inglês deste artigo: Neocons, the Inquisition, Russophobia and Lies
Leitura recomendada:

15 comentários :

Anônimo disse...

A questão dos católicos com a Rússia é anterior ao comunismo, e tem a ver com a rivalidade aos cristãos ortodoxos e o cisma produzido em torno das imagens.

jdabay@gmail.com disse...

Qualquer dia o Olavo vai dizer que o holocausto da 2° Guerra Mundial foi uma farsa e que a atual perseguição aos cristãos no Oriente Médio também é outra farsa. Talvez até já tenha dito algum desses absurdos...

Anônimo disse...

Muitos já sabem que a sua briguinha com o picareta Olavo de Carvalho é uma cortina de fumaça. Vocês dois são agentes sionistas.

A casa caiu agente sionista.

Agora chora Julio Severo.

victor disse...

Graça e Paz irmão !
Muito esclarecedor o artigo.Minha solidadriedade ao Don Hank.
Acho que comentários anônimos não deveriam ser permitidos.

Julio Severo disse...

Quem fez Adão e Eva pecarem? Kincaid: os russos.

Quem crucificou Jesus? Kincaid: os russos.

Quem fez Átila o Huno invadir a Europa? Kincaid: os russos.

Quem inspirou Maomé a conquistar o mundo? Kincaid: os russos.

Quem criou a al-Qaida? Kincaid: os russos.

Quem treinou Osama bin Laden? Kincaid: os russos.

Quem está exportando e até impondo a agenda homossexual no mundo inteiro? Kincaid: os russos.

Para Kincaid, tudo é simples assim!

Para Kincaid, a serpente que enganou Adão e Eva era agente a serviço da Rússia!

Anônimo disse...

Seus artigos não passam de cortina de fumaça para enganar os seus leitores, que são ludibriados por você e pelo picareta do Olavo de Carvalho, que nada mais são que agentes sionista.

Dom Rafael disse...

Hihihi: o irmão é fogo!!! rs.
É isso mermo, irmão Julio-san: não há comunhão entre o Templo do Deus vivo e os ídolos (ou DEMÔNIOS)! quem prega UNIÃO está CONTRA Jesus pois, está escrito:

Vocês pensam que vim trazer paz à terra? Não, eu lhes digo. Pelo contrário, vim trazer divisão!
De agora em diante haverá cinco numa família divididos uns contra os outros: três contra dois e dois contra três.
Estarão divididos pai contra filho e filho contra pai, mãe contra filha e filha contra mãe, sogra contra nora e nora contra sogra".
Lucas 12:51-53

Para o católico, UNIÃO é algo bom e muito vantajoso, pois fortalece a Direita e o Conservadorismo, causas que os cristãos TAMBÉM apoiam. MAS, como eu sempre digo:

OS CATÓLICOS SÓ SÃO MEUS ALIADOS NA POLÍTICA! de resto são tão perdidos como os sodomitas, socialistas, ateus, macumbeiros, satanistas (que não há muita diferença; William Schnoebelen que o diga!) et cetera: são do mundo, assim como os hindus, mulçumanos e afins. E outra: só não nos perseguem e nos matam mais porque NÃO POSSUEM O MESMO PODER QUE ANTES! SÓ ISSO!

Paz e fiquem de olho com o ECUMENISMO! o diabo é astuto!

Dom Rafael disse...

Ei, eu também sou SIONISTA: Israel pertence aos judeus, como está escrito na Bíblia! Síria-Palestina foi uma INVENÇÃO HISTÓRICA criada pelos romanos para aniquilar Israel da memória dos judeus! bem, onde estão os judeus agora?
Eu não sabia que, para ser SIONISTA, tinha que ganhar dinheiro: oxe, com quem eu falo, haha? rsrs.
Imagine se Paulo falasse com essas pessoas ANTI-SEMITAS de hoje em dia...
Paz

Julio Severo disse...

“Todos os neocons negam que eles são neocons e muitos deles negam que haja tal coisa como um neocon.” — Don Hank

Anônimo disse...

Julio, eu sei que posso estar me desviando do assunto do post, mas eu gostaria que você lesse esse texto escrito por um clérigo ortodoxo:
http://vidaortodoxa.blogspot.com.br/2015/06/ateismo-e-ortodoxia-na-russia-moderna.html

Doug Brown disse...

Kincaid não tem tido capacidade de entender, e é triste pois pessoas dão atenção a ele. Obama legalizou a sodomia, inaugurou uma orientação muçulmana peversa na sociedade americana, removeu toda menção saudável de Jesus Cristo da esfera pública, e o bandido é o Putin? Deus nos ajude quando idiotas utéis como Kincaid tiverem um programa de televisão. Kincaid representa a espécie de idiota covarde e hipócrita que diz coisas de duplo significado, imaginando que sabe realmente das coisas.

Julio Severo disse...



Olavo de Carvalho precisa de oração, libertação e conversão. Tempos atrás, ele publicou, em seu velho estilo dramático, um post de Facebook dizendo: “reproduzo aqui a correspondência trocada com o parceiro americano do Julio Severo, Donald Hank.”

Hank, que sempre foi amigo do Olavo, traduziu, gratuitamente, o primeiro artigo do Olavo já publicado no WND (WorldNetDaily).

Olavo está indisposto com Hank e se sentiu ofendido numa correspondência que tratava desde palavrões até a Rússia e suas posturas conservadoras.

Sobre palavrões, nem é preciso dizer muito. Olavo JAMAIS publicará palavrões em inglês nos EUA, pois ele sabe que esse comportamento é detestável para os conservadores americanos. Em contraste, a esquerda americana, no que se refere a palavrões, é igualzinha ao Olavo, sem tirar nem por. Mas os conservadores americanos são totalmente intolerantes com boca suja. Olavo sabe disso.

Sobre a Rússia, como tenho mostrado no meu blog, o Rev. Franklin Graham, presidente da Associação Evangelística Billy Graham, esteve recentemente na Rússia e tem escrito muito sobre as posturas conservadoras de Putin e a Rússia. Enquanto a ocupação quase que exclusiva do Olavo é atacar a Rússia e enxergar mirabolantes teorias de conspiração em tudo, Graham faz análises com os pés no chão. Diferença: os posts anti-Rússia do Olavo atraem em seu Facebook no Brasil uma média de 2 mil curtidas. Enquanto isso, os posts pró-Rússia de Graham nos EUA atraem em média 200 mil curtidas. Isto é, mesmo fazendo de seu Facebook um grande circo com shows de palavrões e obscenidades, Olavo consegue atrair uma plateia de focas amestradas de apenas 1 por cento (isto mesmo, UM POR CENTO) do público de Graham.

Estou com Graham, porque ele está certo. Graham consegue argumentar como um cristão sem uso de boca suja, sem uso de metodologia esquerdista.

Mas agora Olavo quer que Hank se desculpe, porque o pobre Olavo se sente ofendido. Velha tática soviética: acuse os outros do que você faz. Olavo tem feito isso abundantemente na questão da Inquisição, atribuindo aos protestantes crimes maiores e piores do que os crimes da Inquisição, comprovando assim que ele saiu do comunismo, mas a metodologia comunista nunca saiu dele.

Hank precisa pedir perdão pelo quê? Por ter tentado argumentar com o Olavo sem o uso de palavrões? POR TER DITO QUE OLAVO DETESTA DIVERGÊNCIAS ÀS SUAS OPINIÕES?

Para ser honesto, Olavo não deveria ter dito apenas “o parceiro americano do Julio Severo, Donald Hank.” No próprio instituto presidido pelo Olavo, tenho amizade com as pessoas mais importantes dali. Conheço alguns ali muito antes do Olavo saber que eles existiam.

São pessoas que, quando preciso, me dão bons conselhos. Um deles me recomendou um livro mostrando como Putin é difamado na imprensa ocidental. Dentro do círculo dos americanos que Olavo poderia chamar de amigos e aliados, pouquíssimos são os que aceitam suas ideias extremistas contra a Rússia. E NENHUM DELES, ENTRE OS EVANGÉLICOS, ACEITA PALAVRÕES.

De novo, fico com o Rev. Franklin Graham.

Julio Severo disse...



Só para lembrar: Embora um evangélico seja seu dono, o WND tem colunistas católicos, especialmente o Pat Buchanan, que já foi candidato presidencial pelo Partido Republicano. Buchanan, que era assessor do presidente conservador Ronald Reagan, é um destacado líder católico pró-vida e pró-família, muito mais conhecido do que Olavo. Buchanan tem sustentado uma linha de denúncia aos neocons, que demonizam a Rússia em tudo.

Enquanto Olavo segue uma linha geopolítica neocon, Buchanan segue uma linha de combate aos neocons. Buchanan é um católico tradicionalista.

As colunas de Buchanan são publicadas na maioria dos grandes sites católicos conservadores dos EUA. Os artigos de Olavo não são publicados nesses grandes sites. E se fossem, receberiam contestação e questionamento dos leitores americanos, conduta que nem católicos nem evangélicos do Brasil parecem estar dispostos a mostrar diante do “mestre” Olavo. E se tivessem coragem de mostrar, seriam sujeitos à Inquisição de bloqueios e uma rajada de palavrões.

Se Olavo tivesse razão em tudo, todos os seus artigos seriam publicados em todos os grandes sites conservadores dos EUA e até do Vaticano. Se ele tivesse razão em tudo, ele seria um deus — o deus que tem UM POR CENTO das curtidas de Graham.

Don Hank não é meu único nem maior amigo nos EUA. Conheço também Scott Lively, que é hoje o maior especialista americano em questões da agenda gay. Lively tem a mesma postura, sobre a Rússia, que Graham, eu e Hank.

Se Olavo abrir um Facebook em inglês e demonstrar para o público americano o mesmo comportamento que ele demonstra em português, é certo que em vez dos só 1% dos 200 mil do público do Franklin Graham, ele se reduzirá muito para muitos menos dos 1%.

Poucos são os americanos com disposição de desempenhar o papel ridículo de focas amestradas apenas para bater palmas para opiniões impensadas de um homem que se trata a si mesmo como um “sábio.”

A Palavra de Deus dá o seguinte alerta sobre essa falsa “sabedoria”:

"Quer ser considerado sábio? Quer ter reputação de quem entende? Esse é o caminho: Aprenda a viver! Escute a sabedoria! Viva com humildade! O que conta é como você vive, não o que você fala. Ambição de espírito não é sabedoria. Sair dizendo que é sábio não é sabedoria. Torcer a verdade para parecer sábio não é sabedoria: Está longe da verdadeira sabedoria. É pura malandragem! É diabólico."

Tiago 3:13-15 A Mensagem

Julio Severo disse...

“Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo.” (Colossenses 2:8 NVI)

Este versículo foi o tema da pregação ontem na igreja aqui onde frequento. Às vezes nos esquecemos de que, para problemas atuais, Deus já tinha uma resposta perfeita registrada na sua querida Palavra. Ele de fato nunca nos deixa sem luz.

Julio Severo disse...

Olavo de Carvalho chama evangélicos de “evanjegues,” debochando deles como jegues (que também significa burros, asnos, jumentos, etc.). Ele disse:

“A credulidade com que tantos evanjegues ouvem pastores semi-analfabetos, drogados, ladrões e putanheiros é a oitava maravilha do mundo.”

Ele com certeza deve estar se referindo ao Pr. Marco Feliciano, a quem dias atrás ele insinuou que levou uma mocinha a um motel. Confira a insinuação neste link: http://bit.ly/2bfEZjO

E os alunos evangélicos dele são também evanjegues por pagarem uma taxa mensal no COF (Curso Online de Filosofia)?

Para deixar de ser “evanjegues” o evangélico tem de se matricular no COF, deixar a Bíblia de lado e tratar as palavras (inclusive palavrões) do Olavo acima da Palavra de Deus?

Mais da metade dos membros do instituto do Olavo nos EUA são evangélicos. Eles também são evanjegues? Eles já sabem que o Olavo trata os evangélicos brasileiros como evanjegues? Ou a barreira da língua os impede de ler as asneiras que o Olavo escreve em português?

Nesse ponto, fazendo um trocadilho com as palavras do próprio Olavo, digo:

“A credulidade com que tantos evanjegues se abaixam para ser pisoteados, xingados e humilhados por um filósofo esotérico é a oitava maravilha do mundo.”

Um desses “evanjegues,” o próprio Feliciano, chamou Olavo de “verdadeiro profeta” no Congresso Nacional. Mais evanjegues que isso, impossível. Confira neste link: http://bit.ly/1XHSaHr

Como diz a Bíblia, dizendo-se “sábios,” tornaram-se loucos.

Fonte: Facebook Blog Julio Severo